Nobel da Física 2016 premeia descoberta de segredos da matéria exótica no mundo quântico

Anders Wiklund / EPA

Os professores Nils Martensson, Goran K Hansson e Thomas Hans Hansson, da Real Academia das Ciências, apresentam o Prémio Nobel da Física 2016: David Thouless, Duncan Haldane e John Michael Kosterlitz

O prémio Nobel da Física 2016 foi atribuído esta terça-feira, a meias, a David J. Thouless, e a F. Duncan M. Haldane e J. Michael Kosterlitz, “pelas descobertas teóricas das transições das fases topológicas da matéria”.

A Real Academia das Ciências Sueca atribuiu metade do prémio ao escocês David Thouless e a outra metade aos britânicos Duncan Haldane e John Michael Kosterlitz.

“Os laureados deste ano abriram a porta para um mundo desconhecido onde a matéria pode assumir estados estranhos. Usaram métodos matemáticos avançados para estudar fases, ou estados, pouco habituais da matéria, como os supercondutores, superfluidos ou películas magnéticas finas”, pode ler-se no comunicado da Real Academia Sueca das Ciências.

Segundo o comunicado, os três cientistas britânicos “revelaram os segredos da matéria exótica no mundo quântico”.

“Matéria exótica” é um termo que se refere à matéria que de alguma forma se desvia do normal, apresentando propriedades “exóticas” que violam as leis da física, como por exemplo uma partícula que tenha massa negativa ou partículas cujas propriedades sejam compreendidas de forma incompleta pela ciência, como as da matéria escura.

“Graças aos seus trabalhos pioneiros, a caça agora é por novas e exóticas fases da matéria”, conclui o comunicado da Real Academia das Ciências.

O galardão atribuído deixa de fora outras apostas para o Nobel da Física deste ano, como as novas descobertas no campo das ondas gravitacionais e da matéria escura, assim como dos exoplanetas.

Os três cientistas de origem britânica, que realizam as suas pesquisas em universidades norte-americanas, descobriram novos estados de transição da matéria.

Contactado em direto pela academia durante a cerimónia de anúncio do prémio, Duncan Haldane mostrou-se “muito surpreendido e muito grato” pela distinção.

“Este trabalho foi realizado há muito tempo, mas agora há novas descobertas a acontecer baseadas nesse trabalho. Há muita esperança de que estes novos materiais tenham grande potencial”, disse o cientista, citado pelo JN,.

“Como em outras descobertas, tropeçamos nelas e nem nos apercebemos das implicações até que outras pessoas comecem a falar disso”, admitiu o físico britânico.

De acordo com o Observador, os cientistas galardoados estudaram “os supercondutores, os superfluidos e as finíssimas películas magnéticas”, com possíveis aplicações na eletrónica.

A temporada dos prémios Nobel 2016 começou esta segunda-feira com o anúncio do Nobel da Medicina, atribuído ao japonês Yoshinori Ohsumi pela descoberta do mecanismo de autofagia celular.

O Nobel da Química é anunciado amanhã, seguindo-se o Nobel da Paz (sexta-feira) e da Economia (dia 10). O Nobel da Literatura será atribuído no dia 13.

Os prémios Nobel, criados em 1895 pelo químico, engenheiro e industrial sueco Alfred Nobel (inventor da dinamite), foram atribuídos pela primeira vez em 1901.

O prémio Nobel corresponde a uma recompensa de oito milhões de coroas suecas, o equivalente a cerca de 834 mil euros.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …

Associação alerta para riscos da mudança da hora em tempos de confinamento

O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono advertiu hoje que os efeitos potencialmente adversos causados pela mudança da hora podem acentuar-se devido ao confinamento obrigatório das pessoas na sequência da pandemia …

Governo português legaliza estrangeiros ilegais. "A prioridade é a defesa da saúde"

O Governo português decidiu regularizar os estrangeiros com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, medida em vigor desde a declaração do estado de emergência, no dia 19, e que lhes garante os mesmos …

Cirque du Soleil despediu 95% dos trabalhadores e pode ir à falência (mas vai dando shows online)

O Cirque du Soleil pode ser mais uma vítima do coronavírus. A empresa que gere o circo está a analisar a possibilidade de declarar a falência devido a dívidas avultadas e depois de ter despedido …

Ordem dos Médicos está a avaliar uso de medicamento não testado para travar Covid-19

Portugal pode tornar-se no segundo país do mundo a usar hidroxicloroquina como forma de prevenção de Covid-19. A Ordem dos Médicos (OM) estará a estudar essa possibilidade, de acordo com o Expresso. O semanário refere que …