Governos cumpriram 60% das promessas (e Guterres chegou aos 85%)

José Cruz/ABr

O ex-primeiro-ministro António Guterres

O ex-primeiro-ministro António Guterres

Portugueses continuam a acreditar que os políticos não cumprem o que prometem antes das eleições mas os dados de um novo estudo do ISCTE mostram que não é bem assim. António Guterres está no topo da lista dos cumpridores.

Os Governos dos últimos 20 anos cumpriram cerca de 60% das promessas escritas nos programas eleitorais. Quem o diz é a TSF que, esta terça-feira, cita um estudo feito pelo Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE), financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

As conclusões deste estudo vão contra a perceção da maioria dos portugueses, ou seja, a de que os políticos nunca cumprem a maioria das coisas que prometem antes das eleições.

De 1995 a 2015, os Governos portugueses cumpriram, em média, cerca de 50% das promessas na sua totalidade e outros 10% foram cumpridos de forma parcial.

Escreve a TSF que, segundo o novo estudo, foi o primeiro Governo de António Guterres aquele que cumpriu mais promessas: cerca de 85% cumpridas total ou parcialmente, mesmo sendo um Executivo minoritário.

Segue-se o primeiro Governo de José Sócrates (com quase 80%) e, apesar da intervenção da troika, também o Executivo de Passos Coelho, com quase 60%.

Do outro lado surge novamente o novo secretário-geral da ONU e ex-primeiro ministro socialista que, no seu segundo Governo, apresenta valores bem mais baixos. A este juntam-se os Executivos de Durão Barroso e Santana Lopes, com 45% e 30%.

Em declarações à rádio, Ana Maria Belchior, investigadora do ISCTE que liderou o estudo, admite que há uma grande diferença entre a perceção dos eleitores e os números.

“Portugal até tem dos melhores desempenhos no cumprimento de promessas”, diz a professora de Ciência Política, que não sabe explicar o porquê desta diferença.

No entanto, a investigadora admite que é possível que esteja relacionado com o facto de algumas das promessas que não chegam a ser cumpridas serem “aquelas que verdadeiramente interessam aos cidadãos” como, por exemplo, as que estão ligadas à não subida de impostos, as de não fazer cortes em salários e pensões e a criação de emprego.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Uma das promessas e que era justíssima, foi a promessa do 1º. Ministro de retirar a penalização fixa a carreiras longas. Será que com 49 anos a descontar se me reformar antes dos 66 e 3 meses é justo ser penalizado ????????

  2. Continuam a endeusar um brilhante académico que é ao mesmo tempo foi um péssimo primeiro-ministro. Governou para as sondagens e em anos de crescimento económico de 4% esbanjou dinheiro público e sobrecarregou o Estado com o aumento exagerado do nº de funcionários públicos para empregar os boys. No fim, deixou o país num pântano!

  3. Recordo duas expressões de Guterres.
    “No jobs for the boys” e, no dia em que se demitiu disse: “apresento a minha demissão para evitar situações pantanosas”.
    Para mim, foi o primeiro ministro mais humano, correcto e sério na democracia. Quando saiu, foi dar aulas, não sendo conhecido qualquer tacho duvidoso que se pudesse relacionar com a sua governação, isto é, muitos saem dos governos e depois é vê-los a encaixarem-se na Galp, na EDP, na PT, na Lusoponte, em Bancos, etc, etc, etc, com cargos de administradores. Outros piram-se, borrifam-se para o país e vão para comissários europeus ou para presidente da comissão europeia e agora Goldman. Crenças? Ideologias? Fidelidade ao seu país? Isso são tretas, o que lhes interessa mesmo é o próprio umbigo, na lógica do “quem dá mais”.
    Guterres provou e continua a provar ser um homem de causas, honesto, fiel a valores humanos, principios morais e éticos. É um crente numa sociedade desenvolvida financeira e económicamente mas, em paralelo, uma sociedade humana e socialmente justa. Pessoalmente admiro-o.

RESPONDER

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …