Nova baixa no Governo britânico em protesto contra Boris Johnson como líder

O Secretário de Estado para a Europa e Américas britânico, Alan Duncan, demitiu-se esta segunda-feira em protesto pela possível vitória de Boris Johnson na corrida para a liderança do Partido Conservador e Governo Britânico.

A notícia foi avançada pela Sky News e confirmada pela BBC. Johnson sempre foi o favorito a suceder a Theresa May e as sondagens davam-lhe uma vitória significativa sobre Jeremy Hunt, actual ministro dos Negócios Estrangeiros britânico.

É possível que Duncan não seja a única baixa no executivo caso Johnson vença. O Secretário do Tesouro, Philip Hammond, e o Ministro da Justiça, David Gauke, já disseram que vão apresentar a demissão se o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros for primeiro-ministro.

Os militantes do Partido Conservador terminam esta segunda-feira de votar nos dois candidatos – Boris Johnson e Jeremy Hunt. Os militantes podem votar, por via postal, até às 16h (mesma hora em Lisboa) de hoje. O vencedor será revelado terça-feira. Na quarta-feira o sucessor de Theresa May tomará posse como primeiro-ministro, sem que haja eleições.

Na mais recente polémica que opôs o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao antigo embaixador britânico nos EUA, Kim Darroch, Duncan tinha acusado Johnson de ter atirado o diplomata para “debaixo do autocarro” por não o ter defendido publicamente na sequência da correspondência oficial divulgada pelo jornal Daily Mail. Darroch acabou por se demitir.

Além da posição defendida por Johnson de que o Reino Unido terá obrigatoriamente de abandonar a União Europeia a 31 de outubro, estará também em causa a obrigação imposta pelo candidato de que todos os membros do Governo se “reconciliem” com essa posição, algo com o qual nem todos concordam.

Os três membros do Governo que fizeram saber que podem demitir-se não aceitam a possibilidade de saída do Reino Unido da UE sem um acordo – algo que Johnson disse estar disposto a fazer.

Boris Johnson foi um dos principais apoiantes do Brexit no referendo de 2016 e não exclui uma saída da União Europeia sem acordo em 31 de outubro, a nova data estabelecida para os britânicos abandonarem o bloco europeu. Já Jeremy Hunt defende um acordo de saída com a União Europeia.

Theresa May renunciou à liderança do partido Conservador a 7 de junho devido às dificuldades em fazer aprovar o acordo de saída que concluiu com Bruxelas em novembro, mas continua como chefe de governo até a eleição do sucessor.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Estados Unidos autorizados a aplicar taxas sobre produtos europeus

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou oficialmente esta segunda-feira os Estados Unidos a aplicar taxas alfandegárias sobre 7500 milhões de dólares de importações oriunda da União Europeia devido aos subsídios dados à Airbus. A OMC …

Tribunal rejeita providência cautelar requerida pela Ordem dos Enfermeiros contra ministério

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa rejeitou a providência cautelar pedida pela Ordem dos Enfermeiros (OE) contra o Ministério da Saúde no processo de sindicância à OE, anunciou esta segunda-feira o Governo. Em comunicado, o …

Paraísos fiscais. Portugal transferiu 672 milhões em 2018

Os bancos a operar em Portugal transferiram 672 milhões de euros no ano passado para territórios que constavam das listas de offshores problemáticos da União Europeia. Em 2018, os bancos a operar em Portugal transferiram 672 …

Discurso da Rainha. Entre crime, saúde e imigração, o Brexit foi destaque

Várias propostas de lei relacionadas com o Brexit destacam-se no programa do governo britânico para os próximos meses apresentado esta segunda-feira pela rainha Isabel II no parlamento, o qual inclui a implementação de um eventual …

Conservadores polacos vencem legislativas com maioria absoluta

Os conservadores nacionalistas no poder na Polónia venceram as eleições legislativas com 45,16% dos votos, de acordo com os resultados oficiais que se referem à contagem de 82,79% das circunscrições. O partido conservador eurocético Lei e …

Ambulâncias rejeitadas no Hospital de Setúbal por sobrelotação das urgências

Ambulâncias que chegavam ao Hospital de São Bernardo, em Setúbal, durante a tarde de domingo, foram encaminhadas para outros hospitais. As urgências do centro hospitalar estavam sobrelotadas. Entre as 12h e as 16h30 deste domingo, o …

Professores regressam à greve ao trabalho extraordinário

A paralisação poderá comprometer as avaliações intercalares dos alunos, alertam os sindicatos que pedem o cumprimento do horário de 35 horas semanais. A greve dos professores ao trabalho extraordinário regressa esta segunda-feira às escolas, sem data …

Caos na Síria. Bombardeamentos turcos levam à fuga de centenas de militantes do Daesh presos

Cerca de 800 militantes do Daesh fugiram neste domingo da prisão de Ain Issa, de acordo com a administração autónoma curda, que acusa a Turquia de ter dado “cobertura aérea” para que a fuga fosse …

Supremo Tribunal espanhol reativa mandado de detenção europeu contra Puigdemont

Um juiz do Supremo Tribunal de Justiça espanhol, Pablo Llarena, aceitou o pedido do Ministério Público e reativou o mandado de detenção europeu para a extradição de Carles Puigdemont. O ex-Presidente do governo regional da Catalunha …

A partir de agora, os saldos têm mesmo que ser saldos

Já estão em vigor as alterações à lei relativa aos saldos e promoções. As novas normas definem que um produto vendido em saldo ou promoção não pode ter um preço mais alto do que o …