Nova pista surpreendente envolve neonazis na morte da “Maddie alemã”

(dr)

Peggy Knobloch, a "Maddie Alemã"

Peggy Knobloch, a “Maddie Alemã”

A investigação em torno do mistério de uma menina de 9 anos, conhecida como a “Maddie Alemã”, ganhou uma nova pista que pode revelar-se decisiva, depois de terem sido encontrados vestígios de ADN de um terrorista neonazi junto ao seu cadáver.

Conhecida como a “Maddie Alemã”, Peggy Knobloch tinha 9 anos quando desapareceu, em 2001, e só no passado mês de Julho, o seu corpo foi encontrado, por um apanhador de cogumelos que passava numa zona florestal, a cerca de 15 quilómetros da localidade onde a criança vivia.

Segundo o jornal alemão Der Spiegel, sabe-se agora que junto ao cadáver da menina foram encontrados vestígios de ADN de Uwe Böhnhardt, um dos três elementos do grupo neonazi Clandestinidade Nacional-Socialista (NSU), que esteve envolvido na morte de várias pessoas.

A descoberta vem adensar o mistério em torno da morte da criança.

Böhnhardt suicidou-se, juntamente com um colega da NSU, Uwe Mundlos, fazendo-se explodir antes de a polícia chegar, depois de terem atacado um banco. Além de assassino, surge a possibilidade de que tivesse afinal sido também pedófilo.

Neonazi tinha ligações a pedófilos

A possibilidade de Peggy ter sido assassinada no âmbito de um crime sexual foi uma das mais fortes seguidas pela polícia alemã, até porque a menina “vivia rodeada de pedófilos”, conforme sublinha o Der Spiegel, lembrando que há vários casos de suspeitos e de condenados nas redondezas da sua casa.

A mãe da criança também arrendava quartos a camionistas, colegas do seu companheiro e padrasto da menina, que passavam vários meses em casa dela.

CV Youtube

Uwe Böhnhardt, terrorista do grupo neonazi Clandestinidade Nacional-Socialista (NSU)

Uwe Böhnhardt, terrorista do grupo neonazi Clandestinidade Nacional-Socialista (NSU)

O próprio Uwe Böhnhardt esteve sob suspeita das autoridades, após o homicídio de um rapaz de 9 anos, em 1993.

A polícia encontrou também, nas instalações da NSU, brinquedos de criança e pornografia infantil num computador. O processo judicial em torno dos crimes por ele cometidos ligou-o a outros pedófilos.

Os ataques do grupo terrorista visavam sobretudo turcos e mataram nove menores estrangeiros e uma chefe de polícia alemã. Tinham o seu quartel-general a cerca de 85 quilómetros do lugar onde vivia a menina, o que reforça a ideia de que Böhnhardt pode ser o assassino que há muito se procura.

Os vestígios de ADN vêm enriquecer a investigação, mas não necessariamente dar certezas quanto à morte da “Maddie Alemã”.

A investigação vai centrar-se nesta nova pista, nomeadamente revendo antigos testemunhos que foram desvalorizados no início ou vistos como falsos.

Um centímetro de tecido e muitos “ses”…

A menina de 9 anos saiu da escola de Lichtenberg, uma localidade no norte da Baviera, a 7 de Maio de 2001 e nunca mais foi vista. O seu corpo só foi encontrado neste ano, a poucos quilómetros de onde morava, e junto dele estava um pequeno pedaço de tecido de cerca de um centímetro  que continha vestígios de ADN do neonazi.

A amostra pode ser de “um tecto” de um carro, segundo o Der Spiegel que salienta que “não estava caído directamente ao lado do esqueleto e só foi descoberto numa investigação posterior da cena do crime”.

As autoridades estão a ponderar várias hipóteses e admitem que “talvez o assassino conhecesse Uwe Böhnhardt” ou talvez estivesse a usar um carro comprado ao terrorista ou ainda que poderá ter pedido ajuda ao neonazi para se livrar do corpo da criança.

Outra possibilidade que surge em cima da mesa é estar em causa um erro no manuseamento dos corpos da menina e do neonazi, já que ambos foram analisados no mesmo Instituto – o terrorista em Novembro de 2011 e o cadáver da menina em Julho de 2016.

Mas o Instituto de Medicina Legal Alemã, contactado pelo Der Spiegel, nega essa hipótese, alegando que o tecido com ADN não foi analisado no mesmo local.

Todavia, a hipótese não pode ser totalmente excluída e não seria a primeira vez que a “contaminação de provas” motivava confusão no âmbito de investigações policiais na Alemanha.

Há ainda que considerar que o tecido pode ter surgido no local por mera casualidade, o que parece demasiada coincidência para ser verdade.

O promotor público Herbert Potzel salienta no Der Spiegel que é preciso “confirmar o caminho da pista de forma precisa e segura”.

E há um nome que surge como potencialmente decisivo para o caso. Trata-se da única sobrevivente dos crimes da NSU, Beate Zschäpe, que está detida e a ser julgada na Alemanha. As autoridades têm esperanças de que ela possa ter alguma informação que ajude a desvendar o mistério.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Vai nascer um megacentro de dados em Sines. Investimento pode gerar até 1.200 empregos

O projeto de um novo data centre em Sines prevê um investimento de até 3,5 mil milhões de euros, que criará até 1.200 postos de trabalho diretos altamente qualificados. "Tem o potencial de ser o maior …

Oposição unida aborrece o senhor das contas. Aprovações podem pôr em causa estabilidade financeira

No Parlamento, o Governo continua a ser surpreendido com aprovações de medidas pela oposição. Nas Finanças, fazem-se contas e deixam-se avisos. "A repetição sistemática deste tipo de aprovações pela Assembleia da República poderá vir a colocar …

“Está tudo em aberto”. Capitães de Abril admitem abandonar celebrações (e desfile pode ser cancelado)

Após a polémica levantada pela exclusão da Iniciativa Liberal do cortejo, o presidente da Associação 25 de Abril (A25A), Vasco Lourenço, convocou uma reunião da comissão promotora do tradicional desfile comemorativo do 25 de Abril, …

Governo vai usar empréstimos para capitalizar empresas a fundo perdido. Estradas terão financiamento nacional

O Governo pode vir a usar os 2,3 mil milhões adicionais do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para reforçar os capitais próprios das empresas e este dinheiro pode ser canalizado via subvenções a fundo …

Clubes que desistiram da Superliga vão ter de pagar multa (que pode ser de 300 milhões)

Os clubes que desistiram da ideia de formar uma Superliga Europeia vão ter de pagar uma multa. Apenas Real Madrid e Barcelona ainda não anunciaram a sua saída. Os relatos relativamente ao valor da coima variam …

Antiga moradia do Gerês de CR7 não vai ser demolida. O crime prescreveu

Apesar da IGAMAOT considerar que a construção foi executada à revelia do projeto aprovado, o Ministério Público diz que o caso tem de ser arquivado porque o crime prescreveu. De acordo com o que noticia o …

"Passaporte dourado". Férias, doações ou investimentos: o esquema de Malta para vender a sua nacionalidade

Malta, membro da União Europeia e do espaço Schengen, começou a vender a nacionalidade maltesa há mais de oito anos. Contudo, e-mails da empresa facilitadora, a Henley & Partners, mostram que a "ligação genuína" ao …

Aprovadas alterações à lei eleitoral autárquica. Eleitores em confinamento podem votar em casa e em lares

A Assembleia da República aprovou esta quinta-feira, por maioria, as alterações à lei eleitoral autárquica, que dá resposta às reivindicações dos movimentos de autarcas independentes que se queixavam de dificultar as candidaturas. Votaram a favor PS, …

Sporting interessado em Claudinho, estrela da Red Bull

O Sporting está à procura de reforços para o ataque, tendo em vista já a próxima temporada. Claudinho, do Red Bull Bragantino, é um dos favoritos. O principal foco do Sporting para esta temporada é conquistar …

Sondagem. Operação Marquês faz PS cair e PSD subir

O PSD subiu quatro pontos percentuais na mais recente sondagem, enquanto o PS desceu dois pontos. A decisão da Operação Marquês pode ter tido influência nas intenções de voto. A mais recente sondagem ICS/ISCTE para o …