Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán.

Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a reputação de ser uma das cidades mais cosmopolitas e boémias da Europa Central. A capital húngara tem sido um verdadeiro oásis para a comunidade LGTBQ e uma sensação na cena drag.

As drag queens são personagens criadas por artistas que se travestem, transformando-se de forma a adotar o vestuário, hábitos sociais e comportamentos do sexo oposto.

Agora, com a pandemia de covid-19, muitos destes artistas estão parados. Valerie Devine, uma drag queen de 29 anos de Budapeste, atuou pela última vez no Halloween. O confinamento preocupa Valerie e uma série de outras drag queens, mas não é o único inimigo, escreve o OZY.

Agora, a onda liberal de Budapeste deixou de ter o escudo do turismo e começa a submeter-se ao conservadorismo e populismo que caracteriza a política de Viktor Orbán, o primeiro-ministro húngaro.

Na primavera passada, Orbán lançou uma campanha anti-LGBTQ que ameaça mudar fundamentalmente o carácter de Budapeste. Em novembro, a Hungria anunciou que não ia participar na próxima edição do festival Eurovisão, que se realiza em maio deste ano. Embora não tenha sido dada uma justificação oficial, a saída da Hungria do festival estará relacionada com a sua associação à comunidade LGBTQ.

Em maio, o parlamento húngaro votou pelo fim do reconhecimento legal de pessoas transgénicas. Além disso, um projeto de lei em vigor proíbe a adoção de casais do mesmo sexo.

“[Budapeste] sempre foi uma ilha num país conservador”, disse Devine, que é assumidamente gay. “Se isto continuar, temo que a minha vida possa estar em perigo”.

A florescente cena drag de Budapeste enfrenta o impacto duplo de políticas conservadoras e dificuldades económicas. Para enfrentar o último, muitos artistas drag viraram-se para a Internet.

“Não é a mesma coisa que atuar perante um público”, diz a drag queen Bonnie Andrews, de 29 anos. “Não consigo sentir o riso, a diversão, a pressão”.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Apoio esta comunidade, e não quererei, nunca, que os seus membros sintam medo de si ou das suas escolhas. Temos de ser felizes.

  2. Muitas vezes o conservadorismo e o fanatismo religioso são máscaras para dissimular o ‘eu mais íntimo’ de quem se apega a tais ideologias/dogmas. Vários conservadores, fanáticos religiosos e homo/transfóbicos foram descobertos como tendo atração por pessoas do mesmo sexo, e alguns inclusive por terem tido até sexo com parceiros do mesmo sexo! Por isso não me estranharia nada se um dia se descobrisse que o Viktor Orbán ou algum outro político desse governo (ou outros políticos, igualmente tóxicos para as pessoas LGBTQ+, de outros países) são gays que vivem reprimindo seus desejos sexuais por pessoas do mesmo sexo…
    Esperemos que num futuro não muito distante ninguém mais tenha de sentir medo por sua orientação sexual ou por sua identidade de género e que não haja mais pessoas LGBTQfóbicas.
    E antes que alguém me critique por ter mencionado «fanáticos religiosos» e «conservadores», quero que fique aqui bem claro que não tenho nada contra as religiões e certas posições conservadoras, desde que as mesmas não interfiram na vida íntima e amorosa/sexual de ninguém.

  3. Aos que possam se ofender com meu comentário, antecipadamente eu peço desculpas. Sou agnóstico e acredito que estamos de passagem por esse planeta, por essa vida. Cada indivíduo tem o direito de fazer com seu corpo o que bem entender. Se relacionar com quem quiser. O que não deveria mudar é o natural. Se nasceu macho, deveria viver como macho. E vice-versa. É impossível a procriação pois chegará um dia em que as “sapatas” não irão querer nem engravidar pois é coisa de mulher e os “bibas” não podem fazê-lo por motivos óbvios. Estamos caminhando aceleradamente para esse cenário caótico e apocalíptico. Consigo até entender que uma parte da população tenha alguma deformidade no gene que ocasione o interesse por parceiros do mesmo sexo, mas os demais, uma grande fatia, acabam indo para esse caminho por modinha. Tenho um filho lindo de quatro anos e vou ensina-lo a pensar como eu penso. A ser o que eu sou. Macho é macho e casa com fêmea. Aos que pensam diferentes de mim, peço apenas que me respeitem com eu os respeito e que não tentem influenciar meu filho de maneira nenhuma. Abraço aos humanos ( dessa forma eu generalizo ).

    • Ai, você está tão errado, Carlos…
      É lamentável perceber que metade do povo pensa como você. 🙁
      Fique bem, e respeite.

  4. Tenho um amigo que tem um namorado. E ambos são felizes. Também serei feliz se chegar a namorar com um rapaz. Amor é amor. O ódio repele-se.

RESPONDER

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …

Advogados repudiam declarações de Cabrita sobre agendamentos do SEF

Um grupo de advogados repudiou as declarações do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que atribuem a um escritório de advogados a responsabilidade pelo mau funcionamento do sistema de agendamentos para atribuição de vistos de …

Fundo Azul só aplicou um quarto do orçamento desde 2016

O Fundo Azul tem tido um orçamento anual de 13 milhões de euros nos últimos cinco anos, mas não tem gasto três quartos desde 2016. Em cinco anos, o Fundo Azul entregou apenas 17 milhões de …

Polónia 1-2 Eslováquia | Paulo Sousa surpreendido no arranque

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, entrou hoje da pior forma no Euro2020, ao perder por 2-1 com a Eslováquia, em encontro do Grupo E, disputado em São Petersburgo, na Rússia. O guarda-redes Wojciech …

Agostinho Branquinho nega tráfico de influências na construção de hospital em Valongo

O antigo deputado Agostinho Branquinho negou esta segunda-feira qualquer envolvimento ou tráfico de influências junto da Câmara de Valongo, no processo de licenciamento e construção do Hospital de São Martinho, naquele concelho do distrito do …

Estádio Sp. Braga

17 anos depois, Câmaras ainda devem 55 milhões dos estádios do Euro 2004 (só 2 já pagaram tudo)

Apenas duas Câmaras municipais já não têm dívidas no âmbito da construção de estádios para o Euro 2004. Ao cabo de 17 anos, as autarquias ainda têm cerca de 55 milhões de euros para pagar …