Novo Banco vai accionar “meios legais” contra lesados do BES

António Cotrim / Lusa

Manifestação dos lesados do papel comercial do BES, promovida pela Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial, em frente a sede do Novo Banco, em Lisboa

Manifestação dos lesados do papel comercial do BES, promovida pela Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial, em frente a sede do Novo Banco, em Lisboa

O Novo Banco revelou esta quinta-feira que vai exigir “por todos os meios legais” o apuramento das responsabilidades dos participantes nos protestos dos clientes lesados do papel comercial que acusa de terem agredido verbal e fisicamente colaboradores do banco.

“Hoje, uma vez mais, a Associação dos Lesados deu seguimento à estratégia de reivindicar as suas pretensões recorrendo a métodos fora da lei”, salientou em comunicado o banco liderado por Eduardo Stock da Cunha, acrescentando que aquela entidade “impediu o acesso de colaboradores do Novo Banco ao seu local de trabalho, para além de os insultar e, nalguns casos, agredir fisicamente”.

E vincou: “Por essa razão, no seguimento do comunicado de 06 de maio, o Novo Banco vai exigir, por todos os meios legais, o apuramento das responsabilidades, que estão devidamente documentadas, junto dos mandantes e executantes das agressões verbais e físicas praticadas, incluindo os membros dos órgãos sociais da Associação dos Lesados”.

Já no início de maio, o Novo Banco tinha emitido um comunicado onde admitia adotar “medidas legais” contra o comportamento dos lesados do papel comercial de sociedades do Grupo Espírito Santo (GES), que foi vendido aos balcões do Banco Espírito Santo (BES) e não foi reembolsado, que têm feito várias ações de protesto contra a situação em que se encontram um pouco por todo o país.

No comunicado de hoje, o Novo Banco “lastima estes acontecimentos – que não são próprios de um Estado de Direito – e reafirma a sua qualidade de banco de transição obrigado a respeitar os termos da medida de resolução do dia 3 de agosto de 2014″, sublinhando que conta “com mais de 6 mil profissionais de inquestionável e reconhecida dignidade, competência e profissionalismo”.

Segundo a instituição financeira, perante os protestos que hoje decorreram em Lisboa, “os colaboradores de Novo Banco demonstraram, novamente, a sua qualidade e dedicação, e contam com o apoio do Conselho de Administração, que os defenderá sempre que necessário”.

A unidade especial de polícia da PSP retirou, sem recurso à força, os clientes lesados do BES que se encontravam a bloquear as entradas da sede do Novo Banco, em Lisboa, pelas 09:30 desta quinta-feira.

Esta ação criou as condições necessárias para os funcionários do Novo Banco poderem entrar na sede do banco, tendo a PSP feito um cordão de segurança debaixo das arcadas do edifício.

Cerca de 100 lesados do BES concentraram-se desde cedo em frente às portas da sede do Novo Banco, em Lisboa, em mais uma ação de protesto, levando a polícia a cortar a circulação do trânsito no local.

Os primeiros manifestantes chegaram ao local cerca das 7:00 e ocuparam as entradas principais do edifício no cruzamento da avenida da Liberdade com a rua Barata Salgueiro.

O protesto levou a polícia a cortar a circulação do trânsito no cruzamento da rua Castilho com a rua Barata Salgueiro.

A 03 de agosto de 2014, o Banco de Portugal tomou o controlo do BES, após a apresentação de prejuízos semestrais de 3,6 mil milhões de euros, separando a instituição em duas entidades: o chamado ‘banco mau’ (um veículo que mantém o nome BES e que concentra os ativos e passivos tóxicos do BES, assim como os acionistas), e o banco de transição que foi designado Novo Banco.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Lê-se ao ler o artigo, que o novo banco diz, “estes acontecimentos” ( os protestos dos clientes lesados que reclamam o dinheiro ) ” não são próprios de um estado de direito “…..Mas pergunto eu : Enganar clientes e não lhes devolver o dinheiro é digno de um estado de direito e membro da União Europeia !!??

