Nigel Farage demite-se da liderança do UKIP

European Parliament / Flickr

O líder do UKIP, Nigel Farage

O líder do UKIP, Nigel Farage

O líder do Partido da Independência do Reino Unido anunciou esta segunda-feira que vai abandonar o cargo, depois de ter alcançado o seu principal objetivo: a vitória do Brexit.

De acordo com a BBC, Nigel Farage anunciou esta manhã que vai abandonar a liderança do Partido da Independência do Reino Unido, também conhecido por UKIP.

O líder do partido, um dos principais protagonistas na campanha pela saída do Reino Unido da União Europeia, diz que sai do lugar com o principal objetivo cumprido.

“Já fiz a minha parte”, declarou Farage, citado pela emissora britânica.

O líder do UKIP considera que o partido “está num bom lugar” e afirma que não vai voltar atrás com a sua decisão, tal como aconteceu depois das eleições gerais de 2015.

Farage explicou que liderar o UKIP “foi por vezes duro” mas que “tudo valeu a pena”. Agora, depois do referendo que ditou a saída do país da UE, o líder considera que o Reino Unido precisa de um “primeiro-ministro do Brexit”.

Na semana passada, o líder do partido teve direito ao “seu momento” durante um discurso no Parlamento Europeu.

“Não é engraçado? Quando aqui cheguei há 17 anos e disse que queria liderar uma campanha para tirar o Reino Unido da União Europeia, todos vocês se riram de mim. Bem, agora não estão a rir-se“, começou por dizer.

“Vocês, como um projeto político, estão em negação; estão em negação que a vossa moeda está a falhar”, continuou com as críticas.

“O Reino Unido não será o último Estado-membro a abandonar a União Europeia”, deixou ainda o aviso.

Isto depois de Jean-Claude Juncker ter interrompido o discurso para se dirigir aos eurodeputados do UKIP, que batiam palmas de forma provocadora.

“Esta é a última vez que aplaude aqui”, disse o presidente da Comissão Europeia, dirigindo-se a um dos deputados.

“Em certa medida, estou muito surpreendido que estejam aqui. Lutaram pela saída. Os britânicos votaram a favor da saída. Porque é que estão aqui?”, questionou.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Respeitando as suas ideias da saída só espero é que os britânicos saibam respeitar e cumpri-las e que não andem a brincar ao jogo do gato e do rato onde os europeus têm colaborado de maneira escandalosa com a presença da Grã-Bretanha com um pé dentro outro de fora sempre exigindo mais e obtendo melhores resultados, desejo-lhes boa sorte e que consigam demonstrar à restante Europa que se pode ser desenvolvido, feliz e mais livre fora da mesma.

RESPONDER

Ursula Von der Leyen promete enfrentar líderes e recusar nomes para garantir Comissão paritária

Minutos depois da votação do seu nome no Parlamento Europeu em Estrasburgo, as primeiras palavras da presidente eleita da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, foram dedicadas aos líderes que a escolheram. Prometeu "trabalhar construtivamente …

"Os relatos de que o Irão deteve espiões da CIA são totalmente falsos"

Irão afirma que deteve 17 alegados espiões da CIA e que alguns foram condenados à morte. Esta segunda-feira, Donald Trump disse que os relatos são "apenas mais mentiras e propaganda". O Presidente dos Estados Unidos, Donald …

Base de dados de perfis de ADN conseguiu mais de 11 mil amostras em oito anos

A base de dados de perfis de ADN para fins de investigação criminal e identificação civil inseriu 11.774 amostras em quase oito anos, sendo a maioria de condenados, segundo o relatório de 2018 sobre o …

50 anos depois, o submarino francês "La Minerve" foi encontrado

O submarino francês, que desapareceu em 1968 com 52 homens a bordo, foi encontrado ao largo de Toulon, esta segunda-feira, 50 anos depois do seu naufrágio. "Acabámos de encontrar o submarino Minerve. É um sucesso, um …

Nova lei da violência no Desporto. Claques ficam sem cadeiras nos estádios

A nova lei da violência no Desporto, já aprovada no Parlamento, prevê que as claques fiquem em zonas específicas dos estádios sem cadeiras. A lei vai alterar comportamentos dos adeptos de todos os clubes, mas …

Caso Mayorga. Justiça norte-americana deixa cair acusação de violação contra Cristiano Ronaldo

A Justiça norte-americana deixou cair as acusações que remontam a junho de 2009, concluindo que as acusações contra Cristiano Ronaldo não podem ser provadas. A Procuradoria de Clark County, do Estado norte-americano do Nevado, anunciou esta …

Bloco vai reapresentar proposta de criação de juízos especializados em violência doméstica

O Bloco de Esquerda propõe juízos especializados para julgar violência doméstica, anunciou este domingo a coordenadora do partido, Catarina Martins. Este domingo, ao anunciar que o Bloco de Esquerda propõe juízos especializados para julgar violência doméstica, …

ISCEM vai fechar em setembro. Alunos só foram avisados agora

O ISCEM – Instituto Superior de Comunicação Empresarial vai fechar antes do arranque do próximo ano letivo. A escola terá enviado cartas aos alunos, informando-os do encerramento. Depois de não ter sido acreditado institucionalmente pela Agência …

Zidane aponta à saída de Bale. "Se puder ir embora amanhã, melhor"

O futebolista galês Gareth Bale pode deixar o Real Madrid nos próximos dias, disse no sábado o treinador da equipa espanhola, Zinedine Zidane, que o deixou de fora na derrota por 3-1 com o Bayern …

Abel Xavier deixa seleção moçambicana de futebol

Abel Xavier deixa o cargo de selecionador moçambicano após falhar a qualificação para as últimas duas edições da Taça das Nações Africanas. O treinador Abel Xavier vai deixar o comando da seleção moçambicana de futebol, ao …