Ex-oficiais nazis terão formado exército secreto após a 2ª Guerra Mundial

Documentos escondidos durante anos nos arquivos da Agência de Inteligência da Alemanha, Bundesnachrichtendienst (BND), revelam planos secretos de 1949, criados por veteranos da Waffen-SS e da Wehrmacht – o conjunto das Forças Armadas da Alemanha no Terceiro Reich -, para formar uma força paramilitar com 40 mil combatentes.

Os documentos descobertos pela revista alemã Der Spiegel revelam igualmente que as forças de ocupação dos aliados não sabiam sobre o plano, no qual diversos ex-generais nazis poderiam se tornar comandantes das Forças Armadas da Alemanha Ocidental – Bundeswehr -, noticiou a Sputnik na segunda-feira.

O plano teria o apoio dos ex-generais do Terceiro Reich, como Hans Speidel, que foi nomeado chefe das forças terrestres da NATO na Europa Central em 1957, e Adolf Heusinger, o primeiro inspetor geral da Bundeswehr.

Na ocasião, a ideia da criação de um exército secreto foi de Albert Schnez, um ex-coronel da Wehrmacht, que, posteriormente, tornou-se oficial da Bundeswehr, segundo a revista National Interest.

Dessa maneira, Albert Schnez pretendia formar um exército composto por oficiais experientes, formando divisões de núcleos de combate.

Segundo revela o documento, o então chanceler Konrad Adenauer, foi informado sobre o exército secreto em 1951, quando ordenou que os seus espiões monitorizassem o grupo. No entanto, não tomou qualquer medida para interromper as ações da organização.

TP, ZAP //

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Dificilmente pode ser considerado secreto quando se trata do próprio exército da Republica Federal da Alemanha. Nada tem de secreto. A RFA integrou, reconheceu as patentes e entregou funções de comando aos antigos oficiais nazis. Nenhum governo de Bona pôs isso em causa e nunhum aliado da NATO tampouco.
    Em contraste quando da absorção da Republica Democrática Alemã, os seus elementos foram privados de patentes, e até mesmo das reformas. O que mostra bem quem é considerado um perigo para o Status quo.

    • Adicionalmente, ser oficial da Wehrmacht, ou mesmo das Waffen SS, não faz deles NAZIS implicitamente.
      A maioria destes militares não eram mais do que isso mesmo,…militares.
      E se alguma vez foram seleccionados para cargos em instituições nacionais, ou supranacionais, foi talvez pela qualidade das suas competências.
      Aliás, nem percebo o sentido desta notícia (se é uma notícia, de todo)

    • Lamento dizer-lhe mas está equivocado. Se alguma benevolencia poderia encontrar-se para as Wermacht nunca para as Waffen SS constituídas pelo que de mais confiança existia para o partido nazi. E portanto nazis sim que espalharam o terror por onde passaram tal como em Oradour-sur-blanes.
      Não estamos a falar de militares que só cumpriam ordens

      • O Klaus Barbie até foi trabalhar para os americanos enquanto agente secreto até meados da década 70 e apenas em meados da década de 80 foi extraditado para julgamento!!! E olhe que há quem diga que era o pior deles todos!

        • O Barbie foi trabalhar para CIA, mas quantos ex-oficiais nazistas não trabalharam também para União Soviética? O próprio projeto da Ak-47 foi baseado no fuzil de assalto alemão STG-44.

  2. A história sempre se repete. A versão válida e definitiva, é sempre dos vencedores. Tudo acontece ou deixa de acontecer de acordo com as conveniências. Von Braun, foi importantíssimo para os gringos USA. Klaus foi importante por um período, depois, continuou sendo para acertos com gringos Judeus. Em verdade, os profissionais alemães, lutavam por missão patriótica e dever militar.

  3. O Klaus Barbie (o conhecido carniceiro de Lyon) foi um entre tantos. Não sei se o pior mas o epíteto diz muito. Mas este fugiu esteve longe, o pior são os que foram “desnazificados” (o que eu nem sei o que seja) e continuaram alegremente no exército da RFA. Se o dever patriótico dos militares alemães foi matar e perseguir populações civis, mandar para os campos de extreminio milhões de pessoas homens, mulheres, crianças, judeus, ciganos, eslavos, homossexuais, e todos os que se colocassem contra o regime nazi (particularmente os comunistas), sendo que muitos até eram de nacionalidade alemã…. Então estamos conversados. Nem é necessário acrescentar qualquer palavra sobre nazi e seu conceito de patriotismo.

