Pássaro com 46 mil anos encontrado com penas e garras intactas na Sibéria

Love Dalén

Os arqueólogos já descobriram muitos espécimes antigos notáveis no permafrost da Sibéria. Desta feita, encontraram os restos mumificados de um pássaro com 46 mil anos que ainda tem penas e garras intactas.

De acordo com a CNN, o pássaro, com 46 mil anos, foi identificado como uma calhandra-cornuda (Eremophila alpestris) e os cientistas acreditam que poderia ser um antecessor pré-histórico de duas subespécies vivas hoje, as cotovias com chifres na Mongólia e as que vivem no norte da Rússia.

Além disso, este é a primeira vez que é desenterrado uma espécime de pássaro totalmente intacto na tundra congelada. “Esta descoberta implica que as mudanças climáticas que ocorreram no final da última era glacial levaram à formação de novas subespécies”, disse Love Dalén, especialista em genética evolutiva do Museu Sueco de História Natural e parte da equipa de investigação que examinou o pássaro antigo.

Com base no estudo publicado este mês na revista científica Communications Biology, o pássaro está congelado desde a última Era do Gelo e foi encontrado a sete metros abaixo do solo dentro de um túnel de gelo siberiano. O espécime único foi descoberto por caçadores de fósseis locais perto da vila de Belaya Gora, no nordeste da Sibéria.

Espera-se que as amostras encontradas no permafrost da Sibéria tenham um alto grau de preservação. As camadas congeladas da tundra fornecem condições ideais para que uma carcaça animal permaneça praticamente intacta durante dezenas de milhares de anos.

Porém, esta ave estava em condições excecionalmente boas. “O facto de um espécime tão pequeno e frágil estar quase intacto também sugere que a sujidade ou a lama devem ter sido depositadas gradualmente, ou pelo menos que o solo era relativamente estável, de modo que a carcaça do pássaro foi preservada num estado muito próximo da sua morte”, disse Nicolas Dussex, co-autor do estudo, em comunicado.

Agora, a equipa planeia sequenciar todo o genoma da ave, o que dará aos investigadores uma melhor compreensão sobre a evolução do animal. Examinar os genes das aves também pode ajudar os cientistas a estimar a taxa de evolução entre espécies de cotovias. “Isto abrirá novas oportunidades para estudar a evolução da fauna da era glacial e entender as suas respostas às mudanças climáticas nos últimos 50 a 10 mil anos atrás”, explicou Dussex.

O degelo do permafrost da Sibéria tem revelado muitas e importantes surpresas para a Ciência, que vão desde potros com 42 mil anos com sangue ainda líquido nas suas veias, vermes pré-históricos, mamutes lanosos e um cachorro com com pêlo, bigodes e dentes.

Outro exemplo incrível de preservação é a cabeça com 40 mil anos de um lobo da Idade do Gelo, ainda coberta de pele e pêlo, descoberta no norte de Iacútia.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam um "relógio" que mede a idade biológica

Dois cientistas do CECAD Cluster of Excellence in Aging Research desenvolveram um método que pode determinar a idade biológica de um organismo com uma precisão sem precedentes. Todos conhecemos a idade cronológica - a nossa idade …

"Das palavras aos atos". Marcelo com mais de 60% de mulheres na sua equipa no segundo mandato

O Presidente da República considerou este domingo que os passos dados para salvaguardar a igualdade de género em Portugal não são ainda suficientes e afirmou que quis passar "das palavras aos atos" com mais mulheres …

Governo dá 19,8 milhões às escolas para testes rápidos. Ensino privado também quer

O Conselho de Ministros aprovou, este domingo, uma resolução que permite às escolas e ao setor solidário efetuar despesa na realização de testes rápidos de antigénio à covid-19, num montante global de 19,8 milhões de …

Afinal, abandonar Montijo não obriga a indemnizar ANA (e há quem defenda opção Beja)

A alteração do local do novo aeroporto na sequência da avaliação ambiental estratégica não obriga ao pagamento de qualquer indemnização à ANA. De acordo com o esclarecimento do Ministério das Infraestruturas, uma eventual alteração do local …

Descoberta nova relação entre a biodiversidade dos animais e das florestas

Uma análise ao registo de imagens de 15 reservas de vida selvagem em florestas tropicais revelou uma relação até então desconhecida entre a biodiversidade de vários mamíferos e as florestas em que vivem. As florestas tropicais …

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …

Teoria ensinada na escola pode estar errada. Há um "núcleo mais interno" no centro da Terra

Uma equipa de investigadores da Universidade Nacional da Austrália confirmou, rastreando milhares de modelos numéricos, a existência do "núcleo mais interno" nas profundezas da Terra.  Na escola, os estudantes costumam aprender que o planeta Terra é …

Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus. A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da …