A pandemia roubou a nossa independência (e foi especialmente madrasta para os invisuais)

lifebeginsat50mm / Flickr

A pandemia de covid-19 afetou toda a gente, mas tem sido particularmente difícil para os invisuais, que são mais propensos a sofrer de depressão e solidão.

De acordo com um relatório do Royal National Institute of Blind People (RNIB), dois terços dos indivíduos com deficiência visual sentem que se tornaram menos independentes desde o início do confinamento – e tal pode ter um impacto negativo na saúde mental.

Meredith Wilkinson, professora de Psicologia da Universidade de Montfort, no Reino Unido, escreveu um artigo, publicado no The Conversation, no qual defende que os ajustes que muitas empresas e espaços públicos implementaram nos espaços como medida de prevenção podem tornar os lugares mais difíceis para os cegos se movimentarem.

Os invisuais criam representações espaciais dos ambientes nas suas cabeças. Se um determinado ambiente foi alterado para ajudar a controlar o novo coronavírus, as modificações podem interromper os mapas mentais.

No Reino Unido, o número de invisuais que frequentam lojas sozinhos diminuiu para metade durante o confinamento (caiu de 28% para 14%). Ao mesmo tempo, a proporção de pessoas que dependem de outra para fazer compras aumentou de menos de um quinto (18%) para quase a metade (49%).

Para remediar o problema, Wilkinson propõe que as lojas passem a oferecer um serviço de click-and-collect ou que não façam alterações no espaço.

Segundo o artigo assinado pela professora universitária, outra razão pela qual os deficientes visuais têm saído e interagido menos com pessoas é a preocupação com o distanciamento social.

Ter uma deficiência visual torna mais difícil evitar o contacto próximo com as pessoas, e não manter a distância social deixa os invisuais vulneráveis ​​a críticas, além de aumentar o risco de contrair covid-19.

Meredith Wilkinson destaca que os serviços de saúde mental estão a prestar um serviço muito importante aos deficientes visuais durante a pandemia, principalmente àqueles que se sentem isolados.

O Royal National Institute of Blind People tem à disposição um serviço de aconselhamento especializado de apoio emocional, e está também a criar mais oportunidades para pessoas invisuais comunicarem com outras pessoas, através da Internet ou por telefone.

Independentemente dos esforços, Wilkinson refere que estes serviços visam colmatar os sintomas do isolamento, mas não a causa. Por isso, defende, “é fundamental que tudo o que for implementado enquanto recuperamos da pandemia permita às pessoas recuperarem também a sua independência”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pedro Nuno Santos diz que PS não se pode comportar como se tivesse maioria absoluta

O ministro das Infraestruturas e da Habitação defendeu, este domingo, que o PS não se pode comportar como se tivesse maioria absoluta, mas sim colaborar com BE e PCP porque a geringonça "não pode ser …

Joan Laporta eleito presidente do Barcelona (e já falou sobre o futuro de Messi)

Joan Laporta foi eleito presidente do FC Barcelona, este domingo, sucedendo ao contestado Josep Maria Bartomeu, ao recolher 30.184 votos (54,28% do total), nas eleições para os órgãos sociais do clube espanhol. Joan Laporta, que já presidiu …

Há cargos de supervisão há anos por preencher. João Leão assume atrasos

O Ministério das Finanças assume atrasos na procura por supervisores. Não podem vir do setor bancário e é preciso encontrar mulheres. O gabinete do ministro das Finanças, João Leão, assume atrasos na procura por administradores para …

"Temos de nos preparar". Benfica vai pôr travão no investimento

Após ter gasto mais de 100 milhões de euros em transferências, Jorge Jesus antecipa que o SL Benfica, assim como as outras equipas, vai ter de pôr um travão no investimento. O Benfica foi um dos …

Áustria retira por precaução lote da vacina AstraZeneca após morte de vacinada

As autoridades austríacas suspenderam por precaução as inoculações com um lote da vacina da AstraZeneca. O lote retirado não é usado em Portugal. A Áustria anunciou, este domingo, a retirada por precaução de um lote da …

Amorim não quer surpresas e prepara nuances na estratégia da equipa

Rúben Amorim vai promover alterações na estratégia da equipa para evitar que a equipa se torne previsível na fase final do campeonato. A segunda volta do campeonato está em andamento e o Sporting CP lidera categoricamente …

Medina sondou BE e PCP para coligação. Levou uma nega, mas o futuro depende do sucesso de Moedas

Fernando Medina quis uma coligação pré-eleitoral com Bloco de Esquerda e o PCP, mas os partidos não aceitaram. No entanto, a hipótese poderá voltar a estar em cima da mesa de Carlos Moedas começar a …

"Não é descabido”. Candidato liberal a Lisboa admitiu que nacionalização da TAP podia ser "excelente opção"

Miguel Quintas, o recém-anunciado candidato da Iniciativa Liberal à Câmara Municipal de Lisboa, defendeu, no ano passado, que pensar numa nacionalização da TAP “não é de todo descabido” e que “tudo indica que poderá ser uma …

Mais de 3.500 túmulos descobertos em Xian, a "casa" do mítico exército de terracota

Uma equipa de arqueólogos encontrou milhares de túmulos e objetos de valor arqueológico na cidade chinesa de Xian, a capital da província de Shaanxi e a "casa" do mítico exército de terracota, descoberto no mausoléu …

Bruno Fernandes marca e Manchester United trava líder e rival City

O médio português Bruno Fernandes, de penálti, abriu caminho à vitória por 2-0 do Manchester United no dérbi com o City, na Liga inglesa de futebol, na primeira derrota dos 'citizens' após uma longa série …