  4. Interessante!!! Todos NÓS fazemos uma SUPOSTA análise da história sob NOSSA ótica olhando pelo RETROVISOR!!! Será que se fôssemos ALEMÃES, sobrevivendo como MENDIGOS, em plenos anos 20, passando FOME, tendo mais da metade da população do país SEM TRABALHO e SEM RENDA, tendo a parte MAIS RICA EM MINERAIS do ppaís sob controle e comando e exploração da FRANÇA, ficando DESPROVIDOS de carvão para sobreviver no INVERNO terrível da época, com as atividades do AGRONEGÓCIO comprometidas pela absoluta falta de RENDA e de investimentos por parte de um GOVERNO que tinha que pagar 10 BILHÕES DE MARCOS EM OURO para os vencedores da 1a guerra… Será que QUALQUER UM de nós pensaria como PENSAMOS HOJE??!!!

    • Sou pobre e miserável, vou culpar homens chamados Carlos e tornar isso a minha base política e eleitoral. Ainda bem que não vê problema nenhum com isso.

    • Pois, coitadinhos…
      Eu pensaria logo no teu extermínio nas câmaras de gás e roubaria tudo que é teu e da tua família!!
      Faz todo o sentido!…

  5. Se trabalhaste para Nazis, vou-te chamar Nazi e não vou prolongar a minha interação contigo. Guardo a minha empatia para quem a merece.

RESPONDER

"Agregar, agregar, agregar". Se vencer, Pinto Luz conta com Rio e Montengro

O candidato à liderança do PSD Miguel Pinto Luz disse que caso vença as diretas de 11 de janeiro quer contar os seus adversários nesta corrida - o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o …

Açores são o único arquipélago do mundo com certificado de destino turístico sustentável

Os Açores são a primeira região do país certificada como destino turístico sustentável, distinção atribuída a apenas 13 regiões no mundo e entregue esta quinta-feira com a categoria de "prata" pela certificadora Earthcheck. "É com profundo …

Kendrick Lamar atua em data extra do Alive

O rapper norte-americano Kendrick Lamar vai atuar a 8 de julho, num dia extra do festival Alive, no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras. Esta será a terceira vez que o rapper atua em Portugal, tendo …

Hugh Grant em campanha porta a porta contra Boris Johnson e o Brexit

Hugh Grant está em campanha contra o primeiro-ministro do seu país. O ator britânico decidiu juntar-se aos trabalhistas e liberais democratas para derrotar Boris Johnson e, nos últimos dias, tem participado em ações de campanha …

Sarah previu a vitória de Trump em 2016. Agora, alerta para o perigo das redes sociais

Sarah Kendzior, que previu a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de 2016, diz que as redes sociais podem ser utilizadas como uma arma política. Quando quase todos menosprezavam a corrida eleitoral de Donald Trump …

Marcelo "afasta-se" do encontro entre Pompeo e Netanyahu

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu esta quinta-feira que o encontro, que decorre em Lisboa, entre o secretário de estado dos Estados Unidos e o primeiro ministro israelita "é uma realidade que …

Economia portuguesa cresce acima da média europeia

As economias da zona euro e da União Europeia (UE) mantiveram, no terceiro trimestre, o ritmo de crescimento do período homólogo, respetivamente 1,2% e 1,4%, com Portugal a avançar acima da média (1,9%). Segundo revelou o …

Atendimento a sem-abrigo passa a ser feito independentemente da morada

O atendimento de emergência a pessoas sem-abrigo passa a poder ser feito em qualquer centro distrital da Segurança Social, independentemente da morada em que a pessoa está registada ou da existência de um processo familiar, …

Catarina Martins presente na contra-cimeira do clima em Madrid

A coordenadora do BE integra a comitiva bloquista que, na sexta-feira, vai a Madrid para a manifestação da contra-cimeira do clima, enquanto decorre na capital espanhola a cimeira da Organização das Nações Unidas, a COP25. Em …

Bolívia. Identificadas "ações deliberadas" de manipulação eleitoral a favor de Evo Morales

A Organização de Estados Americanos (OEA) publicou o relatório final sobre as eleições de 20 de outubro na Bolívia, revelando "ações deliberadas que procuraram manipular os resultados das eleições" a favor do agora ex-Presidente Evo …