OE2020: PS desafia esquerda, mas BE e PCP não se comprometem a apoiar

José Sena Goulão / Lusa

Mário Centeno, António Costa

O parlamento foi hoje câmara de eco do debate entre o PS, o primeiro-ministro, António Costa, e a esquerda parlamentar sobre quem pode viabilizar o Orçamento do Estado de 2020 (OE2020), mas a dúvida manteve-se.

No debate dedicado a declarações políticas, no parlamento, o deputado do PS João Paulo Correia fez a defesa do Orçamento “de continuidade”, enumerou os argumentos a favor e, no fim, desafiou os antigos parceiros de esquerda a apoiá-lo.

“A linha de continuidade deste orçamento é merecedora da renovação do apoio de todos os que ajudaram a construir os progressos alcançados na anterior legislatura”, afirmou, adaptando, ao discurso parlamentar, o que o primeiro-ministro disse na terça-feira e hoje em entrevista ao Público.

Da parte dos partidos que firmaram o acordo parlamentar na anterior legislatura (2015-19), BE e PCP, João Paulo Correia ouviu apenas dúvidas e desafios e não qualquer certeza de apoio.

Duarte Alves, do PCP, admitiu que o OE202 “não apresenta retrocessos” relativamente à anterior legislatura, mas também assinalou que a proposta do Governo “não prossegue políticas anteriores”, não traz respostas “aos problemas do país” e recusou “sujeições aos ditames” da União Europeia.

Mariana Mortágua, deputada do Bloco de Esquerda, usou uma frase muito parecida à utilizada por Catarina Martins, coordenadora bloquista, quase ao mesmo tempo, à saída de um encontro com o Presidente, para lembrar o PS, “sem ameaças”, que “não tem maioria absoluta”.

“Quem não tem maioria não pode querer governar na base da ameaça”, avisou a deputada bloquista, que apontou às insuficiências no investimento do orçamento do “excedente orçamental”.

O OE2020 “limita-se a fasear propostas que já tinham sido negociadas e aprovadas na anterior legislatura”, disse.

Mariana Mortágua questionou ainda João Paulo Correia se “acha mesmo” que deve ser Bruxelas “a decidir o IVA na eletricidade”, ou se o orçamento “não se deve pronunciar sobre o aumento das pensões” ou se os problemas dos trabalhadores por turnos podem continuar sem solução.

É a resposta a estas e outras perguntas, concluiu, que ditará se este é ou não “um orçamento de continuidade”.

À deputada do BE, o parlamentar do PS respondeu que este OE tem uma “orientação de esquerda política”, e que, com o reforço do Serviço Nacional de Saúde, das prestações sociais ou ainda com o investimento nos transportes, isso “é dar continuidade” ao que foi feito nos últimos quatro anos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Galp compromete-se a falar com cada um dos 401 trabalhadores da refinaria de Matosinhos

A petrolífera anunciou que irá realizar, entre fevereiro e março, conversas individuais com cada um dos 401 trabalhadores afetados pela decisão de fechar a refinaria de Matosinhos. No final de dezembro do ano passado, a …

RTP anuncia intérpretes do Festival da Canção 2021. Final acontece em estúdio sem público

A RTP anunciou, esta quarta-feira, os intérpretes e as 20 canções a concurso na edição deste ano do Festival da Canção. Na conferência de imprensa, decorrida online, ficou também a saber-se que a final do …

França disposta a reconhecer erros do passado colonial na Argélia

O Presidente francês Emmanuel Macron vai adotar "atos simbólicos" destinados a reconhecer os erros da era colonial francesa na Argélia, mas não está a considerar um pedido de "desculpas" oficial pretendido por Argel, indicou esta …

Sporting avança com nova proposta por Paulinho

O Sporting avançou com uma nova proposta pelo avançado português Paulinho, ao serviço do SC Braga, depois de as partes não terem conseguido chegar a acordo na janela de transferências do verão passado.  De acordo com …

Beatriz Freitas escolhida para presidente do Banco Português de Fomento

Beatriz Freitas, que já assegurava o cargo de forma interina, foi a escolhida para presidente executiva do Banco Português de Fomento (BPF). O jornal online ECO apurou, junto de vários fontes, que Beatriz Freitas foi a …

Pais com filhos até 12 anos já podem pedir apoio à Segurança Social

Os pais de crianças até aos 12 anos que tiverem de ficar em casa com os filhos devido ao encerramento das escolas já podem pedir o apoio excecional à família, segundo o Instituto da Segurança …

Políticas de Lagarde geram 245 milhões para a banca portuguesa

A estratégia do Banco Central Europeu (BCE) de combate ao impacto da pandemia na banca está a gerar ganhos de 4,8 mil milhões de euros para as instituições financeiras da Zona Euro, com Portugal do …

André Ventura apedrejado por manifestantes em Setúbal

O candidato presidencial do Chega foi esta quinta-feira apedrejado a saída de um comício no Cinema Charlot em Setúbal por algumas dezenas de manifestantes, na sua maioria cidadãos de etnia cigana. O corpo de intervenção da …

Ana Gomes promete encorajar Pedro Nuno Santos a avançar para liderança do PS

A candidata presidencial Ana Gomes prometeu encorajar Pedro Nuno Santos, que na sexta-feira se junta à sua campanha, a avançar para a liderança do PS, quando a questão da sucessão de António Costa se colocar …

Católica prevê queda do PIB de 2% este ano devido ao confinamento

Os economias da Universidade Católica de Lisboa traçaram cenários, sendo que o mais pessimista prevê uma contração de 4% este ano e o mais otimista aponta para um crescimento de 3%. A Universidade Católica de Lisboa …