Netflix rompe relações com Kevin Spacey após escândalo sexual

A Netflix anunciou, na noite de sexta-feira, o rompimento de todos os laços com o ator e que não irá continuar com “House of Cards” enquanto a série o incluir, na sequência do escândalo sexual.

“A Netflix não estará envolvida em mais nenhuma produção de ‘House of Cards’ que inclua Kevin Spacey. Continuaremos a trabalhar com a MRC [a produtora Media Rights Capital] durante esta interrupção para avaliar o nosso futuro caminho no que toca à série”, indicou a plataforma digital em comunicado.

A referida interrupção é a atual paragem das gravações da série devido às denúncias de assédio sexual contra Kevin Spacey, protagonista de “House of Cards”.

Segundo o The Hollywood Reporter, os guionistas da série estarão a introduzir mudanças no guião da sua sexta e última temporada precisamente para que a história não inclua Frank Underwood, o personagem interpretado por Kevin Spacey.

Horas antes, a revista especializada Variety apontava na mesma direção, citando fontes que asseguram que os produtores da série estão a estudar a possibilidade de “matar” o personagem para que não apareça na próxima temporada.

A Netflix também decidiu afastar-se do filme sobre o escritor norte-americano Gore Vidal, autor de obras como “Lincoln” ou “Império”, que morreu em 2012, que o ator acabou de gravar e que inicialmente ia ser emitido pela plataforma digital.

“Também decidimos que não vamos dar seguimento ao lançamento de ‘Gore’, que estava na fase de pós-produção, protagonizada e produzida por Kevin Spacey”, indicou a empresa, num comunicado citado pelas agências internacionais.

Segundo testemunhos recolhidos pelo The Hollywood Reporter, o guião da sexta e última temporada de “House of Cards” estava praticamente finalizado antes de o ator Anthony Rapp ter acusado Kevin Spacey, no passado domingo, de assédio sexual, dando conta de um caso que remontará ao ano de 1986, quando ambos tinham 14 e 26 anos, respetivamente.

A publicação indicou que os dois primeiros capítulos dessa nova temporada já tinham sido gravados e que a preparação do terceiro estava em curso quando o escândalo estalou.

A rodagem da série foi suspensa por tempo indeterminado pela plataforma digital pouco depois de serem conhecidas as denúncias contra Spacey, duas vezes vencedor do Óscar.

Fontes da revista detalharam que essa paragem, que poder-se-á prolongar-se por mais de duas semanas, deve-se ao facto de os responsáveis da série quererem dar margem aos guionistas para introduzir as mudanças necessárias no guião para fazer desaparecer dele Spacey, que também é produtor executivo da série.

Segundo a CNN, oito atuais e antigos funcionários de “House of Cards” acusaram Spacey de ter tornado tóxico o ambiente da produção da série, por causa do assédio sexual.

A primeira denúncia, feita por Rapp, levou Spacey a assumir a sua homossexualidade e também a garantir que não se recordava do episódio relatado pelo ator apesar de ter dito que, se realmente aconteceu, lhe devia “sinceras desculpas” pelo seu comportamento.

“Honestamente, não me lembro do encontro, deve ter sido há mais de 30 anos, mas se eu me comportei como ele descreve, devo-lhe sinceras desculpas pelo que deve ter sido um comportamento de bêbado, profundamente inadequado, e eu lamento muito pelos sentimentos que descreve ter carregado durante todos estes anos”, escreveu no Twitter.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Revelada finalmente a identidade do homem que trabalhou 18 meses em 15 anos

Foi revelada a identidade do auxiliar médico que, entre baixas e férias, só trabalhou 18 meses em 15 anos. Chama-se Juan Carlos, tem 60 anos e fez culturismo. Na semana passada, a imprensa espanhola contou a …

Duterte quer ser morto a tiro caso se torne um ditador

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, pediu para os militares o matarem a tiro caso tencione violar a Constituição e resolva permanecer no cargo mais do que o seu mandato lhe permite. "Caso permaneça no poder …

"The Shape of Water" lidera corrida aos Óscares com 13 nomeações

O filme "The Shape of Water" lidera as nomeações da 90.ª edição dos Óscares, que serão entregues a 4 de março, em Los Angeles, incluindo as categorias de Melhor Filme, Melhor Realização e Melhor Atriz, …

Queda de helicóptero da TV Globo faz duas vítimas mortais

Um helicóptero da Rede Globo caiu, esta terça-feira, na Praia do Pina, no Recife, provocando duas vítimas mortais. Um helicóptero da TV Globo caiu esta terça-feira na praia do Pina, em Boa Viagem, na zona sul …

Tribunal de Beja pediu exame psiquiátrico a um morto

A Directora de Psiquiatria do Hospital de Beja nem queria acreditar quando recebeu do tribunal da cidade uma solicitação para realizar uma perícia médico-legal psiquiátrica a um morto. "Obviamente, não é possível", foi a resposta. Ana …

Erupção violenta no vulcão Mayon pode estar iminente. 40 mil pessoas procuram abrigo

O monte Mayon, o vulcão mais ativo das Filipinas, continuou esta terça-feira a emitir lava e cinzas, obrigando cerca de 40 mil habitantes a procurar abrigo em centros de evacuação. A lava foi projetada até 700 …

Polícia quer enviar cães pisteiros à Casa dos Horrores para procurar cadáveres

A polícia norte-americana quer enviar cães pisteiros nas novas buscas à casa do casal Turpin, acusado de ter mantido em cativeiro durante vários anos os seus 13 filhos, em Perris, na Califórnia, para procurar eventuais …

Portugueses fogem da Venezuela e refazem a vida em Madrid

Madrid é uma cidade de refúgio de muitos luso-venezuelanos, principalmente jovens da segunda e terceira geração de emigrantes portugueses, que falam melhor castelhano e que tiveram de sair da Venezuela. "Viemos para Madrid devido à situação …

Corrida para evitar a nova lei já esgotou os eucaliptos nos viveiros

A semente de eucalipto mais recomendada pelas celuloses, por crescer mais depressa, está esgotada nos viveiros devido à corrida dos proprietários que tentam fazer novas plantações antes da entrada em vigor da nova lei que …

"Tinham que meter Manuel Vicente no processo"

Orlando Figueira, o ex-procurador do Ministério Público (MP) acusado de ter recebido subornos de Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola, negou todas as acusações de que é alvo. Em tribunal, Figueira ilibou Manuel Vicente e …