Noiva de Khashoggi pede que Premier League trave compra do Newcastle pelos sauditas

A noiva de Jamal Khashoggi, jornalista assassinado em 2018, apela à Premier League que interrompa o processo de compra do Newcastle por parte dos sauditas.

O jornalista Jamal Khashoggi foi assassinado, em 2018, no interior do consulado saudita em Istambul. A sua noiva, Hatice Cengiz, pede agora que a Premier League trave a compra do Newcastle por parte dos sauditas. O clube inglês atravessa um processo de aquisição, liderado pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed Bin Salman.

O negócio está a ser muito contestado em várias frentes. A aquisição está a servir também de meio para a guerra por procuração entre Arábia Saudita e Catar.

Hatice Cengiz diz que a compra do clube mancharia o futebol inglês e faria da Premier League cúmplice do “encobrimento” do homicídio do seu marido. As intenções da noiva de Khashoggi foram expostas à Liga inglesa através de uma carta enviada pelos seus advogados, explica a BBC.

“É sem dúvida a ação correta, apropriada e lícita para você [o presidente executivo da Premier League, Richard Masters] e para a Premier League, especialmente à luz do assassinato implacável do noivo de Cengiz”, lê-se na carta, que apela ao travão do processo de compra.

A carta reforça ainda que não deve haver espaço no futebol inglês para ninguém “envolvido em atos tão abomináveis”.

“A aquisição proposta não é apenas um ‘negócio’ para o príncipe e para as autoridades sauditas, mas uma tentativa de fugir à justiça e ao escrutínio internacional por um ato inconcebível. Seria uma ofensa para os princípios-base da Premier League e arruinaria a sua reputação se permitissem que o príncipe herdeiro e as autoridades sauditas usassem esta aquisição para tentar reparar a sua imagem internacional”, dizem os advogados, citado pela Tribuna Expresso.

A diretora da Amnistia Internacional no Reino Unido, Kate Allen, também escreveu uma carta ao presidente executivo da Premier League, onde apela para que Masters não permita que a liga seja usada para aquilo que chama de “lavagem desportiva” levada a cabo pela Arábia Saudita.

“A menos que a Premier League pare e olhe seriamente para a situação dos direitos humanos na Arábia Saudita, corre o risco de se tornar uma bode expiatório“, escreveu Allen. “Como é que isto pode ser positivo para a reputação e imagem da Premier League?”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Termina hoje o prazo para validar faturas para apresentar no IRS

Os contribuintes têm até esta quinta-feira para validar e verificar as faturas de 2020 no Portal e-fatura e que vão servir de base no cálculo das deduções no IRS. Há já vários anos que as deduções …

“Foi torturada”. Princesa Latifa escreve carta à polícia a pedir que investigue desaparecimento da irmã

Latifa escreveu à polícia britânica em 2019. O caso da sua irmã Shamsa, raptada em Inglaterra há mais de vinte anos, tem muitas semelhanças com o drama agora vivido pela princesa. A princesa Latifa, filha do …

Pelo menos oito mortos após golpe de Estado em Myanmar. ONG pedem embargo ao fornecimento de armas

Pelo menos oito pessoas morreram em Myanmar, como resultado da violência desencadeada após o golpe de Estado realizado pelos militares a 1 de fevereiro, segundo a Associação de Assistência aos Prisioneiros Políticos (AAPP). Até agora, o …

24 mil milhões até 2025 e 100% renovável até 2030. Eis o novo plano estratégico da EDP

A EDP apresenta esta quinta-feira o seu novo plano estratégico, comprometendo-se a investir 24 mil milhões de euros até 2025 na transição energética e anunciando o objetivo de até 2030 se tornar 100% verde. Na nota …

Manchester United e Liverpool querem Raphinha, ex-Sporting

Raphinha, antigo jogador do Sporting CP e do Vitória SC, está a ser sondado pelo Manchester United e pelo Liverpool. O brasileiro tem estado em destaque na Premier League, ao serviço do Leeds. Manchester United e …

50 deputados e menos de 100 pessoas na sala. Posse de Marcelo segue modelo do 25 de Abril

Marcelo Rebelo de Sousa vai tomar posse como Presidente da República, no parlamento, no dia 9 de março, numa cerimónia em que apenas estarão presentes 50 dos 230 deputados e menos de 100 pessoas no …

Depois de um conselho nacional tenso, líder do CDS reúne-se com a bancada parlamentar

O líder do CDS vai reunir-se, esta quinta-feira, com os cinco deputados centristas para dialogarem sobre a articulação entre a direção e a bancada parlamentar. Tal como recorda o jornal Público, esta reunião de trabalho acontece depois …

Enquanto Flamengo afasta regresso de Jorge Jesus, o "Galo" vem ao ataque

O treinador benfiquista afasta o cenário de uma saída precoce do Estádio da Luz. O Flamengo rejeita o regresso de Jorge Jesus, enquanto o Atlético Mineiro manifesta o seu interesse. Jorge Jesus foi categórico: "Não vou …

"Ihor gritava como um cão atropelado". Seguranças contam nova versão em tribunal

O segurança Manuel Correia testemunhou esta quarta-feira que “ouviu gritos” de Ihor Homeniuk vindos de uma sala do SEF no aeroporto de Lisboa e que encontrou um dos inspetores com um pé em cima da …

Dos pés de Cancelo para a cabeça de Bernardo Silva. City ganha na Champions com um golo 100% português

Os internacionais portugueses João Cancelo e Bernardo Silva foram fundamentais para a vitória do Manchester City sobre o Borussia Monchengladbach (2-0), na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões, com ação direta nos dois …