Depois da ferrovia, Pedro Nuno Santos quer apostar na instalação de fibra ótica em todo o país

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, ladeado pelo presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor pereira e pelo presidente da Câmara Municipal da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, na viagem de comboio entre Guarda e Covilhã, para assinalar a Conclusão da Modernização da Linha da Beira Baixa.

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, sublinha que é essencial dar condições de trabalho às pessoas em qualquer parte do território, com acesso à fibra ótica, e que a seguir se irá apostar nas ligações a Espanha.

Depois de ter apresentado o Plano Ferroviário Nacional, Pedro Nuno Santos tem evidenciado a importância da modernização da ferrovia em Portugal, porém já faz planos para reformar outras áreas que considera fulcrais para o desenvolvimento da sociedade.

Na inauguração do troço ferroviário que liga a Guarda à Covilhã, agora eletrificado, e que esteve desativado mais de 12 anos, Pedro Nuno Santos referiu que, no que diz respeito à ferrovia, falta promover a ligação a Espanha e apostar ainda mais no turismo ferroviário, como já se faz em muitos países europeus.

O governante destacou o impulso que a ligação entre a Guarda e a Covilhã irá dar à atividade económica da região – com ligação ao porto seco a criar na Guarda e também à plataforma de mercadorias na cidade do Fundão -, acrescentando que toda a população da região vai ganhar com esta ligação.

É uma questão de justiça, de direito e de interesse de todos nós no aproveitamento do potencial deste território como um todo”, disse em declarações aos jornalistas.

O ministro garantiu que a seguir ao comboio, a prioridade será a conectividade digital, com fibra ótica espalhada por todo o território nacional e não apenas para os sítios do costume, “encostados ao litoral”.

“Todo o território tem de estar ligado com fibra ótica, se quisermos atrair pessoas temos de lhes dar condições de mobilidade e de trabalho, e o interior não pode ficar para trás”, referiu.

O político mostrou-se convicto de que o transporte ferroviário “é o mais barato para as famílias e também o mais limpo”, pois muita da energia elétrica que consome já é produzida internamente e a partir de fontes renováveis, escreve o Expresso.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Isso da fibra já foi bandeira do Socrates e do Zeinal, então afinal eles não espalharam fibra pelo país inteiro? Se calhar eram só “raspas de fibra”…

RESPONDER

Subsídio europeu de 150 euros mensais para tirar 5 milhões de crianças da pobreza severa

Arrancou nesta sexta-feira, no Porto, a Cimeira Social promovida pela presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Um momento que o ex-ministro Pedro Marques aproveita para lançar a ideia de um novo apoio social de …

Banca empresta 475 milhões para Fundo de Resolução pagar ao Novo Banco

O sindicato bancário, composto por sete bancos, vai proceder ao financiamento do Fundo de Resolução para este cumprir a injeção de capital no Novo Banco já na próxima semana. O Jornal Económico avança, esta sexta-feira, que …

China suspende "diálogo económico" com a Austrália e denuncia "mentalidade de Guerra Fria"

Esta quinta-feira, o Governo chinês anunciou a suspensão "por tempo indefinido" de todas as atividades realizadas no âmbito da iniciativa "Diálogo Económico Estratégico China-Austrália". As relações entra a China e o ocidente estão cada vez mais …

Bolsonaro diz ter tido sintomas de reinfeção. China acusa-o de "politizar" novo coronavírus

O Presidente do Brasil admitiu na quinta-feira que teve sintomas de reinfeção pelo novo coronavírus "há poucos dias" e afirmou que tomou ivermectina, fármaco sem comprovação científica contra a covid-19. As declarações de Jair Bolsonaro foram …

"É fácil despedir". PCP quer mudar regime de despedimento coletivo e extinção de postos de trabalho

O PCP vai entregar na Assembleia da República esta sexta-feira um projeto de lei que visa limitar os despedimentos coletivos e a extinção de postos de trabalho, eliminando o despedimento por inadaptação. O objetivo do partido …

Páginas ocultas do PRR revelam "reedição da troika" na reforma aos hospitais

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) prevê uma concentração das urgências da Grande Lisboa e Grande Porto, cortes nos gastos e uma gestão dos hospitais mais vigiada com imposição de objetivos financeiros. O jornal Expresso …

Já há uma explicação científica para as "dunas" do céu do Norte

Um ano depois da sua observação, as auroras de dunas, ou auroras boreais em forma de duna, já possuem confirmação e explicação científica. A aurora boreal nasce quando as partículas carregadas expelidas pelo Sol, como eletrões, …

Praia. Desporto e equipamentos de lazer vão ter regras novas

O Governo aprovou esta quinta-feira as regras de acesso e ocupação das praias durante a época balnear, com alterações em relação ao ano passado ao nível da atividade desportiva no areal e da utilização de …

Bastião trabalhista derrotado. Conservadores conseguem vitória na "muralha vermelha" britânica

Os conservadores conseguiram derrubar o domínio trabalhista do círculo de Hartlepool. Jill Mortimer venceu com mais de 50% dos votos e ajudou a reforçar a maioria de Boris Johnson, primeiro-ministro britânico. O antigo deputado trabalhista Mike …

Curso de Medicina na Católica vai custar 100 mil euros. Candidaturas terminam este mês

A Universidade Católica Portuguesa (UCP) anunciou, em setembro do ano passado, ter recebido luz verde da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) para o curso de Medicina. Agora, sabe-se que vai custar …