Oficial: Rangnick é o novo treinador do Manchester United (mas não é para já)

Trio de internacionais portugueses passará a ser liderado pelo alemão… quando o técnico tiver autorização para trabalhar no Reino Unido. United agradeceu publicamente a colaboração do Lokomotiv Moscovo.

Ralf Rangnick será o novo treinador do Manchester United. O clube de Old Trafford confirmou os rumores dos últimos dias e, em comunicado, anunciou a contratação do alemão, nesta segunda-feira. Será treinador durante esta época e consultor nas duas temporadas seguintes.

Ralf assina contrato válido (enquanto treinador) até Junho de 2022 mas é apresentado como um treinador interino. É o segundo sucessor “interino” de Ole Gunnar Solskjær, depois de Michael Carrick ter liderado a equipa nos dois últimos jogos: vitória contra o Villarreal por 2-0 e empate a um golo com o Chelsea, ambos fora de casa.

O Manchester United confirmou a chegada do alemão mas o novo treinador só vai começar a trabalhar quando a burocracia deixar. No início e no final do comunicado, o United sublinha que ainda espera pela habitual autorização de trabalho emitida pelo Governo local; até lá, Michael Carrick continuará a ser o líder do plantel.

“Estou entusiasmado por me juntar ao Manchester United e estou focado em transformar esta época numa época de sucessos. Há muito talento no plantel, que tem um óptimo equilíbrio entre juventude e experiência. Nos próximos seis meses vou ajudar os jogadores a potencializarem as suas qualidades, quer individualmente, quer como equipa”, declarou o novo treinador.

Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes e Diogo Dalot vão assim contar com o agora antigo director-desportivo do Lokomotiv Moscovo – o United agradeceu publicamente a colaboração dos russos nesta mudança.

Ralf Rangnick iniciou a sua carreira de treinador em 1983 e entretanto passou por 12 equipas, incluindo Estugarda, Schalke 04, Hoffenheim e Leipzig. Levou o Ulm o Hannover até à primeira divisão nacional e conquistou a Taça Intertoto, pelo Estugarda. Nunca foi campeão nacional da primeira divisão.

Adepto da pressão alta e uma inspiração para Thomas Tuchel (Chelsea), Julian Nagelsmann (Bayern) e Jürgen Klopp (Liverpool), o seu percurso enquanto treinador de futebol tem sido intermitente.

Nos últimos 10 anos só foi treinador durante duas épocas, ambas no Leipzig, embora espaçadas. Passou mais tempo como director na Red Bull do que como treinador (o Leipzig pertence à Red Bull). Estava em Moscovo desde Julho deste ano.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.