Nem um euro para o metro de Lisboa se não houver igual para o Porto

International Transport Forum / Flickr

O Scretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro

O Scretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, recusou hoje qualquer investimento na expansão do metro de Lisboa se não “estiver garantido o mesmo investimento no Porto”

“Durante a vigência deste Governo, não haverá um euro de financiamento na expansão do metro de Lisboa que não seja aplicado no Porto”, assegurou o governante no Porto, durante a apresentação de um projeto que vai prolongar os horários do metro e autocarros locais durante 24 horas aos fins de semana.

Sérgio Monteiro frisou, ainda, que o modelo de financiamento da expansão terá de ser “igual em Lisboa, no Porto ou em Coimbra”, envolvendo “fundos públicos, privados e comunitários” aplicados “na mesma proporção”.

O governante adiantou que, no novo modelo de concessão, “a gestão dos contratos passa a ser feita por autoridades metropolitanas totalmente controladas pelos municípios, sem intervenção estatal”.

“Os autarcas do Porto têm dito que os municípios não podem estar a contribuir para a regulação económica dos contratos. Julgo que [esta] função deve ser assumida por órgãos exclusivamente metropolitanos. Mas quem beneficia dessa regulação são os operadores privados, e aqueles que hoje já estão no sistema e não pagam devem passar a pagar”, sustentou Sérgio Monteiro.

Contributo das empresas beneficiadas

Sérgio Monteiro esclareceu que pediu às autarquias do Porto e de Lisboa que ajudassem o Governo “a pensar de que forma as externalidades positivas de um sistema metropolitano podem beneficiar esse sistema”.

Para o secretário de Estado, não é “ajustado que, se uma rede se expande e serve uma determinada empresa ou centro comercial, este não contribua para o seu financiamento”.

“Não quer dizer que seja uma receita exclusivamente municipal. Mas os municípios, que são uma parte interessada na expansão, devem contribuir com ideias que se podem transformar em verbas”, defendeu.

Relativamente a esta matéria, Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, foi mais cauteloso e defendeu uma revisão do modelo de financiamento autárquico.

“Depende se temos ou não fundos. Depois, depende do envolvimento dos privados. Em terceiro lugar, depende do que será o modelo de financiamento autárquico no futuro e que terá de ser revisto”, afirmou.

Considerando “interessante e conveniente para o país que haja delegação de competências” nas autarquias, o presidente da Câmara do Porto defendeu ser preciso “discutir” os recursos necessários “por cada uma dessas competências”.

“É importante que se pense, e tem de ser pensar a longo prazo, num modelo de financiamento autárquico para acompanhar este modelo de descentralização”, alertou.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …