“Não devemos mudar de líder só porque o resultado não foi o melhor.” Paulo Rangel apoia Rui Rio

Hugo Delgado / Lusa

Rui Rio com Paulo Rangel

Em entrevista ao DN/TSF, o eurodeputado Paulo Rangel garantiu que vai apoiar o atual presidente do PSD na disputa interna pela liderança do partido.

O mistério está desfeito: Paulo Rangel está do lado de Rui Rio na corrida à liderança do PSD. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, este domingo, o eurodeputado garantiu que irá apoiar o atual líder do partido, como já “muitas pessoas adivinhavam”, porque considera que o presidente merece a “oportunidade”, apesar do resultado das eleições de outubro.

O maior trunfo que Rio tem a seu favor é, na opinião de Rangel, a sua “visão de médio prazo”. “Eu acho que essa visão de médio prazo merece ser recompensada nesta altura, e acho que é aquela que verdadeiramente pode enfrentar António Costa, porque o que este demonstrou é que é um político de curto prazo.”

É por este motivo que Rui Rio é o candidato que merece “ter aqui uma oportunidade” para provar que consegue pôr as suas prioridades em prática com mais tempo.

Em relação aos maus resultados nas eleições – tanto nas legislativas de outubro como nas europeias de maio – Paulo Rangel assume que houve vários erros, nomeadamente a forma como o PSD lidou com a crise dos professores: “esteve mal”.

No entanto, Rangel defende que os problemas vinham de trás, com as autárquicas (2017) que tiveram “resultados muito negativos” e com a época da troika. Tendo em conta esta explicação e somando-lhe a oposição interna a Rui Rio, Rangel considera que “não devemos mudar de líder só porque o resultado não foi o melhor“.

Agora, o PSD deve participar num diálogo à direita que recupere o espírito da Aliança Democrática, sem usar o Chega como “muleta” – mas também sem o diabolizar.

Sobre uma possível recandidatura, Paulo Rangel não diz nunca, mas assume que o tempo é de apoio a Rui Rio.

“Até agora não vi nenhum fascismo em André Ventura”

Paulo Rangel não encontra no discurso de André Ventura “nenhum fascismo”. Pelo menos, “até agora, não quer dizer que no futuro não seja assim”.

Além disso, o eurodeputado discorda dos que procuram diabolizar o deputado único do Chega porque “é um erro tático” que não se justifica. As pessoas têm que ser “lidas por aquilo que elas dizem e por aquilo que elas fazem e não por aquilo que nos dá jeito“.

Para Rangel, os fenómenos populistas devem ser combatidos “com distância”. Sobre a eventual necessidade de o PSD vir a precisar do Chega para voltar a governar, o eurodeputado afasta de imediato essa possibilidade.

“O PSD aí deve ser muito claro e não deve, de maneira nenhuma, ter o Chega como uma muleta”, declarou na entrevista, defendendo que o Iniciativa Liberal (IL) é um caso completamente diferente: “é bom haver um partido liberal”, ainda que “em Portugal, o eleitorado” não seja liberal porque “as pessoas, em geral, esperam um papel do Estado.”

Por esse motivo, o eurodeputado considera que o IL “é um partido com o qual o PSD deve – com o CDS e com o Iniciativa Liberal em particular – organizar um amplo diálogo.”

  ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Rui Rio é low profile e por isso não anda nas bocas do mundo nem gosta de ser capa de revista como na politica tem sido moda, é a pratica do marketing político, que não vende jornais, que muitos criticam mas depois na pratica querem é o show-off…

  2. Não estava a espera de ver este advogado manhoso, que nos tempos livres faz de eurodeputado, a apoiar o Rio… provavelmente acha que é a melhor aposta para manter o tacho!…

  3. Se o sr. Rio continuar a permitir que os neoliberais e o clericalismo se colem à sua imagem, não terá grande futuro e cairá no desprezo dos cidadãos que lhe irão retirar de imediato a credibilidade que tem vindo a alcançar.

    Gente do cariz do sr. Rangel, que por várias vezes já defendeu pontos de vista anti-democráticos, chegando ao cúmulo de fazer a apologia ao terrorismo e a ideologias extremistas, não são todo favoráveis para o trabalho que o sr. Rio pretende desenvolver.

RESPONDER

Retalhistas alertam para "cocktail explosivo" que pode esvaziar prateleiras no Natal

Atrasos no fabrico e distribuição dos produtos ainda não recuperaram das paragens forçadas pela pandemia. A possibilidade de no Natal algumas prateleiras das grandes superfícies estarem vazias por falta de stocks é um cenário para o …

Rio falha discussão interna sobre Orçamento para 2022. Deputados do PSD criticam a ausência

Deputados do PSD reuniram hoje para debater o Orçamento do Estado para 2022, mas sem a presença de Rui Rio. A ausência foi criticada por alguns elementos sociais-democratas. Ao mesmo tempo em que António Costa esteve …

Foi vacinado com AstraZeneca ou Johnson? Dose de reforço vai ser da Pfizer

A vacinação de reforço já está em curso desde dia 11 de outubro, segunda-feira, junto dos residentes e utentes de Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, como lares, e das pessoas com mais de 65 anos …

Governo proíbe menores de 16 anos de assistirem a tourada

Os menores de 16 anos vão deixar de poder assistir a touradas, decidiu o Governo, nesta quinta-feira. A decisão de aumentar a idade mínima para 16 tem origem num "relatório do Comité dos Direitos da …

Mais 777 novos casos de covid-19 e seis mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou na quarta-feira seis mortes devido à covid-19 e 777 novas infeções, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta quinta-feira. Segundo o boletim epidemiológico, há em Portugal 321 pessoas internadas, …

OE2022. Marcelo Rebelo de Sousa refere que "empatar tempo é perder o jogo"

O Presidente da República apelou esta quinta-feira a um “esforço de concertação” entre os decisores políticos, considerando que “não se trata de ceder nos princípios”, mas em aproveitar a oportunidade que o país tem para …

Caso Meco. Dux e Lusófona absolvidos de indemnizar famílias das vítimas

O ex-dux da Universidade Lusófona e a instituição de ensino foram absolvidos, esta quinta-feira, de pagar o pedido de indemnização que tinha sido movido pelas famílias das vítimas. Segundo avança o jornal online Observador, o Tribunal …

Costa põe na agenda bandeiras de Esquerda - e mostra-se disponível para negociar OE com "humildade"

O primeiro-ministro apareceu à última hora na reunião do grupo parlamentar do PS, acompanhado pelo ministro das Finanças, para explicar aos deputados o Orçamento do Estado para 2022 que está em risco de chumbo, depois …

Caos jurídico e mar de papéis. Juíza de mãos atadas com a estratégia de Sócrates

O mar de papéis, de recursos e de requerimentos do processo que implica José Sócrates está a complicar a vida à justiça, e não há luz ao fundo do túnel quanto ao momento em que …

"Legionella" detetada em balneários de pavilhão de escola em Portalegre

A bactéria foi detetada na água dos chuveiros de um balneário do pavilhão desportivo da Escola Secundária Mouzinho da Silveira, em Portalegre, mas “não há nenhum caso da doença", revelou o diretor do estabelecimento escolar. Em …