Nova lei da imigração legaliza cadastros violentos

A nova lei da imigração, sob a qual basta uma “promessa de trabalho” para ser imigrante legal no país, está a obrigar o Governo a conceder autorização de residência a condenados que aleguem ser inexpulsáveis por ter família em Portugal.

As alterações à Lei de Estrangeiros, aprovada em Agosto pelo PS, PCP e Bloco, impedem a expulsão de criminosos que demonstrem ter ligações familiares em Portugal. Por isso, o SEF vê-se obrigado a conceder autorizações de residência por “razões humanitárias”.

Segundo o Diário de Notícias, a solução encontrada pelo SEF, com aval do Ministério da Administração Interna (MAI), foi recorrer a um regime excecional que autoriza que “quando se verificarem situações extraordinárias” pode “a título excecional, ser concedida autorização de residência temporária a cidadãos estrangeiros que não preencham os requisitos exigidos na presente lei por razões humanitárias”.

Trata-se do artigo 123, que, além desta alínea, habitualmente utilizada para casos de asilo, prevê também a exceção “por razões de interesse nacional” e “por razões de interesse público decorrentes do exercício de uma atividade relevante no domínio científico, cultural, desportivo, económico ou social”.

O mesmo jornal revela que fontes que estão a acompanhar o processo das novas legalizações asseguraram que cerca de duas dezenas de condenados já terão sido legalizados, devido a esta nova cláusula.

O SEF tinha dado um parecer negativo a esta alteração legislativa chamando, precisamente, a atenção para as contradições que traria à legislação: por um lado não permite a expulsão de condenados com ligações familiares, designadamente com filhos menores a cargo, mas por outro lado a autorização de residência está-lhes vedada por terem estado presos.

Nesse parecer o SEF tinha assinalado que nestes casos em que o tribunal decide que, além de cumprirem pena de prisão, os estrangeiros devem ser expulsos, estão em causa condenações por crimes graves, quase sempre de forma reincidente, como homicídios, roubos violentos e tráfico de droga.

Na legislação revogada, tal como na nova, não podem ser expulsos estrangeiros que “tenham nascido em território português e aqui residam habitualmente, tenham a cargo filhos menores, sobre os quais exerçam responsabilidades parentais e assegurem sustento e educação, se encontrem em Portugal desde idade inferior a 10 anos e aqui residam”.

No entanto, a anterior lei impunha como exceção casos que comprometessem a “segurança nacional ou a ordem pública, cuja presença ou atividades no País constituam ameaça aos interesses ou à dignidade do Estado Português ou dos seus nacionais, e em relação ao qual existam sérias razões para crer que cometeu atos criminosos graves ou que tenciona cometer atos dessa natureza, designadamente no território da União Europeia”.

Agora, a nova lei apenas permite expulsar em caso “de suspeita fundada da prática de crimes de terrorismo, sabotagem ou atentado à segurança nacional ou de condenação pela prática de tais crimes”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Nós portugueses ficamos agradecidos a toda a esquerdalha que vende o país por meia dúzia de patacos, para eles a segurança dos cidadãos nada interessa, que importa para eles que alguém morra da maneira mais cruel às mãos destes criminosos, abre-se a porta a mais uns tantos e fica o problema da demografia resolvido, as lições vindas quase diariamente do que se passa em casa dos nossos vizinhos nada lhes serve para abrirem os olhos e sentirem no mínimo o dever de nos proteger.

  2. O “nosso” primeiro ministro quer que Portugal seja a porta de entrada dos conterraneos dele, para a Europa e com eles vem tambem os assassinos e malandros brazucas e os terroristas!!!

    Enfim Portugal no seu melhor.

RESPONDER

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …

Em greve de fome, Navalny é ameaçado ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março. “Ele …