//

Este ano não vai haver NOS Primavera Sound. Festival regressa em 2022

Bene Riobó / Wikimedia

NOS Primavera Sound

Após já ter sido adiada de 2020 para 2021, a 9ª edição volta a ser reagendada e já tem novas datas. O NOS Primavera Sound é o primeiro grande festival de verão português a anunciar que não se irá realizar este ano devido à incerteza causada pela pandemia.

Se para muitos o ano de 2020 seria a oportunidade de regressar aos festivais de verão, sabe-se agora que quem quiser ir ao NOS Primavera Sound terá de esperar por 2022. O anúncio foi feito pela organização.

Este é o primeiro grande festival de verão português a anunciar novo adiamento, numa altura em que o setor se encontra mergulhado em incerteza devido aos constrangimentos causados pela pandemia da covid-19.

No entanto, a organização do festival, que se tem realizado no Parque da Cidade, no Porto, garante que os bilhetes adquiridos para as edições de 2020 e 2021 continuam válidos, mas pode ser pedida a devolução do seu valor a partir de 1 de Janeiro de 2022.

“Dançaremos juntos novamente em 2020”, é a promessa da organização que já avança as datas da edição de 2022: “É com muita tristeza que comunicamos que, por motivos de força maior, a nona edição do festival Primavera Sound terá lugar entre 9 e 12 de junho de 2022“.

Numa nota oficial, os promotores do evento explicam que a decisão foi tomada com base na situação pandémica atual.

Em Espanha, o Primavera Sound de Barcelona também foi adiado para 2022, mas a possibilidade de pedido de reembolso do bilhete é válida a partir do dia 2 de junho. O cartaz da próxima edição do Primavera Sound catalão será anunciado na íntegra no dia 2 de junho.

A organização do NOS Primavera Sound frisa ainda que o cartaz do próximo ano será revelado na íntegra a 5 de junho de 2021 e deixa uma promessa: “Iremos compensar-vos em 2022″.

Para este ano, o festival tinha anunciado um cartaz eclético e de peso com artistas e bandas como Tyler, The Creator, Beck, Tame Impala, Pavement, Gorillaz e Bad Bunny como cabeças de cartaz. Estavam ainda prometidos concertos de nomes como Doja Cat, King Krule, Earl Sweatshirt, Little Simz, FKA Twigs, Cigarettes After Sex, Khruangbin, Black Midi, Dinosaur Jr., Jamila Woods e Helado Negro, entre outros.

Ao que se sabe, os agentes ligados a festivais e concertos e a Direção-Geral de Saúde (DGS) vão realizar várias experiências-piloto para se perceber em que moldes se podem concretizar os festivais de música no verão.

Para já, o Paredes de Coura, Super Rock e Sudoeste mantêm datas.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE