/

Nova tendência do Tik Tok está a causar preocupação por representar riscos para a saúde

4

Recentemente, um grupo de investigadores fez um alerta durante um congresso médico nos Estados Unidos, devido ao facto de muitos jovens estarem a adquirir o hábito de tomar suplementos em pó sem antes os diluir. Uma prática que também contraria a recomendação dos fabricantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Segundo os autores do estudo apresentado no evento, a preocupação tem crescido sobretudo no caso dos adolescentes, depois da prática ter-se tornado viral na plataforma Tik Tok – que atualmente conta com milhões utilizadores em todo o mundo.

Este tipo de suplementos energéticos são pensados para serem consumidos antes da prática de exercício físico e contém vários aminoácidos, vitaminas e ingredientes como cafeína.

O objetivo é dar uma “dose de estímulo” antes do início da atividade física, de modo a aumentar a resistência. Porém, já existe conhecimento de vários riscos pelo consumo em excesso de estimulantes energéticos.

Uma grande dose de cafeína, por exemplo, pode causar efeitos colaterais no coração, incluindo palpitações ou batidas cardíacas a mais ou a menos.

Segundo os especialistas do Cohen Children’s Medical Center, em Nova Iorque, ingerir suplementos energéticos em pó pode ainda fornecer uma quantidade de cafeína equivalente a cinco copos de café.

A “dose de estímulo” pode causar “uma elevação da pressão sanguínea e do batimento cardíaco, levando a distúrbios no ritmo cardíaco“, referem os autores do estudo.

Além disso, inalar acidentalmente o pó e levá-lo aos pulmões pode causar sufocamento, infeção ou pneumonia, referem os investigadores. Neste sentido, algumas notícias recentes mostraram que a prática acarreta vários perigos.

O tema chamou à atenção depois de uma influencer de 20 anos, Briatney Portillo, ter contado que teve um ataque cardíaco após ter ingerido a suplementação em pó sem que esta fosse diluída em água – correlação que ainda não foi confirmada por médicos.

Após o assunto ter ganho relevância pública, os investigadores analisaram 100 vídeos no Tik Tok com a hashtag “preworkout” (pré-treino), sendo que apenas oito desses vídeos apresentaram o uso correto do suplemento em pó. Mais de 30 vídeos exibiam pessoas a ingerir o pó seco sem diluição, sendo que estes eram sempre os posts com mais “likes”.

PUBLICIDADE

Na apresentação para o congresso da Academia Americana de Pediatras, foi alertado que “os médicos devem estar cientes da prática disseminada do pré-treino, dos perigosos métodos de consumo e do potencial de acidentes com dosagens excessivas e inalação”.

A cientista nutricional Bridget Benelam, da Fundação Britânica de Nutrição, afirma: “Os suplementos em pó para pré-treino normalmente contêm cafeína, além de ingredientes como creatina, aminoácidos e vitaminas”.

“Aparentemente não há muitas pesquisas sobre os benefícios desses produtos, apesar da evidência de que a cafeína pode melhorar performances desportivas em alguns casos. Os estudos são normalmente feitos em atletas, portanto não está clara a relevância para a população em geral”, refere.

A especialista frisa ainda que “os níveis de cafeína nesses produtos são equivalentes a uma chávena de café, podendo chegar a algo como três a cinco chávenas, de acordo com instruções dos fabricantes”.

“Dessa forma, há risco de consumir cafeína em excesso, especialmente se a ingestão for superior a mais de uma vez por dia. O simples consumo do pó [sem diluição] pode representar riscos, já que pode haver consumo acima da quantidade recomendada”, remata Benelam.

PUBLICIDADE

  ZAP // BBC

4 Comments

  1. em toda a Historia ,sempre existiu Gente estupida ,mas nas outras eras ainda tinham alguma desculpa ,pois a Informaçao nao estava acessivel como Agora

  2. Os produtos referidos são nutrição desportiva. Não foram criados para serem tomados por quem não pratica desporto. A diferença entre quem pratica desporto e quem não o pratica a nível de metabolismo é apreciável. As pessoas não devem usar estes produtos sem aconselhamento de um(a) nutricionista especializado em desporto. E como bem foi dito, a informação está abertamente disponível na Internet, não a ler é um erro crasso.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.