“Não é nas vossas casas, pois não?” Directora do DIAP diz que espionagem a jornalistas é “legal”

PGR

Lucília Gago, Procuradora-Geral da República. e a ex-titular do cargo, Joana Marques Vidal

“É tudo legal, tudo legal”. É desta forma que a directora do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, Fernanda Pêgo, reage quando questionada sobre a vigilância feita pela PSP a vários jornalistas, a pedido de uma procuradora do Ministério Público.

Vocês seguem-nos e isso é possível. Então, nós não podemos seguir jornalistas na via pública? Não é nas vossas casas, pois não?” Eis a resposta de Fernanda Pêgo, conforme é citada pela Sábado, depois de ter sido questionada pela revista no âmbito da vigilância feita pela PSP a vários jornalistas.

“É tudo legal, tudo legal”, sublinhou a directora do DIAP quando um jornalista da Sábado lhe perguntou “se não via nada de errado ou ilegal” nesta vigilância.

As últimas notícias indicam que vários jornalistas foram vigiados pelo Ministério Público (MP) no âmbito de suspeitas de violação do segredo de justiça.

Em causa estão Carlos Rodrigues Lima da Sábado e Henrique Machado, ex-Correio da Manhã e actualmente na TVI, depois de ambos terem veiculado informações sobre o processo e-toupeira.

A procuradora Andrea Marques, em consonância com Fernanda Pêgo, terá solicitado à PSP a vigilância dos dois jornalistas sem mandado judicial.

A mesma procuradora terá também tentado averiguar quem eram as fontes dos jornalistas do programa “Sexta às 9” da RTP1.

As jornalistas Sílvia Caneco da Visão e Isabel Horta, ex-profissional da SIC, terão também sido alvo de vigilância do MP.

“Nem sei se isso é legal”, aponta, também em declarações à Sábado, a ex-coordenadora da 9º secção do DIAP de Lisboa, Auristela Pereira, sublinhando que não teve conhecimento de qualquer ordem de vigilância a jornalistas.

Auristela Pereira era a superior hierárquica de Andrea Marques à altura dos factos e o DIAP assegurou, em comunicado, que as diligências tinham sido “acompanhadas pela hierarquia” e que foram feitas “com respeito pela legalidade”.

Bloco exige explicações da PGR no Parlamento

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, considera que o caso é “absolutamente inaceitável”.

“Uma democracia só é uma democracia se levar muito a sério a liberdade de imprensa”, aponta a responsável do partido, concluindo que “não se perseguem jornalistas, não se escutam jornalistas, não se quebra o sigilo das fontes a jornalistas”.

Assim, o BE já pediu uma audição urgente no Parlamento para obter esclarecimentos da Procuradora Geral da República (PGR), do Conselho Superior do MP, da Entidade Reguladora da Comunicação Social e do Sindicato dos Jornalistas.

“A situação é de uma extrema gravidade e carece de cabal esclarecimento”, nomeadamente sobre “procedimentos de actuação que constrangem liberdades fundamentais”, salienta o Bloco.

“A protecção do sigilo das fontes jornalísticas é uma garantia essencial da liberdade de expressão e da liberdade de informação, elementos absolutamente fundamentais de um Estado de Direito Democrático”, aponta ainda o partido.

Susana Valente Susana Valente, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …