Passos diz que sanções revelam desorientação de Bruxelas e cinismo de Costa

José Sena Goulão / Lusa

O ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho

Pedro Passos Coelho afirma que a decisão de Bruxelas de castigar Lisboa por não cumprir o défice “é incompreensível”, mas acusa o governo de Costa de ter deixado que esse castigo acontecesse “por passividade”.

Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o ex-primeiro-ministro afirma que o processo das sanções a Portugal “diz bastante da grande desorientação que existe em Bruxelas face a estas matérias e da prática seguida pelo atual governo”.

“Não entendo o que se está a passar. Não é possível dizer que se está a sancionar o passado, mas que não há sanções se houver medidas que corrijam a trajetória deste ano. Ou a análise é sobre o passado e há multas, ou então o problema é a trajetória que está a ser seguida e não se vai invocar o passado”, lamenta Passos Coelho, responsável pelas contas do Estado no último ano.

O líder do PSD critica o castigo que Bruxelas decidiu aplicar a Lisboa relembrando o esforço estrutural – que “foi dos mais significativos” -, uma alteração na forma de contabilizar o défice e a resolução do Banif.

“O défice de 4,4% deve-se no essencial à resolução de um banco. Sem isso, Portugal não teria tido mais de 3% de défice. Não devia haver sanções“, explica o ex-primeiro-ministro, que acusa o Governo de “nem ter tentado” convencer Bruxelas sobre a injustiça das sanções só para o atacar.

Passos insiste que “o Governo atual tinha obrigação de discutir com a Comissão Europeia” que a alegada falha na correção do défice estrutural terá sido apenas consequência “de uma retificação estatística feita pelo INE, que transformou uma melhoria desse défice estrutural numa degradação do esforço”.

“É incompreensível porque só pode acontecer com a passividade do Governo português. O Governo nem tentou. E aceitou que este fosse o ponto de partida para 2016. A retórica política do Governo é cínica“, acusa.

Passos confessa ainda que não percebe porque há sanções para Portugal e não para França, que passa incólume.

“Portugal foi dos países que mais esforço estrutural fez, muito superior à França. Como é possível dizer que a França fez esforço efetivo quando a nossa foi muito superior? Há qualquer coisa aqui que não é transparente”, desabafa o líder social-democrata.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Era uma grande alegria para este bom povo se o sr. P. Passos Coelho se calasse.
    será que ainda não compreendeu que está a ser ofuscado pelo CDS??

  2. Passividade teve este cromo quando foi o 1o ministro. Baixou a calça em tudo perante os paises poderosos da UE. Mais grave, até foi mais além a sacrificar o povo português. Queria ser e foi o “bom aluno”. Lambe botas sem vergonha.
    O problema dele é ver que foi comido pelos amiguinhos (alemães, holandeses, etc), e agora empurra as culpas para outros.
    Não vou à bola do Costa mas, com honestidade, temos que dizer que tem batido o pé a esta UE, com mais firmeza do que este parvinho do Passos Coelho.

RESPONDER

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …