Parlamento britânico aprova eleições antecipadas

UK Parliament / Flickr

Theresa May, Primeira-Ministra britânica

Theresa May, Primeira-Ministra britânica

O Parlamento britânico votou, esta quarta-feira, a favor da moção proposta pelo Governo de antecipar as eleições legislativas para 8 de junho graças ao apoio da oposição.

A moção foi aprovada com 522 votos favoráveis e rejeitada por 13 deputados.

Nos termos da Lei do Parlamento de Prazo Fixo [Fixed Term Parliament Act], aprovada em 2011, as eleições legislativas são automaticamente realizadas de cinco em cinco anos, pelo que as próximas só estavam agendadas para maio de 2020.

Porém, a lei permite que o parlamento antecipe a data se dois terços dos deputados o aprovarem, como aconteceu hoje com a moção proposta pelo governo após um anúncio surpresa da primeira-ministra, Theresa May, na terça-feira.

O partido Conservador tem 330 deputados, menos 104 do que os 434 necessários para aprovar sozinho a proposta.

Porém, contou com o apoio do partido Trabalhista, que tem 229 assentos na Câmara dos Comuns, e dos Liberais Democratas, que possuem nove deputados.

Ainda assim, em todos os deputados seguiram a indicação dos respetivos partidos, alegando razões pessoais para votar contra eleições antecipadas.

O Partido Nacionalista Escocês (54 deputados) absteve-se.

No discurso de abertura do debate parlamentar à moção, a líder do partido Conservador afirmou que as eleições antecipadas são a melhor forma de assegurar a segurança e estabilidade necessária para assegurar o melhor acordo para o Reino Unido nas negociações do Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia.

A chefe do governo entende ser do “interesse nacional” realizar estas eleições agora, enquanto os restantes 27 Estados-membros da UE concertam a sua posição e as orientações para o Brexit.

Os líderes europeus reunir-se-ão em cimeira no dia 29 de abril, sendo esperado um documento com as orientações finais até ao final de maio.

“Cheguei à conclusão que a resposta para essa questão é organizar umas eleições agora, nesta janela de oportunidade antes que comecem as negociações”, vincou Theresa May.

Theresa May acusou partidos da oposição de se oporem e atrapalharem o trabalho do governo para o Brexit e entende que as eleições servirão para clarificar e reforçar a posição do executivo.

Na sua intervenção, o líder do partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, tentou desmontar as intenções da líder dos ‘Tories’.

“A primeira-ministra disse que convocou as eleições para que o governo possa negociar o ‘Brexit’. Nós tivemos um referendo que determinou esse mandado e o Parlamento votou aceitando o resultado”, lembrou.

Segundo Corbyn, “não há obstáculos à negociação do Governo, mas em vez meter mãos à obra, a primeira-ministra finge estar prisioneira dos Liberais Democratas, que alegadamente disseram que iriam travar o governo”.

O líder do principal partido da oposição acusou os Conservadores de quererem usar o Brexit para transformar o país “num paraíso fiscal de baixos salários”.

Pelo contrário, afirmou, o Partido Trabalhista “investirá em todo o país para criar uma economia de salários altos e qualificações elevadas em que todos partilhem as recompensas”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cunhado do rei de Espanha passa a regime de semiliberdade

A justiça espanhola concedeu esta quarta-feira o regime de semiliberdade ao cunhado do rei de Espanha, Inaki Urdangarin, que cumpre uma pena de prisão pelo seu envolvimento no caso de corrupção Nóos. Na prisão desde 18 …

"A Constituição não é uma vaca sagrada". Albuquerque reitera que as Presidenciais deviam ter sido adiadas

O chefe do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, reafirmou que as eleições presidenciais deviam ter sido adiadas, face ao estado de emergência no país. "A Constituição tem de ser instrumental, tem de estar ao serviço da …

Rio pede a António Costa para encerrar escolas já na quinta-feira

O presidente do PSD, Rui Rio, pediu esta quarta-feira ao primeiro-ministro, António Costa, que encerre as escolas, já a partir desta quinta-feira, como forma de conter a epidemia de covid-19. “Faço-lhe um apelo público para que …

PGR alega papel clarificador e transparente de diretiva sobre poderes hierárquicos no MP

A Procuradora-geral da República (PGR) garantiu esta terça-feira no parlamento que a recente diretiva sobre subordinação hierárquica teve unicamente um "propósito clarificador e de transparência" sobre aquilo que já era o relacionamento entre os escalões …

"A democracia prevaleceu". Joe Biden apela à união na tomada de posse como 46º Presidente dos Estados Unidos

O democrata Joe Biden tomou esta quarta-feira posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos, após ter feito o juramento de funções perante o presidente do Supremo Tribunal, John Roberts, nas escadas do Capitólio, em Washington. Joe …

Presidente da Suíça no topo dos salários. Marcelo no fim da lista

Uma lista elaborada com dados da IG - consultora britânica de mercados financeiros - revelou que quanto mais rico o país, em regra, mais alto é o ordenado do chefe de Estado, com o Presidente …

Novo estudo reitera eficácia da vacina da Pfizer contra variante britânica do coronavírus

Um novo estudo da empresa alemã BioNTech sugere que a vacina desenvolvida por esta e pela farmacêutica norte-americana Pfizer contra a covid-19 é também eficaz na variante do coronavírus que surgiu no Reino Unido. O estudo, …

Governo reúne-se com especialistas ainda esta quarta-feira

O Governo vai reunir-se ainda nesta quarta-feira com epidemiologistas. A informação foi inicialmente avançada pela TSF, sendo posteriormente confirmada pelo primeiro-ministro, António Costa, em Bruxelas. O encontro será presidido pela ministra da Saúde, Marta Temido, …

Charles Michel propõe "pacto fundador" para tornar Europa e EUA "mais fortes"

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, propôs esta quarta-feira ao novo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a criação de um “pacto fundador” para tornar a Europa e a América “mais fortes”. “No primeiro dia …

Mayan faz visita "surreal" a hospital fechado em Miranda do Corvo (e adverte para destruição económica e social)

O candidato presidencial apoiado pelo Iniciativa, Liberal Tiago Mayan Gonçalves, esteve na terça-feira em campanha nas instalações do hospital fechado de Miranda do Corvo, tendo-o apontado como um cenário “surreal” num dos períodos mais difíceis …