Paulo Macedo acusado de pressão política no caso da Máfia do Sangue

Rodrigo Gatinho / portugal.gov

Paulo Macedo, presidente da CGD

O ex-presidente do INEM, Paulo Campos, afirma que Paulo Macedo, quando era ministro da Saúde, o pressionou para que integrasse no instituto a irmã de Lalanda e Castro, que está a ser investigado por suspeitas de corrupção.

O Correio da Manhã avança que o ex-presidente do INEM acusou o antigo ministro da Saúde de “grandes pressões políticas”, afirmando à Polícia Judiciária que recebeu, em maio de 2014, ordens diretas do então ministro da Saúde Paulo Macedo para a reintegração de Helena Lalanda e Castro, irmã do ex-responsável da Octapharma, no INEM.

O CM descreve que a irmã de Lalanda e Castro trabalhava na Administração Regional de Saúde de Lisboa e queria voltar para o INEM, em particular para a direção logística, reintegração que Paulo Campos rejeitou.

De acordo com o CM, Paulo Campos, ex-presidente do INEM demitido no início de 2016 pelo atual ministro da Saúde, foi diretamente à Unidade de Combate à Corrupção da Judiciária denunciar à PJ as ordens diretas que terá recebido de Paulo Macedo mas também de Leal da Costa, o então secretário de Estado Adjunto. O caso pode configurar um crime de tráfico de influências.

A acusação surge no âmbito do caso “Máfia do Sangue”, onde Lalanda e Castro está a ser investigado por suspeitas de corrupção em concursos públicos que deram à sua empresa o monopólio da venda de plasma sanguíneo aos hospitais públicos portugueses.

Paulo Lalanda e Castro apresentou-se ontem ao juiz que acompanha a investigação em que está envolvido e continuará hoje a ser interrogado.

Este caso cruza-se com a Operação Marquês, onde nas conversas de José Sócrates – na altura consultor da Octapharma – com Paulo Lalanda e Castro que surgem nas escutas o ex-primeiro-ministro garante ao ex-responsável da Octapharma que foi assegurada a colocação de uma pessoa de confiança num lugar estratégico.

ZAP //

5 COMENTÁRIOS

  1. Os Devedores Bilionários da CGD ao ataque.
    Paulo Macedo poderá ter a ideia de os fazer pagar as dívidas, e isso é coisa ruim para esta elite.
    À que atacar desde já a credibilidade do Macedo!

RESPONDER

-

Seis mortos em deslizamento de terra na China e mais de 100 desaparecidos

Pelo menos seis pessoas morreram num deslizamento de terras na província de Sichuan, no sudoeste da China, e mais de 100 permanecem desaparecidas, segundo os últimos dados fornecidos pelas autoridades locais. A aldeia isolada de Xinmo foi …

-

Bombeiros pedem suspensão da entrega de bens solidários

O presidente da Associação de Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande apelou este sábado para que as pessoas suspendam por "alguns dias" a entrega de ajuda. "É um sufoco. É muita coisa. São toneladas e toneladas de …

-

Pelo menos 27 edifícios no Reino Unido têm revestimento inflamável

Os inspetores identificaram pelo menos 27 edifícios de propriedade municipal no Reino Unido que não cumprem os requisitos de segurança anti-incêndios por estarem revestidos com material inflamável, informou este sábado o Governo. O Ministério que tutela …

-

Polícia espanhola detém suspeitos de pertencerem a rede de exploração de mulheres na Europa

A polícia espanhola anunciou este sábado que deteve 18 pessoas suspeitas de pertencerem a uma rede nigeriana de exploração sexual de mulheres, que atuava em Espanha, Itália, Alemanha e Bélgica. Com estas detenções, que ocorreram em …

-

Portugueses criam dispositivo que ajuda a superar medo de andar de avião

Um dispositivo médico de realidade virtual que auxilia os utilizadores a superar o medo de andar de avião está a ser desenvolvido por especialistas apoiados pelo Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade …

herminioloureiro

Escutas tramam Hermínio Loureiro suspeito de "dar" 23 milhões em ajustes directos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis e ex-presidente da Liga de Clubes, foi ouvido durante mais de 8 horas, no âmbito do processo de corrupção que terá sido despoletado por escutas telefónicas. O …

Leonor Poeiras e Iva Domingues no "Somos Portugal" da TVI

Altice prepara-se para comprar a TVI

O Grupo espanhol Prisa está em negociações "avançadas" com a Altice para a venda da TVI e o negócio pode consumar-se ainda neste Verão. O Governo já está a par do processo. Este cenário é avançado …

-

PJ está a investigar bilhetes oferecidos pelo Benfica no caso dos emails

A Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) está a investigar o Benfica por bilhetes para jogos de futebol que o clube ofereceu a elementos da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e …

Incêndio em Pedrógão Grande

Fotografia mostra quando começou o incêndio ("muito antes da trovoada")

As suspeitas de que o grande incêndio de Pedrógão Grande foi originado por mão criminosa crescem, com relatos de populares e de bombeiros. E o início do fogo está registado numa fotografia, que será a …

-

Analistas consideram que meta de 1,5% para défice é alcançável

Os analistas contactados pela Lusa consideram que o objetivo do Governo de reduzir o défice para os 1,5% este ano "continua a ser alcançável", depois de o INE ter apurado um défice de 2,1% até …