Foto com Kim Jong-un revela “acidentalmente” mísseis secretos da Coreia do Norte

KCNA

A sombra de Kim Jong-un cobre um míssil Hwasong-13; atrás dos militares, aparece o desenho de um míssil balístico projetado para ser lançado por submarino

A Coreia do Norte revelou “acidentalmente” uma fotografia em que aparecem mísseis secretos.

À primeira vista parecia ser só mais uma fotografia de uma reunião entre Kim Jong-Un e militares. Foi divulgada pela KCNA, a agência estatal, como registo de uma visita rotineira de Kim a uma instalação da Academia de Ciências da Defesa.

No entanto, para os mais curioso e entendidos no assunto, esta não é só mais uma fotografia. A imagem revela detalhes de dois tipos de mísseis que vários especialistas já tinham especulado sobre se estariam na posse de Pyongyang.

São eles o Hwasong-13, um míssil balístico intercontinental, e o Pukguksong-3, um míssil balístico lançado por submarino. Segundo os analistas, nenhum dos dois foi testado até agora.

Segundo a BBC, analistas sul coreanos que analisaram a imagem concluíram que o Hwasong-13 é um míssil balístico intercontinental de três etapas. Diferente do Hwasong-14, que a Coreia do Norte testou no último dia 4 de julho, e que utilizava combustível líquido, o Hwasong-13 parece ser movido por um combustível sólido.

Segundo informou neste mês a KCNA, Kim ordenou que cientistas produzam mais mísseis com combustíveis sólidos e com ogivas nucleares, o que vem a ser confirmado pelos desenhos nas paredes retratadas na fotografia.

O Pukguksong-3, por sua parte, também utiliza combustível sólido e é uma versão de maior alcance que os Pukguksong-1 e 2, testados por Pyongyang em 2016. Para os especialistas, no entanto, a grande preocupação não é com estes mísseis, mas com possíveis armamentos secretos.

Revelação “acidental” ou nem por isso?

Com a publicação das fotografias, os especialistas asseguraram que esta não é a primeira vez que ocorre um vazamento “acidental” de informações. Segundo os analistas, esta é uma das estratégias tradicionais da Coreia do Norte para mostrar o seu poder militar e enviar mensagens a inimigos.

Shin Jong-woo, um especialista do Fórum de Defesa e Segurança da Coreia do Sul, assegurou a um jornal local que o país vizinho “tem uma história de exibir armas reais ou desenhos gráficos delas através de meios estatais para divulgar as suas proezas militares pelo mundo”.

A publicação das imagens aconteceu num momento “oportuno”: o terceiro dia de exercícios militares realizados pela Coreia do Sul e pelos Estados Unidos, aos quais Pyongyang se opõe veementemente.

KCNA

Mapa branco em foto divulgada em 2013 dizia ‘Plano para golpear o território continental dos Estados Unidos’

Há algumas semanas, quando Kim Jong-un ameaçou atacar bases americanas na ilha de Guam, no Pacífico, outras fotografias mostraram certas pistas. Uma imagem de Kim com sua cúpula militar mostrava de soslaio mapas da Base da Força Aérea de Andersen, em Guam.

Mas, segundo o jornal sul-coreano Chosun Ilbo, as fotografias da base tinham seis anos e são de domínio público no serviço de mapas do Google Earth. E acredita-se que a Coreia do Norte não tenha uma rede de satélites capaz de obter e enviar imagens de satélite.

Em 2013, circulou uma outra foto em que Kim aparecia com a sua armada militar e, no fundo, um mapa que dizia “Plano para atacar o território continental dos Estados Unidos” — com um dos mísseis apontando em direção a Austin, nos EUA.

O arsenal de mísseis da Coreia do Norte avançou da artilharia de foguetes derivada de modelos usados na Segunda Guerra Mundial para mísseis de largo alcance que, em teoria, poderiam chegar a território americano.

Mas, ainda que não esteja claro o quão avançado está o programa nuclear da Coreia do Norte, sabe-se que Pyongyang conta com um arsenal de mísseis de curto e médio alcance, que, ou já operam, ou foram testados.

Entre eles, estão os Hwasong e os Nodong, que, numa análise de 2016, o Instituto Internacional de Estudos Estratégicos afirmou serem “um sistema testado que pode alcançar toda a Coreia do Sul e grande parte do Japão”.

