Pássaro com 46 mil anos encontrado com penas e garras intactas na Sibéria

Love Dalén

Os arqueólogos já descobriram muitos espécimes antigos notáveis no permafrost da Sibéria. Desta feita, encontraram os restos mumificados de um pássaro com 46 mil anos que ainda tem penas e garras intactas.

De acordo com a CNN, o pássaro, com 46 mil anos, foi identificado como uma calhandra-cornuda (Eremophila alpestris) e os cientistas acreditam que poderia ser um antecessor pré-histórico de duas subespécies vivas hoje, as cotovias com chifres na Mongólia e as que vivem no norte da Rússia.

Além disso, este é a primeira vez que é desenterrado uma espécime de pássaro totalmente intacto na tundra congelada. “Esta descoberta implica que as mudanças climáticas que ocorreram no final da última era glacial levaram à formação de novas subespécies”, disse Love Dalén, especialista em genética evolutiva do Museu Sueco de História Natural e parte da equipa de investigação que examinou o pássaro antigo.

Com base no estudo publicado este mês na revista científica Communications Biology, o pássaro está congelado desde a última Era do Gelo e foi encontrado a sete metros abaixo do solo dentro de um túnel de gelo siberiano. O espécime único foi descoberto por caçadores de fósseis locais perto da vila de Belaya Gora, no nordeste da Sibéria.

Espera-se que as amostras encontradas no permafrost da Sibéria tenham um alto grau de preservação. As camadas congeladas da tundra fornecem condições ideais para que uma carcaça animal permaneça praticamente intacta durante dezenas de milhares de anos.

Porém, esta ave estava em condições excecionalmente boas. “O facto de um espécime tão pequeno e frágil estar quase intacto também sugere que a sujidade ou a lama devem ter sido depositadas gradualmente, ou pelo menos que o solo era relativamente estável, de modo que a carcaça do pássaro foi preservada num estado muito próximo da sua morte”, disse Nicolas Dussex, co-autor do estudo, em comunicado.

Agora, a equipa planeia sequenciar todo o genoma da ave, o que dará aos investigadores uma melhor compreensão sobre a evolução do animal. Examinar os genes das aves também pode ajudar os cientistas a estimar a taxa de evolução entre espécies de cotovias. “Isto abrirá novas oportunidades para estudar a evolução da fauna da era glacial e entender as suas respostas às mudanças climáticas nos últimos 50 a 10 mil anos atrás”, explicou Dussex.

O degelo do permafrost da Sibéria tem revelado muitas e importantes surpresas para a Ciência, que vão desde potros com 42 mil anos com sangue ainda líquido nas suas veias, vermes pré-históricos, mamutes lanosos e um cachorro com com pêlo, bigodes e dentes.

Outro exemplo incrível de preservação é a cabeça com 40 mil anos de um lobo da Idade do Gelo, ainda coberta de pele e pêlo, descoberta no norte de Iacútia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …

Estado de emergência no México suspende produção de cerveja Corona

Nem toda a publicidade é boa publicidade. Que o diga a cerveja mexicana Corona que, em tempos de pandemia, partilha o nome com o vírus de que já ninguém quer ouvir falar. Segundo o jornal The …

Gás natural pode transformar Moçambique no "Qatar de África" (se os jihadistas deixarem)

A descoberta de gás natural em Moçambique é vista como uma grande esperança para o país que, à boleia dos avultados investimentos que está a receber de grandes multinacionais, sonha tornar-se no "Qatar de África". …

Afinal, os 1.000 ventiladores doados por Elon Musk podem não ser completamente inúteis

Elon Musk, CEO da Tesla, doou mil ventiladores do tipo errado a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Agora, afinal, os ventiladores vão poder ser usados em casos de …

Cientistas preveem quatro grandes furacões no Atlântico em 2020

Cientistas da Universidade Estadual do Colorado, nos Estados Unidos, preveem que se formem quatro grandes furacões no Oceano Atlântico em 2020. De acordo com os especialistas, estes quatro furacões serão de categoria 3 a 5 na …

Neymar doa 870 mil euros para luta contra a pandemia no Brasil

O futebolista internacional brasileiro Neymar doou cerca de 870 mil euros para a luta contra a pandemia covid-19 no seu país, revelou esta sexta-feira o canal SBT. Segundo a estação de televisão brasileira, o contributo de …

França confiscou quatro milhões de máscaras destinadas a Espanha e Itália

As autoridades francesas apreenderam quatro milhão de máscaras que uma empresa sueca transportava da China para a Espanha e Itália no início do mês. A disputa diplomática foi revelada na quarta-feira pela revista francês L'Express. Segundo …

Sobe para 52 o número de elementos da PSP infetados

Subiu esta sexta-feira para 52 o número de elementos da PSP infetados com covid-19, revelou esta força de segurança, dando conta que está a ser assegurado apoio psicológico a todos os polícias com 30 profissionais. Em …

A curvatura do espaço-tempo vai ajudar o WFIRST a encontrar exoplanetas

O WFIRST (Wide Field Infrared Survey Telescope) da NASA irá procurar planetas para lá do nosso Sistema Solar na direção do centro da nossa Galáxia, a Via Láctea, onde estão a maioria das estrelas. O …