Operação Teia. Joaquim Couto sai com caução de 40 mil euros

Joaquim Couto / Facebook

Joaquim Couto, presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso (c)

O presidente da Câmara de Santo Tirso vai ser libertado mediante o pagamento de uma caução. A sua mulher, Manuela Couto, fica em prisão domiciliária.

O presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, vai ser libertado mediante o pagamento de uma caução de 40 mil euros para ficar a aguardar julgamento em liberdade. A sua mulher, Manuela Couto, assim como Miguel Costa Gomes, presidente da Câmara de Barcelos, ficam em prisão domiciliária.

Segundo avança o Observador, foram estas as medidas de coação do juiz Nuno Ribeiro, titular dos autos da Operação Teia no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, para os arguidos que estava detidos desde o dia 29 de maio.

No sábado, o Ministério Público pediu prisão preventiva para Joaquim Couto e Manuela Couto. Já para o presidente da Câmara de Barcelos, o procurador do Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto pediu a prisão domiciliária com pulseira eletrónica, adianta o jornal Público.

No domingo foi conhecida a renúncia do presidente da Câmara de Santo Tirso que, além de deixar a chefia, abandonou também todos os cargos no Partido Socialista (PS). Desta forma, deixou a liderança da concelhia do PS de Santo Tirso, a comissão política nacional do partido e a presidência da mesa da comissão política distrital do Porto dos socialistas.

Joaquim Couto é suspeito de dois crimes de corrupção ativa, de quatro crimes de tráfico de influência e de três crimes de peculato. Manuela está indiciada por dois crimes de corrupção ativa e Miguel Costa Gomes viu o Ministério Público imputar-lhe a alegada prática de um crime de corrupção passiva.

Os três detidos entraram no Tribunal de Instrução Criminal do Porto pouco antes das 17h e, praticamente ao mesmo tempo, entravam pela porta principal Laranja Pontes e o seu advogado, Pedro Ávila.

O presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, que também foi detido na semana passada, foi libertado na passada sexta-feira, tendo ficado obrigado ao pagamento de uma caução de 20 mil euros e indiciado por um crime de corrupção passiva.

A Operação Teia centra-se nas autarquias de Santo Tirso, Barcelos e no Instituto Português de Oncologia do Porto, e investiga suspeitas de corrupção, tráfico de influência e participação económica em negócio, traduzidas na “viciação fraudulenta de procedimentos concursais e de ajuste direto”, segundo comunicado da Diretoria do Norte da Polícia Judiciária, o órgão de polícia criminal que apoia o Ministério Público neste caso.

Esta segunda-feira, a defesa de Joaquim Couto apresentou os documentos que comprovam as renúncias no tribunal, tendo o juiz de instrução adiado das 14h para as 17h a divulgação das medidas de coação.

No centro deste caso, está o ex-autarca de Santo Tirso e a mulher, gestora de um grupo de cinco empresas da área da comunicação, suspeitos de trocarem influência política pelo favorecimento das empresas que controlavam.

Laranja Pontes é suspeito de favorecer empresas de Manuela Couto, em troca da influência política do casal para se manter em funções, enquanto Miguel Costa Gomes beneficiaria as várias empresas controladas pela empresária, para obter a ajuda do casal Couto nas suas aspirações políticas, nomeadamente para chegar à chefia da Federação do PS de Braga.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Tão fofos !

    3 ou 4 dias lá dentro e tá bom, pode retomar a actividade, mas não se esqueça, tente ser menos lambão e mais discreto para a próxima !

    • E ler as noticias antes de as comentar?!
      “No domingo foi conhecida a renúncia do presidente da Câmara de Santo Tirso que, além de deixar a chefia, abandonou também todos os cargos no Partido Socialista (PS). Desta forma, deixou a liderança da concelhia do PS de Santo Tirso, a comissão política nacional do partido e a presidência da mesa da comissão política distrital do Porto dos socialistas.”
      Pois é Tó Zé…

RESPONDER

André Ventura vai pedir suspensão temporária do mandato no Parlamento

O deputado do Chega vai pedir, em setembro, a suspensão do mandato parlamentar até fevereiro do próximo ano para se dedicar às campanhas eleitorais da região dos Açores e das Presidenciais. Em declarações à agência Lusa, …

Governo abre concursos para 800 novos técnicos especializados nas escolas

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados, um reforço de recursos humanos "englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo". "As escolas vão poder contratar …

Macron em Beirute: "Se não houver reformas, Líbano continuará a afundar-se"

O Presidente francês chegou, esta quinta-feira, a Beirute, no Líbano. É o primeiro chefe de Estado a visitar o país depois das explosões que destruíram parte da capital.  Emmanuel Macron aterrou no Líbano, esta quinta-feira, e …

"Eu disparei". Neonazi alemão confessa ter matado autarca Walter Lübcke

Um neonazi alemão confessou hoje em tribunal ter matado o autarca Walter Lübcke em 2019, homicídio que chocou o país e fez ressurgir o debate sobre a violência de extrema-direita na Alemanha. "Eu disparei" sobre Walter …

Há 16 anos que não havia tão pouca água na albufeira do Alqueva

É preciso recuar ao ano de 2004 para encontrar uma altura em que esta albufeira tenha tido menos água do que agora, que corresponde apenas a 63,8% do seu nível de pleno armazenamento. De acordo com …

CTT passam de lucros a prejuízos de dois milhões de euros

Os CTT registaram, no primeiro semestre deste ano, prejuízos de dois milhões de euros, o que compara com lucros de nove milhões de euros em igual período de 2019. "O resultado líquido foi de -2 milhões …

Equipa do ciclista em estado grave vai apresentar queixa-crime contra o rival

O diretor da equipa Deceuninck-Quick Step confirmou, esta quinta-feira, que vai apresentar uma queixa-crime contra o ciclista Dylan Groenewegen, face à sua responsabilidade na grave queda de Fabio Jakobsen no Tour da Polónia. "Confirmo as mensagens …

Caso do negócio das golas antifumo já tem 18 arguidos

O processo sobre a alegada corrupção no negócio das golas antifumo já tem 18 arguidos, entre os quais o ex-secretário de Estado da Proteção Civil, Artur Neves, e o presidente da Proteção Civil, Mourato Nunes. A …

Farmacêutica Pfizer inicia ensaio clínico de vacina para covid-19 com 30 mil participantes

A farmacêutica norte-americana Pfizer e a biotecnológica alemã BioNTech iniciaram um ensaio clínico de uma potencial vacina para a covid-19 envolvendo cerca de 30 mil participantes, foi anunciado na quarta-feira. Segundo noticiou a agência Lusa, …

Portugal regista mais três mortes e 213 novos casos de covid-19

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 213 novos casos de covid-19 em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS). Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde, dos 213 …