Os ossos de uma bruxa escocesa foram roubados (e as autoridades querem-nos de volta)

Centre for Anatomy and Human Identification / University of Dundee

Uma idosa escocesa acusada de bruxaria nos anos 1700 não descansa em paz – os seus ossos foram removidos do seu túmulo durante o século XIX para estudo e, mais tarde, desapareceram dos registos.

O seu crânio, exibido no Museu da Universidade de St. Andrews, na Escócia, e na Exposição do Império, em Glasgow, em 1938, também desapareceu no século XX.

Porém,a 31 de agosto, o 315º aniversário da suposta morte da bruxa, as autoridades escocesas realizaram um memorial pela mulher e reviveram a busca pelos seus ossos perdidos, de acordo com o The Washington Post.

A mulher, chamada Lilias Adie, morava em Torryburn, Fife, na Escócia, e morreu na prisão em 1704 depois de confessar – provavelmente sob tortura – lançar feitiços maliciosos aos seus vizinhos e ter relações sexuais com o diabo.

As autoridades de Fife anunciaram recentemente que estavam à procura informações sobre o paradeiro do crânio de Adie e o resto do seu esqueleto. Se encontrados, os restos mortais serão incorporados num monumento em comemoração aos milhares de homens e mulheres escoceses processados ​​e mortos como bruxas.

Embora Adie tenha morrido há mais de 300 anos, o seu rosto ressurgiu em 2017, como uma reconstrução digital criada pelo Centro de Anatomia e Identificação Humana da Escócia na Dundee University (CAHID). O artista forense e professor da CAHID Christopher Rynn realizou a reconstrução mostrou Adie com “um rosto bastante gentil”, disse Rynn, em comunicado.

Como o crânio de Adie não estava em lado nenhum, Rynn criou o modelo digital ao trabalhar com fotografias do crânio na coleção da Universidade de St. Andrews. Adie era apenas uma mulher velha e frágil – não o “monstro aterrorizante” que os seus vizinhos descreveram – e Rynn esculpiu o seu rosto com uma expressão amigável.

O túmulo de Adie fica numa praia de Torryburn, sendo exposto durante a maré baixa. O local foi originalmente coberto com uma pedra pesada, supostamente para impedir Adie de ressuscitar dos mortos para se vingar dos seus atormentadores. É o único local de enterro de uma bruxa conhecido na Escócia, embora aproximadamente 3.500 escoceses – a maioria mulheres – tenham sido julgados e executados como bruxas durante os primeiros anos do século XVIII.

Como tal, o túmulo solitário tem um significado especial na comemoração deste capítulo sombrio no passado da Escócia, disse em comunicado Julie Ford, vereadora de Fife. “É importante reconhecer que Lilias Adie e os milhares de outros homens e mulheres acusados ​​de bruxaria no início da Escócia moderna não eram os maus que a história os retratava. Eles eram vítimas inocentes de tempos não iluminados. Chegou a hora de reconhecermos a injustiça que lhes foi aplicada”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

AMA deixa a porta aberta para russos competirem como atletas neutros

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) considerou esta segunda-feira que dificilmente o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) anulará os quatro anos fora das competições internacionais com que sancionou a Rússia, devido a questões relacionadas com doping. A …

Portugal na pior posição de sempre no Índice de Desempenho das Alterações Climáticas

Portugal caiu oito lugares no Índice de Desempenho das Alterações Climáticas (CCPI), com o desempenho do país a descer em quase todas as categorias, segundo o "Índice 2020" divulgado esta terça-feira. Com a pior posição de …

Costa pede a Bruxelas que IVA da luz possa variar com consumo

O primeiro-ministro enviou, esta terça-feira, uma carta à presidente da Comissão Europeia solicitando a alteração de critérios do IVA da energia para permitir a variação da taxa "em função dos diferentes escalões de consumo". No debate …

Uma ode aos sem-abrigo. Banksy presenteia Birmingham com uma nova obra de arte

Desta vez, Banksy deixou a sua marca na cidade britânica de Birmingham. A nova obra de arte, composta por duas renas, é uma ode aos sem-abrigo e à solidariedade da cidade britânica. Numa parede da cidade …

Morreu o ator José Lopes. Amigos fazem apelo para pagar o funeral

Morreu o ator José Lopes, aos 61 anos. A notícia está a ser avançada por vários amigos e familiares através das redes sociais. O ator José Lopes, de 61 anos, terá sido encontrado dias depois de …

Governo Regional acusa República de dever à Madeira cerca de 427 milhões

A República detém uma dívida acumulada com a Madeira desde 2015 na ordem dos 427 milhões de euros, declarou o vice-presidente do Governo Regional. “Sobre a ajuda do Governo da República à Madeira temos vindo a …

Governo da Tunísia paga recompensas por denúncias de corrupção

O primeiro-ministro tunisino, Youssef Chahed, ofereceu esta segunda-feira recompensas até 50 mil dinares (16 mil euros) a quem denunciar situações de corrupção e colaborar com a Instância Nacional de Luta Contra a Corrupção (INLUCC). Ao discursar …

Sydney. Qualidade do ar perigosa devido a incêndios no leste da Austrália

A qualidade do ar em Sydney atingiu esta terça-feira um nível perigoso devido à densa camada de fumo proveniente dos incêndios florestais, no leste da Austrália, indicou o Departamento de Meteorologia australiano. "Os ventos fracos e …

Governo prevê superavit de 0,2% e crescimento de 2% em 2020

O líder parlamentar do Partido Ecologista “Os Verdes” revelou esta terça-feira que o Governo prevê para o próximo ano um excedente orçamental de 0,2% e um crescimento de 2%. José Luís Ferreira, líder parlamentar do Partido …

Meo e Nos vão subir preços de alguns serviços em 2020

Escreve o Jornal de Negócios esta terça-feira que a Meo e a Nos vão atualizar o tarifário de alguns dos seus serviços a partir de 1 de janeiro de 2020. A fatura dos clientes deverá …