OE2020: PS desafia esquerda, mas BE e PCP não se comprometem a apoiar

José Sena Goulão / Lusa

Mário Centeno, António Costa

O parlamento foi hoje câmara de eco do debate entre o PS, o primeiro-ministro, António Costa, e a esquerda parlamentar sobre quem pode viabilizar o Orçamento do Estado de 2020 (OE2020), mas a dúvida manteve-se.

No debate dedicado a declarações políticas, no parlamento, o deputado do PS João Paulo Correia fez a defesa do Orçamento “de continuidade”, enumerou os argumentos a favor e, no fim, desafiou os antigos parceiros de esquerda a apoiá-lo.

“A linha de continuidade deste orçamento é merecedora da renovação do apoio de todos os que ajudaram a construir os progressos alcançados na anterior legislatura”, afirmou, adaptando, ao discurso parlamentar, o que o primeiro-ministro disse na terça-feira e hoje em entrevista ao Público.

Da parte dos partidos que firmaram o acordo parlamentar na anterior legislatura (2015-19), BE e PCP, João Paulo Correia ouviu apenas dúvidas e desafios e não qualquer certeza de apoio.

Duarte Alves, do PCP, admitiu que o OE202 “não apresenta retrocessos” relativamente à anterior legislatura, mas também assinalou que a proposta do Governo “não prossegue políticas anteriores”, não traz respostas “aos problemas do país” e recusou “sujeições aos ditames” da União Europeia.

Mariana Mortágua, deputada do Bloco de Esquerda, usou uma frase muito parecida à utilizada por Catarina Martins, coordenadora bloquista, quase ao mesmo tempo, à saída de um encontro com o Presidente, para lembrar o PS, “sem ameaças”, que “não tem maioria absoluta”.

“Quem não tem maioria não pode querer governar na base da ameaça”, avisou a deputada bloquista, que apontou às insuficiências no investimento do orçamento do “excedente orçamental”.

O OE2020 “limita-se a fasear propostas que já tinham sido negociadas e aprovadas na anterior legislatura”, disse.

Mariana Mortágua questionou ainda João Paulo Correia se “acha mesmo” que deve ser Bruxelas “a decidir o IVA na eletricidade”, ou se o orçamento “não se deve pronunciar sobre o aumento das pensões” ou se os problemas dos trabalhadores por turnos podem continuar sem solução.

É a resposta a estas e outras perguntas, concluiu, que ditará se este é ou não “um orçamento de continuidade”.

À deputada do BE, o parlamentar do PS respondeu que este OE tem uma “orientação de esquerda política”, e que, com o reforço do Serviço Nacional de Saúde, das prestações sociais ou ainda com o investimento nos transportes, isso “é dar continuidade” ao que foi feito nos últimos quatro anos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal Geral da UE anula multa de 13 mil milhões de Bruxelas à Apple

O Tribunal Geral da União Europeia (UE) decidiu, esta quarta-feira, anular a multa de 13 mil milhões de euros imposta pela Comissão Europeia à Apple por alegados benefícios fiscais ilegais na Irlanda. "O Tribunal Geral anula …

Autoridade belga multa Google em 600 mil euros por falha no "direito a ser esquecido"

A autoridade belga de proteção de dados anunciou na terça-feira que impôs uma multa de 600 mil euros à empresa Google Belgium por falta de conformidade no direito a ser esquecido, pedido por um cidadão. Numa …

Costa avisa: País não aguenta novo confinamento. Inverno tem de ser preparado já

O primeiro-ministro considerou, esta quarta-feira, que o país não aguenta um novo período de confinamento por causa da covid-19 e avisou que o tempo é "curtíssimo" para a sociedade se preparar para o próximo inverno. Esta …

Parlamento aprova relatório da audição de Centeno para governador do BdP

O relatório da audição de Mário Centeno no âmbito da proposta de designação para governador do Banco de Portugal foi aprovado, esta quarta-feira, pelos deputados com voto favorável do PS e a abstenção do PSD …

Nova campanha da Casa Branca pede a milhões de desempregados que encontrem outro emprego

A pandemia de covid-19 foi um verdadeiro balde de água fria para muitos norte-americanos que acabaram no desemprego. Agora, uma nova campanha publicitária apoiada pela Casa Branca visa incentivar as pessoas desempregadas a "encontrar algo …

"Mais vale tarde do que nunca", diz Presidente sobre acusação no caso BES

O Presidente da República considerou, esta quarta-feira, que a justiça portuguesa "está a viver um bom período" e a dedução da acusação no caso BES "é uma boa notícia", observando que "mais vale tarde do …

Durante a pandemia, as pessoas movimentaram (e guardaram) mais notas e moedas

A pandemia de covid-19, que em dezembro do ano passado surgiu na China, fez com que as pessoas movimentassem (e guardassem) mais dinheiro físico, apesar de as opções digitais serem consideradas mais seguras. A conclusão …

Marinheiros partiram para alto mar sem covid-19 (mas regressaram misteriosamente infetados)

A Argentina está a ver-se a braços com um mistério médico, numa altura em que 57 marinheiros regressaram a terra infetados com covid-19 depois de 35 dias em alto mar. Os membros da tripulação do …

EUA aprovam fim do estatuto especial de Hong Kong. China ameaça retaliar

O Governo chinês considerou esta quarta-feira a Lei da Autonomia de Hong Kong, assinada pelo Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, uma "grave interferência nos assuntos internos" do país e ameaçou retaliar. Numa declaração, o …

Advogados de Tancos voltam a criticar o CSM e o juiz Carlos Alexandre

Dezasseis advogados do processo de Tancos voltam a criticar o Conselho Superior da Magistratura (CSM) e o juiz de instrução Carlos Alexandre, desta vez por não terem "entendido" as razões do seu primeiro protesto. Os dezasseis …