Pacto secreto entre Salgado e Chávez rendeu ao BES 6,4 mil milhões de euros

José Sena Goulão / Lusa

Ricardo Salgado e Hugo Chávez celebraram um acordo secreto que levou a que várias empresas públicas venezuelanas investissem cerca de 6,4 mil milhões de euros no GES e no BES.

O ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez esteve em Portugal, em 2010, para encomendar um milhão e meio de computadores Magalhães a José Sócrates. O Correio da Manhã avança que, nessa sua visita a Portugal, o líder venezuelano celebrou outro acordo que nunca foi revelado publicamente até então.

Ricardo Salgado propôs a Hugo Chávez a criação de uma aliança estratégica entre o Grupo Espírito Santo (GES) e uma entidade o Governo venezuelano. Isto levou a que várias empresas públicas deste país sul-americano investissem no GES e no Banco Espírito Santos (BES) cerca de 6,4 mil milhões de euros.

O acordo foi revelado uma carta enviada por Temir Porras Ponceleon, secretário executivo do Fundo de Desenvolvimento Nacional da Venezuela, a Ricardo Salgado, em 2013.

“No âmbito da celebração da comissão mista Portugal – Venezuela, na qual foi assinado o acordo para a construção de dois barcos asfalteiros para PDVSA [Petróleos da Venezuela], o presidente da República Bolivariana de Venezuela e várias autoridades do nosso país foram abordados pelo Sr. Ricardo Salgado para que fosse criada uma aliança estratégica entre uma entidade pertencente ao governo da República Bolivariana e o Grupo Espírito Santo (GES)”, lê-se na carta.

A carta revela ainda que, numa reunião em junho de 2013, as duas partes acordaram que o Fundo de Desenvolvimento Nacional da Venezuela investiria 500 milhões de euros no capital social do GES no espaço de um ano.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. E o Ricardinho ainda continua à solta!
    Eh! Eh! Eh!
    E o “assobiador” continua preso no anexo ao prédio da PJ?!
    Ah! Ah! Ah!
    Ana Gomes!
    Dê já em cima desta associação de artistas, para quem todos os criminosos são iguais, mas alguns são mais iguais do que os outros! Isto tem de mudar!
    E depressa! Ou vem aí o Ventura…

  2. Relativamente a Ricardo Salgado e a dar crédito à sua situação actual, parece não existirem dúvidas pertinentes sobre a teia de corrupção em que está envolvido e, como tal, não deve surpreender a sua abordagem à Venezuela para aí estender os tentáculos. Por outro lado e
    como sabemos que o Novo Banco está na posse de alguns bons milhões de euros surripiados àquele País sul americano em virtude de sanções económicas ordenadas pela administração
    Trump a que a União Europeia e a Grã-Bretanha deram imediato aval, também não nos suscitará grandes e legítimas dúvidas que várias empresas públicas do referido país sul-americano tenham sido assediadas para investirem no GES e no BES.

  3. As empresas privadas teem como objectivo dar lucro…
    Os governos teem como obrigacao oferecer servicos a toda populacao, mesmo que de resultados negativos.

    Claro que Salgado ‘e rato velho, chavez queria jogar, todos ganharam e todos perderam..

Responder a etter Cancelar resposta

Líder do Volt é candidato à Câmara de Lisboa

Tiago Matos Gomes anunciou a sua candidatura à Câmara Municipal de Lisboa. É a primeira vez que o Volt Portugal vai a votos. O líder do recém-criado Volt, Tiago Matos Gomes, é o cabeça de lista …

Tribunal não consegue notificar informador do caso Tancos conhecido por "Fechaduras"

O Tribunal de Santarém não conseguiu notificar a testemunha Paulo Lemos, conhecido como "Fechaduras", para esta segunda-feira ser ouvido no processo de Tancos, onde chegou a ser arguido. No início da sessão, a decorrer no Centro …

“Ajudar o presidente a encontrar mulheres”. Deputada do PSD vai enviar lista de candidatas disponíveis para as autárquicas

No sábado, o líder do PSD Rui Rio afirmou que o partido tinha dificuldade em encontrar candidatas mulheres para as eleições autárquicas. Em resposta, Lina Lopes, coordenadora das Mulheres Social-Democratas, diz que não faltam mulheres …

Chega vai questionar Governo sobre "despesas supérfluas" da presidência da UE

O deputado único do Chega anunciou, no domingo, que vai questionar esta segunda-feira o gabinete do primeiro-ministro acerca das "despesas supérfluas" da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Em comunicado, André Ventura, que foi reeleito …

Ministra da Saúde alerta para continuidade de “três ameaças” da pandemia

A pandemia de covid-19 em Portugal continua a apresentar “três ameaças” apesar das medidas de restrição em vigor, adiantou hoje a ministra da Saúde, reservando o anúncio de eventuais medidas de desconfinamento para quinta-feira. Em declarações …

Portugal está "em condições invejáveis" de produzir hidrogénio verde, diz ministro do ambiente

"Estamos mesmo em condições invejáveis de sermos um grande produtor de hidrogénio verde", assegurou o ministro do ambiente e da ação climática, João Pedro Matos Fernandes, no terceiro de quatro debates do Expresso e da …

Biólogo defende que pandemia pode ter nascido de "erro honesto" em laboratório chinês

Professor de Princeton defende que não é possível descartar a possibilidade de que a pandemia tenha começado com uma fuga acidental num laboratório de virologia de Wuhan. A origem da pandemia de Covid-19 continua por apurar …

Israel reabre restaurantes e universidades após vacinar mais de metade da população

Israel, um dos países mais vacinados do mundo contra a covid-19, iniciou a terceira fase do desconfinamento, depois de o governo ter aprovado novas medidas que passaram a ser adotadas no domingo. Segundo avançou o Expresso, …

Mais 25 mortes e 365 novos casos nas últimas 24 horas

Os dados atualizados da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 25 mortes e 365 novos casos de covid-19. O boletim epidemiológico desta segunda-feira mostra que mantém-se a tendência de …

Ministra da Presidência lembra que desconfinamento será sempre "faseado e lento"

A ministra de Estado e da Presidência afirmou, este domingo, que o plano de desconfinamento será sempre "faseado e lento", dependendo da atuação do país e dos números concretos de cada momento. Em entrevista à SIC …