Negrão não recebeu a carta de Costa (e promete que a divulgará)

Manuel de Almeida / Lusa

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, fez hoje questão de dizer que ainda não recebeu a justificação escrita que o primeiro-ministro prometeu enviar-lhe na quarta-feira, e reiterou que a tornará pública quando esta chegar.

“Queria dizer que não recebi nenhuma carta do primeiro-ministro hoje, foi a primeira coisa que fiz foi perguntar se já tinha chegado. Ainda não chegou, continuarei a aguardar e perguntarei todos os dias se a carta já chegou ou não”, afirmou Fernando Negrão, em declarações aos jornalistas no final da reunião da bancada do PSD.

Na quarta-feira, no debate quinzenal, Negrão acusou o primeiro-ministro de “faltar à palavra” sobre a mudança do Infarmed para o Porto, com António Costa a recusar responder “à questão pessoal” no debate e a prometer enviar-lhe por escrito “a razão porque não aceita lições” do social-democrata sobre a sua palavra.

Fernando Negrão disse então aguardar “ansiosamente” por essa carta e assegurou: “Se não a divulgar publicamente, eu divulgo com a minha resposta. Chega de insinuações”, afirmou o líder da bancada social-democrata.

Hoje, Fernando Negrão reiterou que “obviamente” divulgará a carta de António Costa, e disse não fazer “a mínima ideia” de qual poderá ser o seu conteúdo.

Questionado se o PSD já decidiu sobre como irá votar a comissão parlamentar de inquérito anunciada pelo CDS-PP sobre o furto de armas em Tancos, Negrão afirmou que este caso foi um dos temas abordados na reunião da bancada, mas remeteu uma resposta para mais tarde. “Aguardamos que o CDS nos transmita o objeto da comissão parlamentar de inquérito para depois tomarmos uma decisão”, afirmou.

Segundo Negrão, o tema mais debatido na reunião da bancada, que durou pouco mais de uma hora, foi o da saúde. “A acusação que a esquerda tem por hábito fazer ao PSD de que o PSD quer privatizar o Serviço Nacional de Saúde é uma verdadeira mentira de quem quer prejudicar este tema”, defendeu, salientando que “há muitos atores políticos do PS que vieram do setor privado da saúde”.

Segundo Negrão, para o PSD “o setor público da saúde deve ser preponderante, porque há muitos portugueses que não têm condições de acesso ao setor privado”.

Na reunião da bancada que decorreu à porta fechada, segundo relatos feitos à Lusa, Fernando Negrão acusou o primeiro-ministro de falta de credibilidade, o que deu o mote para intervenções de deputados como Marco António Costa e Miguel Morgado.

Morgado, que foi vice-presidente da bancada e assessor político do anterior líder Pedro Passos Coelho, lamentou que estas críticas a Costa não sejam acompanhadas pela direção do partido e reiterou que “não é possível fazer acordos com o PS“.

Como exemplo, o deputado lamentou o silêncio da direção do PSD quanto à saída da Grécia da assistência financeira, considerando que o partido não pode abandonar a argumentação de que as melhorias na economia se devem ao anterior Governo, uma vez que nas eleições de 2019 estará em causa “quem teve razão”.

Miguel Morgado lamentou na reunião, tal como já tinha feito publicamente, a não recondução da atual Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal, considerando que foi “uma vitória da corrupção e da oligarquia”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …