Não havia tantos pré-avisos de greve desde o tempo da troika

Rodrigo Antunes / Lusa

Nas próximas semanas, são poucos os dias úteis que não têm pelo menos uma greve. Se o ritmo se mantiver, este será o ano da legislatura com mais pré-avisos.

Dos hospitais aos tribunais, passando pelos transportes e até pelos teatros. A lista de serviços que podem paralisar as próximas três semanas é grande. A última semana de junho é a mais preenchida com protestos, mas as paralisações começam já a meio desta semana, com os barcos que fazem as travessias do rio Tejo.

São poucos os dias úteis que, nas próximas semanas, não têm pelo menos um protesto já agendado. Segundo o Diário de Notícias, a reta final da legislatura tem sido fértil em termos de contestação social. Aliás, nem a desmarcação das greves dos professores às avaliações, dos enfermeiros e dos camionistas atenuou esta vaga

Apesar de os pré-avisos nem sempre se traduzirem em greves efetivamente realizadas, o DN olhou para os números e chegou à conclusão que qualquer um dos primeiros quatro meses de 2019 superou em larga escala os meses homólogos dos últimos anos.

De acordo com as últimas estatísticas publicadas pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT), registaram-se em abril 90 pré-avisos de greve, mais 23 do que em abril do ano passado e mais 52 do que em abril de 2016. Estes valores rivalizam mesmo com o mesmo mês de 2013 (92), em pleno período de contestação à intervenção da troika.

Mas os contrastes são ainda maiores se analisarmos o mês de março: registaram-se 113 pré-avisos de greve, quase o dobro em relação a março de 2018 (64) e março de 2017 (61) e quase o triplo em relação a 2016 (42).

Fevereiro, com 92 pré-avisos, e janeiro, com 70, foram mesmo, comparando com os mesmos meses desde 2012, os que somaram mais pré-avisos nesta década.

Ao todo, foram apresentados 365 pré-avisos até abril. Mantendo-se o ritmo, este número antecipa um recorde na legislatura. Em todo o ano passado registaram-se 733, o valor mais alto desde 2015.

Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP, não fica surpreendido com estes números. O responsável diz que estes dados espelham a indignação generalizada dos trabalhadores e avisa que a contestação vai manter-se em alta.

“Não tivemos aumentos de salários, nem a valorização das carreiras e a concretização de compromissos assumidos pelo governo. O que podemos dizer é que a contestação vai manter-se e não apenas por estarmos em fim de legislatura. Vai manter-se até além de questões específicas de determinadas profissões, porque temos um problema geral associado à legislação do trabalho, que está em discussão no Parlamento”, disse.

Esta segunda-feira, a Intersindical vai reunir com o Conselho Nacional para preparar mais formas de luta contra a revisão do Código do Trabalho, ainda que não seja de prever nesta altura um cenário de greve geral, confirmou Arménio Carlos ao matutino.

As greves setoriais avançam também esta semana. Na quarta-feira, os trabalhadores da Soflusa realizam uma paralisação parcial, de duas horas por turno, e para sexta-feira há um pré-aviso de greve dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica.

Na última semana do mês concentram-se greves que ameaçam parar serviços, em especial na área da justiça. Trabalhadores dos impostos, oficiais de justiça, procuradores do Ministério Público e médicos do Instituto de Medicina Legal, todos têm paralisações marcadas para essa semana, a que se juntam os médicos a 2 e 3 de julho e os trabalhadores dos CTT, a 5.

Os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos e da Companhia Nacional de Bailado também estão em greve, um diferendo com o Organismo de Produção Artística (Opart) que já afetou as apresentações da ópera La Bohéme, em Lisboa, e deixam em risco o bailado Dom Quixote.

No entanto, apesar de as greves mais mediáticas e com maior impacto se realizarem em serviços públicos, os dados da DGERT mostram que a maioria dos pré-avisos vem de fora do setor empresarial do Estado: do total acumulado de 365 pré-avisos até abril, 264 vieram do setor privado e apenas 101 do setor empresarial do Estado.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. CONCLUSÃO……………….. Dar tudo a todos……Nova Bancarrota………..Nova intervenção da troïka, e portanto menos greves . Já que assim querem !

RESPONDER

Negociações falharam. Sindicatos dos motoristas entregam pré-aviso de greve

Os sindicatos representativos dos camionistas não chegaram a acordo com a ANTRAM e entregaram um pré-aviso de greve, com início em 12 de agosto, após uma reunião de quase cinco horas, sob a mediação do …

Tribunal do Porto condena 119 pessoas por corrupção com cartas de condução

O Tribunal São João Novo, no Porto, condenou 119 pessoas, entre instrutores, examinadores e alunos de escolas de condução do Grande Porto, a penas de prisão efetiva e suspensa por participarem num esquema de corrupção …

Este pequeno verme é a criatura mais barulhenta dos oceanos

O oceano é um lugar surpreendentemente barulhento. Há baleias cantoras, camarões-pistola que produzem estrondos sónicos e cardumes de peixes barulhentos.  Mas das criaturas grandes e pequenas que habitam os nossos oceanos, poucas se tornam mais barulhentas …

Já sabemos qual vai ser o primeiro fruto a ser plantado na EEI (e é picante)

Se tudo correr como planeado, em novembro deste ano, a Estação Espacial Internacional (EEI) vai ficar um bocadinho mais picante. De acordo com o Science Alert, os investigadores querem enviar para a Estação Espacial Internacional (EEI) …

O Hubble encontrou um buraco negro que não devia existir

Algo estranho está a acontecer a 130 milhões de anos-luz da Via Láctea na galáxia espiral NGC 3174. Há um disco fino de material a rodear o seu pequeno e esfomeado buraco negro. Discos como os …

Alimentos para bebés têm excesso de açúcar, alerta a OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) detetou em quatro cidades da Europa que pelo menos um em cada três alimentos infantis tem níveis de açúcar excessivos e são comercializados de forma incorreta como adequados para …

Estilo de vida saudável pode compensar risco genético de Alzheimer

Novas pesquisas sugerem que um estilo de vida saudável pode reduzir em um terço o risco de doença de Alzheimer ou outras formas de demência, mesmo existindo genes que aumentem o risco destas doenças. Investigadores britânicos …

Lançada Barbie em homenagem a David Bowie

A Matel acaba de lançar uma Barbie em homenagem ao músico britânico David Bowie, que faleceu em 2016, noticia esta semana a Associated Press. De acordo com a agência noticiosa, a nova da Barbie visa celebrar …

Netflix retrata a trágica história de Nicolau II, o último czar da Rússia

A Netflix acaba de lançar The Last Czars, uma série documental sobre a história de Nicolau II e a sua família, que acabou por ditar o fim da dinastia de 300 anos dos Romanov e …

Português desce e Matemática volta à positiva nos exames do 9.º ano

As médias dos alunos do 9.º ano nos exames desceram este ano a Português e subiram a Matemática, voltando a uma média positiva, mas com uma taxa de reprovação ainda a rondar os 30%. Os exames …