Além disto, a Coreia do Norte também tem um extenso arsenal de armas químicas, assegura o correspondente da BBC para assuntos diplomáticos Jonathan Marcus. Entre elas, acredita-se estarem os gases mostarda, sarin, de cloro e outros agentes.

Segundo um relatório do Departamento de Estado dos EUA enviado ao Congresso em 2015, o regime comunista também tem capacidade de produzir uma variedade de outros agentes químicos.

Acredita-se ainda que a Coreia do Norte possa ter armas biológicas, apesar de ter assinado, em 1987, a Convenção de Armas Biológicas – um tratado que proíbe a produção, o armazenamento ou qualquer tentativa de manipulação com este tipo de armas.

Uma investigação publicada pelo centro independente de pesquisa Council of Foreign Relations, com base nos EUA, também indica que o país asiático desenvolveu igualmente a capacidade para ciberataques, possivelmente com a ajuda da China e da antiga União Soviética.

“A maior parte das atividades cibernéticas utiliza infraestrutura de fora do país, em especial na China, e até certo ponto também enclaves em países como a Malásia”, diz a publicação.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Príncipe italiano vende massa fresca numa roulote nos Estados Unidos

O príncipe italiano Emanuele Filiberto é dono da "Princípe de Veneza", a única roulote que vende massa fresca em Los Angeles, nos Estados Unidos. Harry e Meghan Markle podem bem pôr os olhos neste exemplo de …

Há 140 anos, "choveu" carne nos Estados Unidos (e ainda não se sabe porquê)

Há 140 anos, em 1876, uma quinta no estado norte-americano de Kentucky testemunhou uma "chuva" de carne cuja origem permanece um mistério. Tudo começou quando, em 3 de março de 1876, a mulher do agricultor Allen …

"Posso sempre confiar" nos americanos. Coleção de cartas manuscritas da princesa Diana vai a leilão

Em 25 de junho de 1997, alguns meses antes da morte da princesa Diana em agosto, dezenas dos seus vestidos foram leiloados na Christie's, em Nova Iorque. Agora, algumas das suas cartas manuscritas sobre esse …

Governos desligaram a Internet centenas de vezes em 2019

Dezenas de Governos de todo o mundo desligaram os seus países da Internet de forma intencional mais de 200 vezes durante o ano passado, afetando milhões de utilizadores, revela um novo relatório do grupo de …

Falha de protocolo do Governo americano pode ter ajudado a espalhar o coronavírus

Uma whistleblower do Departamento de Saúde e Serviços Humanos norte-americano defende que uma falha no protocolo de saúde pública pode ter levado à disseminação do coronavírus dentro do país. Uma denunciante do Departamento de Saúde e …

Coronavírus pode fazer com que Liverpool não seja campeão inglês

O Liverpool pode não se sagrar campeão inglês devido ao surto do novo coronavírus. Caso o Governo britânico suspendesse a competição, os 'reds' poderiam não ser considerados campeões. O coronavírus continua a ameaçar o mundo inteiro …

Sissoco Embaló demite primeiro-ministro e ambos falam em "golpe de Estado"

Umaro Sissoco Embaló, candidato às presidenciais dado como vencedor pela Comissão Nacional de Eleições da Guiné- Bissau, e que quinta-feira tomou posse simbolicamente como Presidente do país, demitiu hoje o primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes. Num decreto …

"Neve sangrenta" está a cair do céu na Antártida

Nas últimas semanas, o gelo em redor da Base de Pesquisa Vernadsky da Ucrânia foi revestida com o que os investigadores chamam de "neve de framboesa". Uma publicação no Facebook do Ministério da Educação e Ciência …

Face Oculta: Sobrinho de Manuel Godinho diz que não se orgulha do que fez

O sobrinho do sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, disse hoje estar arrependido do que fez quando trabalhava para o tio nos negócios da gestão de resíduos. “Não me orgulho nada daquilo que …

Há uma "Greta" que nega as alterações climáticas: Naomi Seibt

Naomi Seibt é uma jovem alemã de 19 anos que é a voz dos negacionistas das alterações climáticas. As comparações com Greta Thunberg são inevitáveis. Greta Thunberg tem sido provavelmente a voz mais ativa no que …