NOS, Altice e Vodafone não vão usar Huawei na rede “core” 5G

Rungroj Yongrit / EPA

A NOS, Altice e Vodafone decidiram não usar a tecnologia da Huawei no ‘core’ das redes 5G, embora o Governo não tenha banido a empresa chinesa das infraestruturas do país.

Um porta-voz da NOS diz que a empresa “não vai usar tecnologias Huawei nas redes 5G” e vai escolher “os melhores parceiros” para esta implementação. Portugal está a preparar um leilão do 5G que irá decorrer até ao final do ano. A Anacom salienta que é “uma oportunidade” para introduzir mais empresas no mercado e “mais ofertas e preços mais competitivos”.

A rede ‘core’ do 5G, explica a Renascença, é responsável pelas funções de gestão de sessões, pelos processos de autenticação e autorização de acesso à rede.

Também a Vodafone Portugal, em comunicado, anunciou que optou por não usar a tecnologia da empresa chinesa: “A Vodafone (casa mãe VOD.L) anunciou que a sua rede core 5G não irá contemplar a Huawei nas suas diferentes operações, pelo que, naturalmente, a Vodafone Portugal não é exceção”. A Vodafone trabalhará com a Ericsson.

Por sua vez, a Altice também não terá a Huawei no core da rede 5G, contando com outros fabricantes para esse efeito.

Uma porta-voz da Altice Portugal disse que “o processo do 5G em Portugal ainda não está totalmente definido, havendo um conjunto de decisões relevantes a ser tomadas pelas entidades competentes, pelo que deve aguardar por estas para posteriormente se pronunciar”.

No final do ano passado, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, esteve em Lisboa, onde terá tentando convencer o Governo a não usar a Huawei na sua rede 5G. Os EUA defendem que há um potencial perigo de espionagem pela China. Tanto Pequim como a Huawei negam estas acusações.

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, realçou que “a priori, não temos problemas com nenhum dos fabricantes”.

Em declarações à Rádio Renascença, o investigador e professor e telecomunicações António Rodrigues diz que “não existem provas de que a China, em particular, a Huawei faz espionagem, nem há provas de que não faça, mas há uma grande relutância em empresas muito grandes em abandonar totalmente a hipótese Huawei”.

“Neste momento, não me parece justificável, do ponto de visto tecnológico ou técnico, que seja necessário não usar material Huawei pelo facto de haver esse perigo. Isto é uma decisão que caberá aos Governos tomar, é política”, acrescentou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Britânicos precisarão de documento de identificação com fotografia para votar

Nas próximas eleições para o Parlamento britânico, daqui a três anos, só poderão votar eleitores que possuam documento de identificação com fotografia, medida que visa diminuir a fraude eleitoral e que deverá ser anunciada na …

Em 2018, a PJ estava "na penúria" e a "ponto de encerrar"

Com recados ao Governo, a Directora Nacional Adjunta da Polícia Judiciária (PJ), Luísa Proença, lamenta o desinvestimento que tem sido feito pelo poder político na força de autoridade e revela que em 2018, quando chegou …

José Seguro acusa líderes europeus de "matar lentamente" a Europa

O antigo líder socialista António José Seguro defendeu no domingo que a ambiguidade dos líderes políticos e a morosidade dos processos de decisão nas instituições da União Europeia (UE) estão "a matar, lentamente, a Europa". O …

Marcelo não se pronuncia sobre pedidos de demissão de Cabrita

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recusou pronunciar-se sobre os pedidos de demissão de Eduardo Cabrita. Marcelo Rebelo de Sousa entende que os pedidos de demissão de ministros são "típicos da luta político-partidária" e …

TAP vai pedir a insolvência da Groundforce

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta segunda-feira aos representantes dos trabalhadores que a TAP vai avançar com um pedido de insolvência da Groundforce. A TAP anunciou esta segunda-feira que vai avançar, ainda hoje, com …

Ida de Luís Filipe Vieira para o Benfica "foi um pedido de várias instituições financeiras"

Luís Filipe Vieira diz que os bancos quiseram, no início dos anos 2000, que fosse para o SL Benfica devido à sua situação financeira, pois estavam interessados na sua viabilização. Aos deputados, o presidente das …

Alemanha autoriza vacina da Johnson & Johnson a menores de 60 anos

A Alemanha recomenda a vacina da Johnson & Johnson (Janssen) contra o novo coronavírus a partir dos 60 anos, mas permitirá o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal. O …

Livatino é o primeiro juiz a ser beatificado. Foi morto pela máfia italiana

A Igreja Católica beatificou este domingo o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Rosario Livatino, que hoje teria 69 anos, foi assassinado em 21 de setembro de 1990 …

Castelo do Drácula oferece vacinas contra a covid-19 aos visitantes

O castelo do Drácula, na Roménia, está a oferecer vacinas contra a covid-19 a todos os que o visitem. Nas ilhas Baleares, os turistas vão poder contar com um seguro de repatriamento. Segundo conta a BBC, …

Trabalho ilegal. Bloco propõe alteração à lei para criminalizar "toda a cadeia"

Catarina Martins anunciou, esta segunda-feira, que o Bloco de Esquerda quer alterar a lei de 2016 para garantir uma melhor fiscalização e condenação dos responsáveis pela exploração de trabalhadores em Portugal. Em Odemira, a coordenadora do …