É oficial. EUA mataram Abu Bakr al-Baghdadi, líder do Estado Islâmico

(cv) The Telegraph

Donald Trump acaba de confirmar a morte de Abu Bakr al-Baghdadi. O líder do Daesh fez-se explodir num túnel enquanto fugia dos militares norte-americanos.

Abu Bakr al-Baghdadi, líder do Estado Islâmico, de 48 anos, foi morto numa operação militar dos Estados Unidos no nordeste da Síria, anunciou este domingo Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos.

Na declaração, Trump afirmou que não houve vítimas entre as forças americanas. “Os EUA fizeram justiça e capturaram o terrorista mais perigoso do mundo“, disse o governante, citado pelo Diário de Notícias, considerando que a captura de Baghdadi era uma prioridade da sua administração.

A informação já tinha sido avançada este domingo por vários meios de comunicação norte-americanos, incluindo o The New York Times, Fox News, CNN, The Washington Post, que citavam várias fontes diferentes ligadas à cúpula do exercito norte-americano.

O líder do Estado Islâmico terá sido morto num ataque cirúrgico das forças norte-americanas. A CNN informa que a confirmação final da morte está dependente apenas da chegada dos resultados de ADN e outras provas biométricas que os militares realizaram no terreno.

O The New York Times avança que o ataque ocorreu na província de Idlib, a cerca de 160 quilómetros da fronteira com o Iraque, zona onde Baghdadi estaria escondido há vários meses.

“Os EUA fizeram justiça e capturaram o terrorista mais perigoso do mundo”, afirmou Donald Trump. Segundo o Diário de Notícias, quando foi encontrado pelas tropas norte-americanas, o líder do Estado Islâmico fugiu com três dos seus filhos pequenos, e quando se viu encurralado num túnel sem saída, ativou o colete de explosivos, causando não só a sua morte como também das crianças.

“A última noite foi uma noite importante para os Estados Unidos e para o mundo. Um assassino implacável foi eliminado e não irá fazer mais vítimas. Morreu como um cão“, afirmou. “Não morreu como um herói, morreu como um cobarde”, disse Trump, sublinhando que Baghdadi morreu “a gemer, a gritar e a chorar”.

Entretanto, o general Mazloum Kobani, responsável máximo das Syrian Democratic Forces (SDF) também já se pronunciou sobre o assunto. Segundo o Observador, através da sua conta de Twitter, este domingo, Kobani celebrou uma operação “bem sucedida e histórica” que juntou essa força militar com a dos Estados Unidos.

A operação ocorreu num momento de intensa atividade militar no norte da Síria. O regime sírio e o aliado russo aceleraram o envio de tropas para a fronteira sírio-turca, enquanto os norte-americanos anunciaram o reforço militar numa zona de petróleo mais a leste.

Esta foi uma das mais importantes operações militares a visar um líder extremista desde a morte a 02 de maio de 2011 de Osama Bin Laden, líder da Al-Qaeda, às mãos das forças especiais norte-americanas, no Paquistão.

Abu Bakr al-Baghdadi é um dos homens mais procurados do mundo. Em outubro de 2011, os Estados Unidos designaram-no oficialmente como “terrorista” e ofereceram uma recompensa de 10 milhões de dólares, cerca de 9 milhões de euros, por informações que pudessem levar à sua captura.

Em 2010, al-Baghdadi emergiu como líder da Al-Qaeda no Iraque, um dos grupos que se fundiram com o Estado Islâmico, e ganhou destaque durante a tentativa de fusão com a Frente al-Nusra, na Síria.

Segundo o DN, e de acordo com vários relatos, Baghdadi é um estratega bastante organizado. Em abril deste ano, o Estado Islâmico divulgou um vídeo de um homem dizendo ser Baghdadi, confirmando que ainda estava à frente do Estado Islâmico e que os ataque iriam continuar.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • Nunca ouviu que “Pode-se matar um homem, mas nunca uma ideia”………Infelizmente!…… outros tarados estão prontos para dar continuidade a estas aberrações !

      • Tem a certeza absoluta que ele morreu. Basta procurar na c.s e ele já morreu em 2014, 2015, 2017 e 2018. Em 219 novamente. Outros tantos funerais. O tipo tem mais vidas que os gatos que eu conheço. E a primeira mentira de trumpas? A análise ao seu adn foi feita em 15 min.!!!!!!!! Impossível. Nenhuma análise do género publicamente e cientificamente pode ser feita em tão curto espaço de tempo. Há mais mentiras, basta procurá-las.

  1. A frase ” morreu como um cão ” é que não me parece muito correcta pois não conheço nenhum animal cão ou não, capaz das atrocidades desse ser!….
    Ele morreu como qualquer humano deveria morrer quando se faz tanto mal!
    Essa coisa, até os filhos matou por isso coração era algo que ele não teria!
    Não se perdeu nada!

    • Totalmente de acordo, é uma expressão no mínimo estúpida, mas pronto, quem a disse tambem não prima propriamente pela inteligência, refiro-me ao Trump.
      Quanto ao terrorista, é de lamentar que as crianças inocentes tenham morrido à conta do fanatismo doentio e ao ódio incontrolável do pai.

RESPONDER

Em 2020, o Ártico teve a segunda menor extensão de gelo já registada

A 15 de setembro de 2020, o gelo do mar Ártico atingiu a sua extensão mínima anual, a segunda menor já registada. A região do Ártico em geral está a aquecer três vezes mais depressa …

Assassinato em série por resolver. Vacas podem estar a pisar coalas até à morte

Afinal, as vacas podem não ser herbívoros inofensivos. Um novo estudo revela que estes animais podem estar a pisar - e a matar - coalas em toda a Austrália. Os coalas enfrentam muitas ameaças, mas raramente …

Em apenas dois dias, duas mulheres "dalit" morreram vítimas de violação na Índia

De acordo com a polícia local, uma segunda mulher dalit morreu na Índia após ter sido violada por dois homens. Outro caso semelhante aconteceu esta semana, depois de uma jovem de 19 anos, do mesmo …

A Casa Branca contratou para a NOAA cientistas que defendem que as mudanças climáticas "são uma mentira"

Funcionários do governo norte-americano terão abordado cientistas com historial de críticas regulares sobre as mudanças climáticas causadas pelo homem, aos quais foram propostos cargos de gestão na NOAA. Segundo especialistas citados pela E&E News, esta …

United quase pede para Dalot sair

Adeptos pensavam que o português nunca mais ia jogar pela equipa principal do Manchester United. Jogou na Taça da Liga e não convenceu. O Manchester United seguiu para os quartos-de-final para a Taça da Liga inglesa, …

Testemunhas revelam que agentes de inteligência dos EUA consideraram sequestrar (e envenenar) Assange

Testemunhas anónimas revelaram em tribunal que planos para envenenar ou sequestrar Julian Assange da embaixada do Equador foram discutidos entre fontes da inteligência dos Estados Unidos e uma empresa de segurança privada que espiou o …

"Assassino do Twitter" assume ter matado 8 mulheres que partilharam pensamentos suicidas

O caso está a chocar o Japão. Perante o Tribunal de Tóquio, Takahiro Shiraishi declarou-se culpado, após ter assassinado e esquartejado oito mulheres e um homem em 2017. O assassino conheceu as vítimas através da rede …

"Como me mudar para o Canadá?" É o que os norte-americanos querem saber depois do debate presidencial

Depois do debate presidencial ficar marcado por diversas interrupções e insultos entre os candidatos à Casa Branca, são muitos os americanos a sentirem-se tentados a abandonar o país, e já escolherem o destino: o Canadá. Ao …

"Não toleramos insultos": Equipa abandona jogo decisivo ao intervalo

Comentário sobre a homossexualidade de um futebolista antecipou o final de um jogo de futebol. A mesma equipa tinha protestado outro encontro devido a insulto racista. O jogo de futebol entre San Diego Loyal e Phoenix …

Cofina condenada a pagar 3 milhões de euros ao Fisco

A Cofina, que detém o Correio da Manhã, a CMTV, a Sábado e o Jornal de Negócios, vai ter de pagar três milhões de euros à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) após ter perdido o …