OMS alerta que vírus está a mudar, mas não perdeu potência

Alejandro Garcia / EPA

Apesar de o novo vírus estar a mudar, não há nenhuma indicação de que as mudanças signifiquem alterações na transmissibilidade e na gravidade.

O novo coronavírus está a mudar, mas não perdeu potência, não se transmite menos nem a doença que provoca está menos grave, afirmou esta quinta-feira a principal responsável técnica da Organização Mundial de Saúde no combate à pandemia da covid-19.

“São mudanças naturais que se esperam de um vírus RNA, mudanças que esperamos. Não vimos nenhuma indicação de que estas mudanças signifiquem alguma mudança na transmissibilidade e na gravidade” da covid-19, afirmou Maria van Kerkhove em conferência de imprensa a partir da sede da organização, em Genebra.

A epidemiologista norte-americana afirmou que “há um grande grupo de cientistas que está a olhar muito cuidadosamente para este vírus e para o que estas mudanças significam realmente, se é que significam alguma coisa”. Maria van Kerkhove falava após o segundo fórum sobre a covid-19 promovido pela OMS, que se realizou quinta e quarta-feira.

Afirmou que um dos desafios que se coloca para conhecer melhor o vírus é “com que frequência alguém que não tem sintomas e nunca os desenvolve é capaz de transmitir [a covid-19] a outra pessoa”.

“Sabemos desde fevereiro que uma pessoa pode estar infetada, não ter sintomas e transmitir a outras, o que foi confirmado por estudos e investigação muito pormenorizada que ainda decorre”, indicou.

“O que estamos a tentar perceber melhor é a importância relativa do momento em que as pessoas contagiam outras. Sabemos que este vírus se transmite através de gotículas respiratórias, com mais frequência quando as pessoas têm sintomas, mas também pode acontecer mesmo antes de desenvolverem sintomas ou ao mesmo tempo que surgem, ou seja, quando ainda são ligeiros”, referiu.

No entanto, a transmissão “também pode acontecer quando as pessoas estão infetadas e não desenvolvem quaisquer sintomas, o que torna as medidas de controlo da pandemia muito mais desafiantes“.

Maria van Kerkhove destacou que a forma de contágio mais prevalente continua a ser “contacto prolongado com alguém infetado” e que a OMS regista “com alarme eventos de supercontágio” em ambientes fechados como lares de idosos, hospitais, fábricas de processamento de carne ou edifícios de culto.

Desde o primeiro fórum científico promovido pela OMS, a gravidade da doença parece ter-se mantido consistente com o que se verificou primeiro na China, onde o novo coronavírus apareceu: “20% dos doentes desenvolvem uma forma grave da doença, o que se tem confirmado ao longo do tempo”.

No entretanto, os cientistas descobriram que medicamentos como esteroides corticais – como a dexametasona – tiveram resultado na redução de mortalidade de doentes mais graves, mas é preciso “perceber melhor” por que razão isso acontece, apontando-se para um efeito destes medicamentos em reações inflamatórias que afetam os doentes e que aumentam a gravidade da covid-19.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Escassez de matérias-primas deverá aumentar preço dos alimentos entre 5% e 10%

As matérias-primas agrícolas sobem com a conjugação do maior consumo e menor oferta por força das más colheitas em países como o Brasil e França, atingidos pelo mau tempo. Desta forma, prevê-se que, nos …

Portugal é o país da União Europeia com mais confiança nas vacinas

Portugal é o país da União Europeia (UE) onde a população tem mais confiança nas vacinas contra a covid-19, com 95% dos inquiridos a considerarem as vacinas seguras, segundo um Eurobarómetro publicado esta quinta-feira pela …

Estas são as dez profissões mais bem pagas em Portugal

O ManpowerGroup fez o levantamento das das dez profissões mais bem pagas do país. Esses profissionais recebem até 150 mil euros por ano. Com base no levantamento das dez profissões mais bem pagas do país, fornecido …

Nave espacial chinesa com três astronautas acopla na nova estação espacial

A nave espacial chinesa que partiu ao início do dia de hoje com uma tripulação de três pessoas já acoplou na nova estação espacial da China, para uma missão de três meses, noticia a imprensa …

Vagas só vão aumentar nos cursos com notas mais altas

Para já, apenas os cursos procurados pelos alunos com médias mais elevadas vão poder aumentar o número de vagas disponíveis no concurso nacional de acesso deste ano. De acordo com o jornal Público, o Governo afastou, …

Novo Banco. "O que a Caixa deseja é que este processo acabe"

O presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD) disse, esta quarta-feira, no Parlamento, que o desejo do banco público é que o processo relativo ao financiamento ao Novo Banco acabe. "O que, pessoalmente, a Caixa …

Boris Johnson diz que ministro da Saúde “não tem salvação possível” em mensagens reveladas por ex-assessor

Boris Johnson terá enviado mensagens escritas a um dos seus principais assessores, Dominic Cummings, onde descrevia o ministro da saúde como “sem porra de salvação possível”. Esta quarta-feira, as fotografias das mensagens trocadas entre Johnson e …

Portugal tem o dobro dos casos de covid-19 que existiam há um ano

O número de casos de covid-19 ativos em Portugal neste momento é mais do dobro do que há um ano atrás. A média diária de novos casos é quase o triplo. Apesar de 42% da população …

Sporting prestes a garantir contratação de Daniel Wass, antigo lateral do Benfica

O Sporting está muito perto de garantir a contratação de Daniel Wass ao Valência. O dinamarquês já passou pelo Benfica e pode custar agora 2 milhões de euros. Depois de as negociações com o Sporting de …

Portugal com testes negativos à covid-19 antes do jogo com a Alemanha

Os jogadores, equipa técnica e restantes membros da seleção tiveram resultados negativos nos testes à covid-19, realizados três dias antes do jogo com a Alemanha, revelou, esta quinta-feira, fonte oficial da Federação Portuguesa de Futebol …