Novo regulamento proíbe jantares no Panteão

David Baron / Wikimedia

Panteão Nacional

O novo regulamento sobre cedência de espaços de monumentos proíbe refeições em espaços como o Panteão Nacional.

Luís Filipe Castro Mendes, ministro da Cultura, revela que a nova regulamentação relativa à cedência de espaços de monumentos proíbe a realização de jantares em monumentos com estatuto de Panteão, como o Mosteiro dos Jerónimos e o Mosteiro da Batalha.

Fora da proibição ficam os eventos especiais de natureza cultural, conforme revela a Renascença.

Além disso, o novo regulamento contempla ainda o aumento de preços e a atualização das regras de segurança e emergência.

Os mais de cinco milhões de visitantes registados em 2017, nos museus, palácios e monumentos, serviram para o ministro reforçar a intenção de “formalizar propostas de melhoria da autonomia de gestão” desses espaços, embora o processo demore, por “causa de um contexto jurídico-financeiro”.

“Queremos fazer alterações orgânicas que permitam aos museus ganhar um estatuto de maior autonomia. Pode ser feito através da reforma orgânica da própria DGPC (Direção-Geral do Património Cultural). Deve ser debatido. Vamos lançar este grande debate à volta do património no qual todos os agentes deverão ser ouvidos”, disse Castro Mendes.

As alterações ao regulamento acontecem depois de uma encenação de uma fogueira no Convento de Cristo, em Tomar, e do polémico jantar privado de encerramento da Web Summit, que aconteceu no interior do Panteão.

Pelas redes sociais espalharam-se fotografias do jantar, que revoltaram os utilizadores. Na altura, a eles juntou-se António Costa, que emitiu um comunicado a repudiar a situação.

“A utilização do Panteão Nacional para eventos festivos é absolutamente indigna do respeito devido à memória dos que aí honramos”, disse o primeiro-ministro, dando força às palavras do diplomata Seixas da Costa, que também já tinha censurado a realização do jantar naquele local.

“Apesar de enquadrado legalmente, através de despacho proferido pelo anterior Governo, é ofensivo utilizar deste modo um monumento nacional com as características e particularidades do Panteão Nacional”, diz a nota do gabinete de António Costa.

Desde 2014 que era possível utilizar certos monumentos para eventos privados mediante pagamento. O Regulamento de Utilização de Espaços nos Serviços Dependentes foi aprovado pelo governo de Pedro Passos Coelho, com o objetivo de uma “rentabilização assente na qualidade e, sobretudo, na salvaguarda da sua especificidade e prestígio”, indicava a nota governativa que circulou na altura.

Depois da entrada em vigor da legislação, passou a ser possível arrendar 23 monumentos e imóveis afetos à Direção-Geral do Património.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mourinho e jogadores do Tottenham apanhados a quebrar regras de isolamento

O técnico português José Mourinho e três jogadores do Tottenham foram apanhados a quebrar as regras de isolamento social decretadas no Reino Unido, segundo avança o diário britânico The Guardian. De acordo com fotografias e vídeos …

Infetados que furem quarentena podem arriscar prisão preventiva

Em Portugal, o crime de propagação de doença tem uma moldura penal que pode ir até oito anos de prisão, admitindo ainda medidas de coação privativas da liberdade, como é o caso da prisão preventiva. Assim, …

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …