Número de infectados confirmados desce. Houve “casos duplicados que não eram verdadeiros”

Mário Cruz / Lusa

O número de pessoas infectadas pela Covid-19 em Portugal sofre uma correcção, descendo de 25.351 para os 25.190 de ontem para hoje. Uma descida que a ministra da Saúde, Marta Temido, justifica com o facto de ter havido “casos duplicados que não eram verdadeiros”.

A informação foi dada neste sábado, em conferência de imprensa, aquando da apresentação do último boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS).

Havia 422 casos duplicados na zona norte que, afinal, não eram casos novos, de acordo com Marta Temido.

Assim, relativamente a sexta-feira, há um aumento de 203 casos. O número de infectados confirmados situa-se, agora, nos 25.190. Na sexta-feira, havia, afinal, 24.987 casos ao contrário dos 25.351 anunciados.

“Os testes informáticos de verificação encontraram 422 casos duplicados que não eram verdadeiros, casos novos, e sim problemas de integração”, revelou Marta Temido, explicando que “isto sucedeu porque, quando um caso confirmado laboratorialmente não tem número de utente associado, não porque não o tenha, mas porque não é registado, o sistema está parametrizado para verificar se o nome e a data de nascimento correspondem, se pertence a um caso que já estivesse confirmado”. “O sistema considerou, por defeito, que eram novos casos e, realizada, esta noite, a verificação, constatou-se que assim não era”, concluiu.

“Esta correcção mostra, mais uma vez, a necessidade de robustecimento da nossa base tecnológica de suporte ao sistema nacional de vigilância epidemiológica, que tem um conjunto de operações que não são automáticas e, neste caso, levaram a que esta correção fosse necessária”, acrescentou a ministra da Saúde.

O número de mortes associado à Covid-19 é, agora, de 1023, mais 16 do que nas anteriores 24 horas. A taxa de letalidade global é de 4,1%, subindo para 14,5% nas pessoas com mais de 70 anos.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (585), seguida da região do Centro (206) e de Lisboa e Vale do Tejo (205), Algarve (13), dos Açores (13) e do Alentejo que regista um caso, mantendo-se a Região Autónoma da Madeira sem registo de óbitos.

Segundo os dados da DGS, 520 vítimas mortais são mulheres e 503 são homens.

Das mortes registadas, 691 tinham mais de 80 anos, 201 tinham entre os 70 e os 79 anos, 89 entre os 60 e 69 anos, 32 entre 50 e 59, e 10 entre os 40 e os 49.

A caracterização clínica dos casos confirmados indica que 855 doentes estão internados em hospitais, menos 37 do que na sexta-feira (-4,1%), e 150 estão em Unidades de Cuidados Intensivos, menos quatro em relação ao dia anterior, o que representa uma descida de 2,5%.

Os dados da DGS precisam que o concelho de Lisboa é o que regista o maior número de casos de infecção pelo coronavírus (1.567), seguido por Vila Nova de Gaia (1.413), Porto (1.247), Matosinhos (1.149), Braga (1.086), Gondomar (1.012), Maia (871), Valongo (729), Sintra (604), Guimarães (613), Ovar (566) e Coimbra, com 416 casos.

Desde o dia 1 de Janeiro, registaram-se 252.728 casos suspeitos, dos quais 3.761 aguardam resultado dos testes.

Há 223.777 casos em que o resultado dos testes foi negativo, refere a DGS, adiantando que o número de doentes recuperados aumentou para 1.671, mais 24 do que na sexta-feira (1,4%).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Se a correcção dos 422 duplicados, foi uma tentativa para provocar um “pico de infectados” no dia 1/5, falhou a tentativa.
    A correcção terá de ser feita igualmente nos Relatório de Situação nº 059 e 060 da DGS.
    Portugal continua a crescer (ligeiramente) em “Infectados Activos”, o verdadeiro indicador da situação epidemiológica de cada país.
    Se Costa se agarrou ao R0 ou ao Rt para “desconfinar”, foi bem enganado.
    Ouça antes o que lhe diz o cardiologista Fausto Pinto, novo diretor da Faculdade de Medicina de Lisboa.

  2. No início desta crise ouvi os nossos governantes garantirem que não iriam mentir, nem poderiam, quanto a esta epidemia na saúde. Todos os dias me sinto mais enganado com as notícias que são publicadas. Esta do erro “informático” é mais uma que me parece pouco credível. Também me deixa a pensar ser pouco credível que, no passado dia 27, após o anúncio de baixar em breve o nível de austeridade, o número de infectados desceu abruptamente para cerca de um terço dos números apresentados nos dias anteriores e por aí se tenha mantido. O que é que os nossos governantes sabem que não querem partilhar com o povo. Ou será que são adivinhos e acertam nas previsões com muita antecedência. De qualquer modo, não vejo como muito credível as informações que disponibilizam. Apetece-me desabafar como o fez a deputada independente, É MENTIRA.
    E os ventiladores que faziam tanta falta para evitar mortes, que foram comprados e pagos à China a ainda não foram entregues, será que faziam mesmo falta ou foi algum negócio esquisito? É que ainda hoje ouvi a ministra da saúde afirmar que existem cerca de 2300 ventiladores disponíveis apenas para os infectados desta pandemia, o que dá um para cada infectado hospitalizado, não apenas na UCI, e ainda sobram dois terços dos ventiladores, mas ainda continuam encomendados muitos ventiladores a custo unitário de cerca de 18000 euros, será um erro faraónico ou um negócio da China?
    Tenho muitas mais dúvidas mas a minha vida não é isto.

RESPONDER

"Nenhuma era apenas um número". NYT dedica toda a primeira página a mil vítimas da pandemia

Mil nomes de pessoas numa primeira página. O jornal norte-americano The New York Times dedicou a primeira página da edição deste domingo a mil vítimas mortais da pandemia de covid-19, para assinalar a iminente passagem …

A economia é a vítima colateral da estratégia singular da Suécia

A Suécia deixou nas mãos dos cidadãos a responsabilidade pela sua saúde e a abordagem relaxada do país em relação à pandemia de covid-19 trouxe resultados negativos. O Governo sueco não impôs um confinamento à população …

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …