Partido de Macron impede candidata de concorrer a eleição por usar hijab

Stephane Mahe / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron

O partido do presidente francês Emmanuel Macron impediu uma mulher muçulmana de concorrer como candidata às eleições locais porque tirou uma fotografia para um panfleto de campanha usando um hijab na cabeça.

Sara Zemmahi ficou famosa da noite para o dia em França, embora só esteja a concorrer como candidata substituta para um município de Montpellier.

A sua imagem, usando o hijab, num cartaz para as eleições regionais e departamentais em junho pelo partido do presidente Emmanuel Macron, Le Republique en Marche, abriu uma lacuna na formação e a enésima controvérsia nacional em torno de símbolos religiosos, o secularismo e o separatismo islâmico.

Segundo Le Republique en Marche, a linha do partido era que não deveria haver lugar para a exibição aberta de símbolos religiosos em documentos de campanha eleitoral.

“Esta mulher não será candidata de En Marche“, disse Stanislas Guerini, o secretário-geral do partido, em declarações à rádio RTL.

As questões sobre o panfleto começaram quando Jordan Bardella, o número dois do partido de extrema direita Rassemblement National de Marine Le Pen, publicou no Twitter uma imagem do panfleto com a pergunta: “É assim que se luta contra o separatismo?”

Guerini respondeu diretamente no Twitter, exigindo que o folheto fosse retirado ou Zemmahi perderia o apoio do partido.

A resposta do partido abriu amargas divisões internas. A deputada francesa do En Marche Caroline Janvier escreveu no Twitter: “Indigno. Correr atrás dos votos [da extrema-direita] só permitirá que as suas ideias prevaleçam. Basta.”

A lei francesa não proíbe o uso do hijab ou outros símbolos religiosos em imagens que aparecem em panfletos de campanha.

Porém, segundo o jornal britânico The Independent, isto mostra como o lugar do Islão na sociedade francesa se tornou um assunto delicado antes da votação presidencial do próximo ano, onde o principal desafio para a reeleição de Macron virá da extrema-direita.

Macron, que se orgulhava da composição multicultural e etnicamente diversa do seu partido após a vitória nas eleições de 2017, alertou sobre a crescente ameaça do separatismo islâmico aos valores centrais da França e à unidade da república.

Contudo, os críticos acusaram o presidente de procurar o voto da extrema-direita antes das eleições presidenciais do próximo ano.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A Candidata na Pessoa da Sra. Sara Zemmahi, quer provar o quê em exibindo-se vestida de Hijab?…… é fácil tirar conclusões !….quer incendiar ainda mais o que já arde !

    • O que ela quer é gradualmente transformar a França num país islâmico e já são milhões lá dentro a infestar a sociedade francesa tudo por culpa de décadas de governações irresponsáveis!

RESPONDER

"Um absurdo". Em 2424 vagas, só 2 professores com menos de 30 anos devem entrar nos quadros

O envelhecimento da carreira docente volta a fazer parte das reclamações da Federação Nacional de Professores (Fenprof), com o secretário-geral da entidade, Mário Nogueira, a revelar que, no próximo concurso de acesso aos quadros da …

Pfizer investiga pessoas vacinadas que contraíram a doença e estuda impacto da dose de reforço

A farmacêutica Pfizer vai realizar um estudo sobre um grupo de pessoas que depois de vacinadas contra o covid-19 contraíram a doença para determinar se é necessária uma dose de reforço. O anúncio sobre a investigação …

Vídeo da TAP a contratar em Espanha gera revolta. Companhia já abriu inquérito disciplinar

Numa altura em que o cenário do despedimento colectivo na TAP está na agenda política nacional, há um vídeo que revela o director de Recursos Humanos da companhia numa acção de recrutamento de trabalhadores em …

Defesa alega que Salgado tem “lapsos de memória” e “desgaste físico e emocional”

Os advogados apresentam um apanhado do que chamam do perfil psicológico do arguido, bem como as condições físicas em que atualmente se encontra. A contestação conta com 191 páginas. Tendo em conta o escrutínio público a …

"Errar é humano". Rui Moreira defende Medina das críticas (mas garante que no Porto não aconteceria algo semelhante)

Depois de Fernando Medina se ver envolvido no casos dos dados dos ativistas russos, Rui Moreira vem defender o seu homólogo dizendo que este não deverá abandonar a autarquia lisboeta. Em entrevista à TVI24, o Presidente …

"Cena de Kafka ou de Orwell". Bielorrússia exibe Protasevich em conferência de imprensa

As autoridades bielorrussas exibiram, esta segunda-feira, o jornalista Roman Protasevich, numa conferência de imprensa descrita pela oposição como uma "cena kafkiana" e realizada sob "coação". Esta segunda-feira, Roman Protasevich esteve presente numa conferência de imprensa do …

Pipa conhece interesse do Sporting e não descarta transferência

Gonzalo Ávila Gordon, mais conhecido por Pipa, tem sido observado pelo Sporting CP como opção para concorrer pelo lugar de Pedro Porro. "Vi as notícias, sei que o Sporting é o campeão português e um grande …

Fatura da luz vai aumentar já no próximo mês

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou um aumento nos preços da luz para as cerca de 954 mil famílias que são abastecidas no mercado regulado. A revisão entra em vigor a 1 de julho …

Num dia "incrivelmente positivo", Biden lançou avisos a Putin e teve uma reunião "muito boa" com a Turquia

O presidente dos EUA, Joe Biden, considerou a cimeira da NATO, realizada esta segunda-feira em Bruxelas, um dia "incrivelmente positivo", naquela que foi a sua primeira deslocação internacional desde que tomou posse. Joe Biden destacou, durante …

Portugal enfrenta a Hungria à procura de retomar onde Éder nos deixou

A seleção portuguesa de futebol inicia esta terça-feira a defesa do título no Euro2020, com o objetivo de superar a Hungria, 'outsider' do Grupo F, em Budapeste, antes dos complicados embates frente às favoritas Alemanha …