Navio nazi afundado na II Guerra é uma “bomba-relógio” no fundo do Báltico

Um navio alemão afundado pela Rússia no Mar Báltico no final da Segunda Guerra Mundial está a preocupar os ambientalistas, que consideram que a embarcação naufragada é uma “bomba-relógio” ecológica.

O petroleiro alemão foi atingido por torpedos russos a 8 de abril de 1945 no Golfo de Gdansk, na Polónia. A embarcação nazi, apelidada de Franken, era um posto de combustível ambulante, tendo afundado com 3 mil toneladas de petróleo.

De acordo com a BBC, metade do combustível queimou durante o naufrágio, mas a outra metade continua afundada juntamente com a embarcação, sendo, por isso, uma “bomba-relógio” escondida no fundo do mar.

Os ambientalistas temem que a corrosão parta a meio o navio, que se encontra a 70 metros de profundidade, uma vez que o casco está claramente a deteriorar-se.

Equipas de mergulhares e cientistas já analisaram os destroços de forma a tentar evitar um desastre. Os especialistas acreditam que a divisão do navio naufragado poderá levar a um derramamento, que seria uma catástrofe para a vida marinha do mar Báltico, bem como para as comunidades vizinhas.

Há anos que os ecologistas alertam para um possível vazamento de combustível, que pode devastar o ambiente natural. Por isso, vincam, é absolutamente necessário proceder à drenagem do combustível que ainda se encontra no navio.

Segundo a Poland in English, em abril deste ano, a Fundação MARE – especializada na proteção da vida marinha, descobriu que ainda há 1,5 milhões de litros de petróleo a bordo do navio. Algum combustível já terá mesmo vazado do petroleiro, nota.

O petroleiro alemão é a maior embarcação naufragada na baía de Gdańsk, sendo considerada uma potencial ameaça ao ambiente marinho, de acordo com a classificação de naufrágios feita pelo Instituto Finlandês do Meio Ambiente.

“A questão não é se o desastre acontecerá, mas quando acontecerá”, advertiu Benedykt Hac do Instituto Marítimo de Gdansk, em declarações ao Deutsche Welle.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Li a notícia com apreensão mas não consegui entender como o navio está a 70 quilómetros de profundidade quando a terra tem o seu ponto mais profundo que não atinge os 12 mil metros ( 12 quilómetros ) !

  2. Sim mas não devia errar. Quem escrve notícias tem de ter mais cuidado.
    Aqui tenho lido demasiados erros em unidades, como se não tivesse importância nenhuma, é uma questão de revisão do texto. Desculpem mas é a minha opinião.
    Quanto ao navio, é realmente um perigo ambiental, mas este é um dos muitos navios afundados nesse tempo, e muitos deles ainda não se sabe onde estão.

  3. Os polacos sao uns animais, essa gente arrogante nao interessa a ninguem. Que rebente essa porcaria toda lá em Gdansk. Ainda ficam com petroleo de borla ja que ele flutua e pode ser facilmente recolhido, mas os gajos nao devem ter cerebro pra aproveitar isso.
    Tá resolvido o problema

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …