Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Mike Groll / Gabinete do Governador Andrew M. Cuomo

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 nos Estados Unidos elevam o total de mortes para 162.304 e o de casos confirmados para 4.989.976.

O balanço realizado às 20:00 de sábado (01:00 de hoje em Lisboa) pela agência de notícias EFE apontou ainda que apesar de Nova Iorque não ser mais o estado com o maior número de infeções, ainda é a mais atingido em termos de mortes nos Estados Unidos, com 32.768 – mais do que França ou Espanha.

Nova Iorque é seguida pela vizinha New Jersey com 15,849 mortos, Califórnia com 10,306, Texas com 9,056 e Massachusetts com 8,721. Outros estados com grande número de mortes são Florida com 8.109, Illinois com 7.840, Pensilvânia com 7.310.

Em termos de infeções, a Califórnia tem 551.894, seguida da Florida com 526.577, Texas com 496.558, e Nova Iorque com 420.345.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, estava confiante de que o número final seria entre 50 mil e 60 mil mortes, embora mais tarde tenha subido a estimativa para 110 mil óbitos, um número que também foi excedido.

Já o Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington, cujos modelos de previsão da evolução da pandemia têm servido de base para os cálculos feitos a partir da Casa Branca, indica atualmente que os EUA vão chegar às eleições presidenciais de 3 de novembro com 250 mil mortos — e até 1 de dezembro atingirão os 295.000.

 

México com 695 mortos e 6.495 infetados

O México registou 695 mortes e 6.495 casos de infeção com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, anunciaram as autoridades de saúde mexicanas no sábado. No total, o país registou 52.006 óbitos e 475.902 contágios confirmados desde o início da pandemia.

O México ocupa o sexto lugar no mundo em número de casos globais, depois dos Estados Unidos, Brasil, Índia, Rússia e África do Sul, e é o terceiro com mais mortes, depois dos Estados Unidos e do Brasil.

O diretor da Agência Mexicana de Promoção da Saúde, Cortés Alcalá, revelou que 1.085.897 pessoas tinham sido testadas desde o início da pandemia. O responsável acrescentou ainda que 318.638 já recuperaram da doença.

 

Índia regista 861 mortes e quase 64.000 casos

A Índia registou 861 mortes e quase 64.000 casos da covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 2.153.010 infetados desde o início da pandemia. Segundo o Ministério da Saúde indiano, o total de mortes atingiu 43.379 no país, incluindo mais de 20.000 nos últimos 30 dias.

A Índia regista ainda uma média de cerca de 50.000 novos casos diários desde meados de junho. O país tem o terceiro maior número de casos do mundo, depois dos Estados Unidos e do Brasil. Apesar de a Índia registar o quinto maior número de mortes, a sua taxa de mortalidade de cerca de 2% é muito inferior à dos dois países mais duramente atingidos.

GCIS / Fotos Públicas

A África do Sul é o país com mais infetados no continente africano

 

África contabiliza hoje mais de 22.900 mortos

O número de mortes por covid-19 é hoje de 22.903 em África, continente que regista mais de um milhão de infetados pela doença, que afeta sobretudo as regiões Austral e do Norte, segundo os dados oficiais mais recentes.

O número de pessoas declaradas como recuperadas da doença subiu para 720.775, de acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), que reúne os dados mais recentes dos relatórios oficiais dos 55 países membros desta organização.​​​​​

O maior número de casos e de mortos de covid-19 continua a registar-se na África Austral, com 581.734 infetados e 10.841 vítimas mortais. Nesta região, a África do Sul, o país mais afetado do continente, contabiliza 553.188 infetados e 10.210 mortos.

A região da África do Norte, a segunda mais afetada pela pandemia, tem agora 174.727 infetados e 7.070 mortos e na África Ocidental o número de casos subiu para 139.169 e o de vítimas mortais para 2.067.

Na região da África Oriental, registam-se 89.005 casos e 1.971 mortos e na região da África Central são contabilizados hoje 50,296 casos de infeção e 955 óbitos.

No sábado, à África Central tinha sido atribuído um número superior de infetados, de 51.269 pessoas com a doença covid-19, por terem sido divulgados números incorretos relativamente aos Camarões, hoje corrigidos, explicou o África CDC. Este país é o mais atingido pela doença na África Central, com 17.586 infetados, 393 mortos e 16.060 pessoas declaradas recuperadas.

O Egito é o segundo país com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, contabilizando 95.314 infetados e 4.992 óbitos, seguindo-se a Argélia, que conta hoje com 34.137 casos e 1.280 vítimas mortais.

Entre os cinco países mais afetados, estão também a Nigéria, que regista 46.140 infetados e 942 óbitos, e o Sudão, com 11.894 casos (o mesmo número reportado no sábado) e 773 vítimas mortais.

Entre os países africanos lusófonos, Cabo Verde lidera em número de casos (tem hoje 2.835 casos e 32 mortos), seguindo-se a Guiné-Bissau (2.050 casos e 29 mortos), Moçambique (2.241 casos e 16 mortos), Angola (1.572 infetados e 70 mortos) e São Tomé e Príncipe (878 casos e 15 mortos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro e a Nigéria foi o primeiro país da África Subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

 

722 mil mortos em todo o mundo

A pandemia de covid-19 provocou até agora cerca de 722 mil mortos e infetou mais de 19,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Desapareceu tão misteriosamente como apareceu o monólito do deserto do Utah (e apareceu outro na Roménia)

O monólito de metal descoberto, na semana passada, no meio do deserto do Utah, nos EUA, desapareceu sem deixar rasto. O mistério adensa-se em torno do objecto que alguns já apelidaram de "extraterrestre", até porque …

The Crown: O que é verdade e ficção na nova temporada?

Não é novidade que as famílias reais da Europa, em especial a família real britânica, sempre despertaram muita curiosidade e interesse por parte do público. Desta forma, a plataforma de streaming Netflix decidiu investir, em …

Hubble avista possível "jogo de sombras" do disco em torno de um buraco negro

Algumas das vistas mais deslumbrantes do nosso céu ocorrem ao pôr-do-Sol, quando a luz do Sol penetra nas nuvens, criando uma mistura de raios brilhantes e escuros formados pelas sombras das nuvens e pelos feixes …

No Japão, houve mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 no ano todo

No mês de outubro, o número de suicídios no Japão foi superior ao número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia. De acordo com os dados do governo, foram registados 2153 suicídios no …

YouTube cria o primeiro videoclipe "infinito" de sempre. Reúne todas as versões de "Bad Guy" de Billie Eilish

"Bad Guy" de Billie Eilish tornou-se o primeiro vídeo de música infinito de sempre. Celebrando o facto de ter atingido a marca de mil milhões de visualizações, a artista juntou-se ao YouTube e criou uma …

Marítimo 1 - 2 Benfica | Águia faz terapia no “divã” de Pizzi

Após duas derrotas consecutivas para o campeonato (contra o Boavista e o Braga), o Benfica regressou às vitórias, na visita ao Marítimo, por 2-1. Um resultado que não disfarça as dificuldades e a intranquilidade que …

A Coreia do Sul vai ter táxis aéreos. Serão usados em serviços de emergência e turismo

A empresa chinesa de mobilidade aérea EHang concluiu três voos de teste na Coreia do Sul para demonstrar o seu novo transporte de passageiros. Trata-se de um táxi aéreo com capacidade de resposta de emergência …

Tartarugas marinhas transportadas para a Flórida depois de sofrerem reação hipotérmica

Quarenta tartarugas marinhas em vias de extinção foram transportadas para a Florida, nos Estados Unidos, depois de sofrerem uma reação de hipotermia na costa de Massachusetts. Quando as tartarugas marinhas são expostas à água fria por …

Apoiante de Trump doou 2,5 milhões para combater os resultados eleitorais. Agora, quer o dinheiro de volta

Um investidor de capital de risco da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que doou 2,5 milhões de dólares para ajudar o ainda Presidente norte-americano, Donald Trump, a contestar os resultados eleitorais que deram a …

Petição de Cristina Ferreira contra cyberbullying já reúne mais de 37 mil assinaturas

Cristina Ferreira lançou este sábado (28) uma petição contra o ódio e a agressão na internet que já conta com mais de 37 mil assinaturas. O objetivo é levar este tema à Assembleia da República. Cristina …