//

Netflix registou “Space Force” antes da Força Espacial dos EUA

(dr) Netflix

A plataforma de streaming Netflix conseguiu registar a marca “Space Force”, uma série de comédia que estreou no final de maio, antes da própria Força Espacial dos Estados Unidos.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos só estabeleceu o seu escritório de marcas e licenciamento de marcas em 2007, décadas depois de a indústria do entretenimento começar a plantar as suas bandeiras no mundo das marcas.

De acordo com o Hollywood Reporter, no caso do ramo mais jovem das Forças Armadas dos Estados Unidos, a Space Force, a Netflix estava quase um ano à frente em registar uma marca comercial com o mesmo nome pelo seu programa satírico protagonizado por Steve Carell.

A marca registada da plataforma de streaming para “Space Force” remonta a janeiro de 2019. O serviço de guerra espacial militar dos Estados Unidos com o mesmo nome foi fundado em dezembro, onze meses depois, sem nunca ter registado uma marca comercial com o seu nome.

Enquanto isso, a Força Aérea apenas possui um pedido de registo pendente nos Estados Unidos com base na intenção de uso. Assim, conseguiram um lugar na fila, mas nenhum direito confirmado de marca registada até ao momento.

De acordo com o Futurism, a Netflix tem o mesmo direito – devido à Primeira Emenda e aos argumentos de “uso justo” – de possuir os direitos autorais de um programa chamado “Força Espacial”, enquanto o governo dos Estados Unidos opera a sua própria e verdadeira Força Espacial.

Ainda assim, não há garantias que esta questão se torne um problema. Porém, se se tornar, não seria totalmente sem precedentes. Em 2011, a Disney tentou registar a frase “Seal Team 6” após o assassinato de Osama bin Laden – até que a pressão do público fez com que desistisse da ideia.

“De momento, não temos conhecimento de nenhum conflito de marca registada com o programa fictício Space Force produzido pela Netflix”, disse um porta-voz da Força Aérea dos Estados Unidos ao Hollywood Reporter. “Desejamos à Netflix e aos produtores do programa o melhor na sua representação criativa do mais novo ramo militar do país”.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.