Nobel da Paz atribuído à Campanha Internacional para Abolição das Armas Nucleares

Tim Wright / ICAN Handout / EPA

O Nobel da Paz foi atribuído, esta sexta-feira, à Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares (ICAN na sigla em inglês), informou o Comité Nobel norueguês, que justificou a decisão com o trabalho feito para a eliminação de armamento nuclear no mundo.

Esta coligação de associações que se estende por cerca de cem países foi uma “força motriz” e um “ator líder da sociedade civil” do movimento contra as armas nucleares e galvanizou esforços para “estigmatizar, proibir e eliminar” este tipo de armamento, aponta a argumentação do prémio.

O Comité sublinhou, como “importante argumento” para a proibição das armas, o “inaceitável sofrimento humano” que provocam e destacou que outros tipos de armamento menos destrutivos como as minas antipessoas, bombas de fragmentação e armas químicas e biológicas já foram proibidas por diferentes tratados.

O Nobel destacou que, a 7 de julho deste ano, 122 países assinaram um tratado internacional contra a proliferação nuclear, mas lamentou que nem “os países que têm armas nucleares nem os seus aliados” o ratificaram, apesar dos EUA, Rússia, Reino Unido, França e China terem dado um primeiro passo neste sentido.

Este prémio, acrescenta a decisão, é “também uma chamada” a estes países para que iniciem “negociações sérias” para a eliminação das 15 mil “armas nucleares que há em todo o mundo”.

A ICAN sucede ao Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, distinguido no ano passado pelos seus esforços na restauração da paz na Colômbia.

À semelhança dos restantes, o Nobel da Paz tem um prémio de nove milhões de coroas suecas (cerca de 943.784 euros).

O anúncio deste ano foi a estreia à frente do Comité Nobel de Berit Reiss Andersen, que chegou ao cargo depois da morte de Kaci Kullmann Five, ex-líder conservadora norueguesa, em fevereiro deste ano.

O prémio da Paz fecha os anúncios do Nobel desta semana, que começou na segunda-feira com o de Medicina para os cientistas norte-americanos Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young, por descobrirem os mecanismos do “relógio biológico interno”.

No dia seguinte, foi conhecido o Nobel da Física para os americanos Rainer Weiss, Barry C. Barish e Kip S. Thorne pelo seu trabalho na deteção de ondas gravitacionais e, na quarta-feira, foi atribuído o Nobel da Química aos investigadores Richard Henderson, Joachim Frank e Jacques Dubochet pelo estudo da estrutura de biomoléculas.

Esta quinta-feira, foi a vez do Nobel da Literatura, atribuído ao escritor britânico de origem japonesa Kazuo Ishiguro, em reconhecimento da “força emocional” dos seus romances.

Na próxima segunda-feira, será conhecido o Nobel da Economia, o último destes prestigiosos galardões.

A entrega dos prémios vai realizar-se a 10 de dezembro, no aniversário da morte do fundador dos galardões, Alfred Nobel, numa dupla cerimónia na Câmara Municipal de Oslo, onde se entrega o Nobel da Paz, e no Konserthus de Estocolmo, onde serão entregues os restantes galardões.

ZAP // Lusa / EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …

Grimaldo joga consecutivamente há 68 jornadas (só é ultrapassado por um guarda-redes)

Alejandro Grimaldo está há 68 jornadas a jogar consecutivamente a titular na lateral esquerda do Benfica - são dois anos sem descanso. Os números são avançados pelo desportivo A Bola, que dá conta que o lateral-esquerdo …

"Prática comercial enganosa". NOS obrigada a retirar campanha publicitária sobre 5G

A Associação da Auto Regulação Publicitária (ARP) deu razão a uma queixa da Meo e mandou a NOS retirar uma campanha de publicidade sobre um tarifário móvel 5G por considerar que constitui "uma prática comercial …

Eleição autárquica dos EUA pode ser desempatada com moeda ao ar

Um eleição autárquica numa pequena vila no Ohio, nos Estados Unidos, pode vir a ser decidida com o lançamento de uma moeda ao ar, o famoso jogo do "cara ou coroa". De acordo com o The …

Primeiro aniversário dos Coletes Amarelos. França receia novos tumultos

O clima de tensão regressa a França, com os coletes amarelos a anunciarem a preparação de novas ações para assinalar o primeiro aniversário do início do movimento. A 17 de novembro, o movimento Coletes Amarelos assinala …