Obama diz que Estados Unidos não estão curados do racismo

jmsloan / Flickr

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O presidente norte-americano, Barack Obama, advertiu sobre a sombra da segregação que ainda paira sobre a sociedade norte-americana, afirmando, numa entrevista hoje divulgada, que os Estados Unidos ainda não conseguiram superar a questão do racismo.

“Não estamos curados do racismo”, disse Obama, numa entrevista ao programa de rádio “WTF with Marc Maron”, hoje transmitida, dias depois do tiroteio numa igreja frequentada por uma comunidade maioritariamente negra em Charleston, no estado norte-americano da Carolina do Sul.

O autor confesso do tiroteio, um jovem branco, identificado como Dylann Roof, matou nove pessoas aparentemente por motivos raciais.

Não é só uma questão de não dizer a palavra ‘negro’ em público porque é de má educação. Não é isso que determina se existe ou não racismo”, referiu Obama, o primeiro Presidente afro-americano na história dos Estados Unidos.

“Não é só uma questão de discriminação patente. As sociedades não apagam por completo, de um dia para o outro, o que se passou 200 ou 300 anos antes”, prosseguiu o governante.

O legado da escravatura, das leis de segregação racial e a discriminação em quase todas as instituições das nossas vidas têm um impacto duradouro e continuam a fazer parte do nosso ADN“, acrescentou.

Tal como afirmou nas suas primeiras declarações públicas após o tiroteio em Charleston, Barack Obama voltou a insistir, nesta entrevista ao comediante Marc Maron, que é possível actuar sobre estas matérias, defendendo medidas “de bom senso” para o controlo das armas nos Estados Unidos, para que tragédias deste tipo sejam “menos prováveis”.

Dylann Roof, de 21 anos, foi detido horas depois do tiroteio, ocorrido na quarta-feira à noite, e foi formalmente acusado de nove crimes de homicídio. O jovem arrisca-se a uma pena de morte.

Roof confessou a autoria do crime, que aparentemente cometeu para iniciar uma “guerra racial”.

No tiroteio morreram nove pessoas: três homens e seis mulheres. Entre as vítimas mortais figurava o pastor Clementa Pinckney, uma figura importante da comunidade negra local e representante democrata no Senado do Estado.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Taiwan vende vacinas da AstraZeneca a 17 euros para evitar que expirem

Com lotes da vacina da AstraZeneca em risco de expirarem, devido a resistência à sua toma entre grupos prioritários, Taiwan começou esta segunda-feira a administrá-las a qualquer pessoa, por 17 euros. Horas depois de o sistema …

Mourinho: "Não preciso de fazer uma pausa, estou sempre no futebol"

O treinador português disse, esta segunda-feira, que "não necessita de fazer uma pausa", após deixar o comando técnico do Tottenham, e frisou estar "sempre no futebol". Embora não se tenha alongado muito, José Mourinho falou pela …

Regime sírio acusado de crimes contra a humanidade na Suécia

Quatro organizações não-governamentais apresentaram uma queixa junto da polícia da Suécia contra altos responsáveis do regime sírio por crimes contra a humanidade pelos ataques com armas químicas na Síria, em 2013 e 2017. A queixa foi …

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países da UE sem 5G

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países na União Europeia (UE) que ainda não têm qualquer oferta comercial de 5G, revelou o último relatório trimestral do Observatório Europeu do 5G, um organismo da Comissão …

Jair Bolsonaro diz que quem votar em Lula da Silva "merece sofrer"

No mês passado, o Supremo Tribunal Federal decidiu que Lula da Silva pode voltar a candidatar-se à presidência do Brasil e Jair Bolsonaro, o atual presidente do país, considera que quem votar em Lula "merece …

Covid-19. Plano Nacional inclui testes em centros comerciais ou empresas

O Plano Nacional para a Testagem Massiva prevê a realização generalizada de testes para deteção precoce do coronavírus, passando a estar disponível em centros comerciais, estações de transportes públicos ou empresas, e podendo pode ser …

Seul vai aceitar descarga de água radioativa de Fukushima (se o Japão cumprir certas condições)

A Coreia do Sul aceitará, caso sejam cumpridas algumas condições, o plano do Governo japonês para despejar gradualmente no mar águas tratadas, mas ainda radioativas, da central nuclear destruída de Fukushima, segundo o Governo sul-coreano. O …

CDS vai apresentar projeto sobre enriquecimento ilícito. PSD só apoia medida que seja "eficaz e constitucional"

O CDS-PP vai apresentar no Parlamento um projeto sobre o enriquecimento ilícito, anunciou o presidente do partido esta terça-feira, antecipando que a iniciativa se debruçará sobre o poder político, o poder judicial e o funcionamento …

Deputada Cristina Rodrigues propõe campanha contra pirataria de jornais

A deputada não inscrita Cristina Rodrigues recomendou, esta segunda-feira, ao Governo a divulgação de uma campanha nacional que promova o combate à pirataria de jornais e revistas e que aumente a fiscalização relativa ao crime …

Fuga a notificações judiciais deixa 15 mil pessoas à margem da lei

A Direção-Geral da Administração da Justiça (DGAJ) divulgou uma lista com 15.178 nomes de cidadãos e gerentes de empresas procurados por não prestarem contas dos crimes cometidos. Dessa lista, 7900 são homens, 1401 mulheres, 5665 pessoas …