    • Devolver?! Quem? Porquê?
      Então investem em produtos com risco e depois querem “devoluções”?!
      É já a seguir…
      Investiram em papel comercial do GES (Grupo Espirro Santo), o GES está falido, logo…

  2. incrível se eu investisse e perdesse ninguém me dava nada de volta mas como é um bando arruaceiro já tem direito, pior eles investem e perdem e nós é que pagamos, que país.

    • Ah?!
      Quanta ignorância…
      Nós pagamos?! Nós quem?
      Não é o país que tem que pagar, nem vai pagar nada disso!
      O problema é com o BES e o GES…

  3. Sim, sim… os clientes “lesados” foram mesmo todos enganados!…
    Coitados, nenhum sabe ler e nenhum sabia o que estava a fazer (só sabiam que iam ganhar muito dinheiro, mas havia risco; e correu mal!),e agora a culpa é dos outros…
    É o que dá a ganância… foram a jogo e perderam!!
    Desgraçados dos funcionários que tem que aturar esta gente; acho muito bem que o NB tome medidas!
    Já para não falar que andam a fazer manifestações não autorizadas, a cortar estradas, em confrontos com a policias, a agredir funcionários, etc, etc, e qualquer delas já basta para serem detidos!!
    Se estão assim tão indignados, porque não vão ter com o Salgado e companhia?!
    Até parece que algum dos funcionários das sucursais é que vai resolver o problema!

Responder a Eu Cancelar resposta

Alverca 2-0 Sporting | Leões desinspirados afastados da Taça pelo Alverca

O Alverca surpreendeu hoje o Sporting com uma vitória por 2-0, na terceira eliminatória da Taça de Portugal, tornando-se no primeiro grande «tomba-gigantes» da competição ao afastar o atual detentor do troféu. Alex Apolinário, aos 10 …

A Barbie também arrenda casa no Airbnb

A boneca mais famosa do mundo celebra 60 anos. Agora, a empresa que produz a Barbie, a Matel, tornou a boneca uma anfitriã no Airbnb e vai arrendar uma mansão à beira-mar em Malibu, na …

Os primeiros bebés podem nascer no Espaço daqui a 12 anos

A empresa SpaceBorn United pretende realizar missões espaciais entre 24 e 36 horas para que algumas mulheres dêem à luz em órbita dentro de 12 anos. A notícia é avançada pelo fundador e CEO da empresa, …

Japão importou cinco vírus mortais, incluindo Ebola, por causa de Tóquio 2020

Com os Jogos Olímpicos à porta, um laboratório japonês decidiu importar cinco vírus mortais, nomeadamente Ebola, para fazer frente a um eventual surto durante a competição que vai levar ao país mais de 600 mil …

Empresa anónima quer os direitos do seu rosto para construir robôs (e paga 115 mil euros)

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô …

Empresa está a vender vinho (com flocos de ouro) para celebrar o Brexit

Quando o Reino Unido abandonar a União Europeia, uma saída programada para 31 de outubro, é provável que as pessoas celebrem com um vinho especial com flocos de ouro. Para aqueles que querem celebrar a saída …

Neandertais ocuparam ilhas do Mediterrâneo dezenas de milhares de anos antes do que se pensava

Cientistas descobriram provas de que a ilha de Naxos, na Grécia, já era habitada por neandertais há 200.000 anos, dezenas de milhares de anos antes do que se pensava até agora. Um estudo publicado esta quinta-feira …

Testes "bárbaros" em macacos levam ativistas a pedir encerramento de laboratório alemão

Durante meses, um ativista pelos direitos dos animais trabalhou no Laboratório de Farmacologia e Toxicologia (LPT, na sigla inglesa), em Hamburgo, na Alemanha, onde testemunhou situações de violência contra os animais utilizados em testes e …

Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete …

Russos e ucranianos estão em guerra por causa de sopa

A sopa de beterraba é russa ou ucraniana? Um tweet do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa veio falar em prato nacional e a reação na Ucrânia não tardou a chegar. O tweet é de …