Autárquicas podem obrigar Parlamento a fechar por falta de deputados

PSD / Flickr

-

A Assembleia da República arrisca-se a encerrar as portas devido à falta de deputados, durante a campanha das eleições autárquicas que estão marcadas para 1 de Outubro.

Do total de 230 deputados do Parlamento, 47 são candidatos às eleições de Outubro, apurou o Diário de Notícias, realçando que os trabalhos na Assembleia da República poderão assim ter que ser suspensos.

Neste momento, só o PAN, representado por um único deputado, e o PCP não têm deputados envolvidos nas autárquicas.

O PS tem 23 deputados candidatos, de um total de 86, e o PSD tem 16 candidatos às autárquicas num total de 89 deputados. No CDS há quatro de um total de 18 deputados que concorrem às eleições e o BE tem 3 parlamentares candidatos às autárquicas.

O envolvimento dos deputados na campanha pode, desta forma, perturbar os trabalhos do Parlamento e, em última instância, levar a Assembleia da República a ficar parada, como aconteceu em 2009, ano de legislativas e de autárquicas, recorda o DN. Em 2013, o Parlamento também parou, durante alguns dias, aquando das últimas autárquicas.

A decisão de encerrar ou não o Parlamento deverá ser tomada em conferência de líderes, duas semanas antes da data das eleições.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Portugal no seu melhor! Como os deputados ganham pouco na AR, vêm-se obrigados (por motivo de extrema necessidade) a procurar um segundo tacho. Pobrezinhos…

    • Caro MA,
      A fonte da nossa notícia indicava que o número de candidatos do PSD era de 23, quando na realidade são 16.
      O total é efectivamente de 47 deputados candidatos nas autárquicas.
      Obrigado pelo seu reparo, está corrigido.

  2. Mas não há deputados suplentes nas listas, para substituir os que se encontram impedidos?
    Ou as listas em que votamos é só para encher o olho aos lorpas dos votantes?
    E se todos os deputados forem colocados nas Autarquias, o Parlamento fecha definitivamente?
    Temos de ir para Legislativas por falta de quorum?

  3. Mais uma vez se verifica quem são os partidos que valorizam o importantíssimo papel da Assembleia da República, onde tudo se decide no nosso sistema democrático.

  4. Como é possível alguém eleito pelo povo, ser candidato a outra eleição, sem deixar o cargo para o qual foi eleito?
    Andam a gozar com quem os elegeu?

  5. dou razao ao Sr. Nuno
    “Do total de 230 deputados do Parlamento, 47 são candidatos às eleições de Outubro, apurou o Diário de Notícias, realçando que os trabalhos na Assembleia da República poderão assim ter que ser suspensos.”
    porque nao alteram a lei?
    se foram nomeados pelo povo para que fossem representantes deles, nao podiam ser candidatos a outros cargo
    iam com os cargos ate ao fim.
    o que dá a entender é que andam atras de um “tacho”.
    os “cachopos” nao têm emprego e entram como deputados e depois saiem para ir para as câmaras e juntas de freguesias.
    é ir com os mandatos ate ao fim

  6. Na minha “máquina dão 46 os deputados envolvidos”. 23 do PS, 16 do PSD, 4 do CDS e 3 do BE, o que, segundo a minha matemática, totalizam 46. Admito que haja alguma falha de comunicação no meu PC, falha essa que tem a ver com a ausência de informação do ZAP, mas se não houver a conta está certa.
    Cumprimentos

RESPONDER

Estados Unidos autorizados a aplicar taxas sobre produtos europeus

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou oficialmente esta segunda-feira os Estados Unidos a aplicar taxas alfandegárias sobre 7500 milhões de dólares de importações oriunda da União Europeia devido aos subsídios dados à Airbus. A OMC …

Tribunal rejeita providência cautelar requerida pela Ordem dos Enfermeiros contra ministério

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa rejeitou a providência cautelar pedida pela Ordem dos Enfermeiros (OE) contra o Ministério da Saúde no processo de sindicância à OE, anunciou esta segunda-feira o Governo. Em comunicado, o …

Paraísos fiscais. Portugal transferiu 672 milhões em 2018

Os bancos a operar em Portugal transferiram 672 milhões de euros no ano passado para territórios que constavam das listas de offshores problemáticos da União Europeia. Em 2018, os bancos a operar em Portugal transferiram 672 …

Discurso da Rainha. Entre crime, saúde e imigração, o Brexit foi destaque

Várias propostas de lei relacionadas com o Brexit destacam-se no programa do governo britânico para os próximos meses apresentado esta segunda-feira pela rainha Isabel II no parlamento, o qual inclui a implementação de um eventual …

Conservadores polacos vencem legislativas com maioria absoluta

Os conservadores nacionalistas no poder na Polónia venceram as eleições legislativas com 45,16% dos votos, de acordo com os resultados oficiais que se referem à contagem de 82,79% das circunscrições. O partido conservador eurocético Lei e …

Ambulâncias rejeitadas no Hospital de Setúbal por sobrelotação das urgências

Ambulâncias que chegavam ao Hospital de São Bernardo, em Setúbal, durante a tarde de domingo, foram encaminhadas para outros hospitais. As urgências do centro hospitalar estavam sobrelotadas. Entre as 12h e as 16h30 deste domingo, o …

Professores regressam à greve ao trabalho extraordinário

A paralisação poderá comprometer as avaliações intercalares dos alunos, alertam os sindicatos que pedem o cumprimento do horário de 35 horas semanais. A greve dos professores ao trabalho extraordinário regressa esta segunda-feira às escolas, sem data …

Caos na Síria. Bombardeamentos turcos levam à fuga de centenas de militantes do Daesh presos

Cerca de 800 militantes do Daesh fugiram neste domingo da prisão de Ain Issa, de acordo com a administração autónoma curda, que acusa a Turquia de ter dado “cobertura aérea” para que a fuga fosse …

Supremo Tribunal espanhol reativa mandado de detenção europeu contra Puigdemont

Um juiz do Supremo Tribunal de Justiça espanhol, Pablo Llarena, aceitou o pedido do Ministério Público e reativou o mandado de detenção europeu para a extradição de Carles Puigdemont. O ex-Presidente do governo regional da Catalunha …

A partir de agora, os saldos têm mesmo que ser saldos

Já estão em vigor as alterações à lei relativa aos saldos e promoções. As novas normas definem que um produto vendido em saldo ou promoção não pode ter um preço mais alto do que o …