Museu de Nova Iorque retira estátua de Roosevelt por glorificar racismo

O Museu Americano de História Natural vai retirar uma estátua de Theodore Roosevelt, 26º. Presidente dos Estados Unidos, após anos de acusações de que glorifica o colonialismo e a discriminação racial, anunciou o autarca de Nova Iorque.

A estátua de bronze, que se encontra numa das entradas do museu desde 1940, retrata Roosevelt a cavalo, com um nativo americano e um africano ao lado.

“O Museu Americano de História Natural pediu para remover a estátua de Theodore Roosevelt, porque retrata explicitamente os negros e indígenas como subjugados e racialmente inferiores”, disse o mayor Bill de Blasio em comunicado. “É a decisão certa e o momento certo para remover esta problemática estátua”, concluiu.

A responsável do museu, Ellen Futter, explicou ao jornal The New York Times que o público da instituição “ficou profundamente comovido com o crescente movimento pela justiça racial que surgiu após o homicídio de George Floyd”, o afroamericano que morreu às mãos da Polícia.

“Temos assistido à atenção do mundo e o país tem-se voltado cada vez mais para estátuas como símbolos poderosos e dolorosos do racismo sistémico“, disse Futter àquele jornal, sem precisar quando a estátua vai ser retirada.

Futter disse que as objeções do museu se limitam à estátua, e não à figura de Roosevelt, um conservador museológico pioneiro cujo pai foi membro fundador da instituição e que serviu como governador de Nova Iorque antes de se tornar no 26.º presidente dos Estados Unidos, de 1901 a 1909.

O museu vai dar o nome do antigo Presidente ao Salão da Biodiversidade, “em reconhecimento do seu legado”, acrescentou Futter.

Theodore Roosevelt IV, bisneto do antigo Presidente, apoia a decisão, defendendo que “a composição da estátua equestre não reflete o [seu] legado”. “É tempo de remover a estátua e seguir em frente”, disse ao The New York Times.

A estátua foi alvo de vandalismo em 2017, quando manifestantes derramaram líquido vermelho no pedestal, simbolizando sangue, e apelaram à sua remoção, considerando que se tratava de um símbolo “do patriarcado, da supremacia branca e do colonialismo dos primeiros colonos”.

Os protestos antirracistas após o homicídio de George Floyd deram origem à vandalização e remoção de várias estátuas de figuras controversas.

Uma multidão derrubou e atirou para as águas do porto de Bristol a estátua do comerciante de escravos do século XVII Edward Colston, mas o monumento foi já recuperado pela autarquia para que possa ser colocada num museu.

A estátua de outro esclavagista do século XVIII, Robert Milligan, foi removida de Londres na sequência de uma petição popular. A estátua de Winston Churchill foi coberta com tábuas de madeira para evitar ser vandalizada por “manifestantes violentos”.

Outros monumentos, como uma estátua do imperialista Cecil Rhodes, na universidade de Oxford, e a estátua do fundador da polícia britânica Robert Peel na praça central de Manchester, são alvo de controvérsia.

Uma estátua do rei Balduíno, tio do atual monarca e do príncipe Laurent, falecido em 1993, apareceu também coberta de tinta vermelha no centro histórico de Bruxelas.

A estátua do explorador Cristóvão Colombo vai ser retirada da cidade a que deu nome, Colombo, no Estado norte-americano do Ohio.

Em Washingyon, manifestantes antirracismo derrubaram e incendiaram a única estátua de um general confederado.

A permanência da estátua do navegador português Gaspar Corte-Real em São João da Terra Nova, no este do Canadá, está a ser analisada pelo governo provincial local.

Em Braga, a estátua do Cónego Melo, no centro da cidade de Braga, foi vandalizada. Já em Lisboa, foi vandalizada, a estátua do Padre António Vieira no Largo Trindade Coelho. O conjunto de esculturas, que inclui uma do padre António Vieira e outras de três crianças, foi pintado com tinta vermelha, tendo sido igualmente escrita a palavra “Descoloniza” na base do monumento.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. E a ‘estupidez’ continua a imperar. Vamos apagar tudo o que remeta à história?

    A história deve estar viva e ser ensinada, isso sim, para que os mesmos erros não sejam cometidos.

  2. A idiotice continua a espalhar-se. Não tarda nada é preciso inverter o caminho da ignorância, e isso pode ser muito mais radical. Esperemos que o bom senso perdido regresse.

  3. Estão a ignorar a História. Não será dessa maneira que evitaremos o aprendizado com o passado.
    Será que vão acabar com as visitas a Auschwitz também ?
    Vamos acordar ! Não se devem esconder as cicatrizes que nos lembram do sofrimento.

  4. As pessoas ainda não perceberam que este atual movimento apenas tenciona apagar a história para garantir que volta a acontecer.
    Infelizmente, este estado de direto que existe agora é com muito bonito mas muito ideológico para o mundo que vivemos. Infelizmente, a ganância tomou conta do mundo e para se poder garantir às classes mais ricas a sua continuação, eles têm que que garantir que o mundo volta a ser o que era. E por isso que estão a tolerar estas estupideces que é para ter argumentos para um dia futuro poderem “virar isto tuso do avesso”.
    O racismo sempre existiu e a única maneira de ele desaparecer não é com este tipo de atitudes (que penso é mais para ajudar os racistas do que para os “destruir”), mas sim apresentando-se uma sociedade mais tolerante, solidária, educada e responsável… Mas isso da muito trabalho e demora!!!

  5. Os dois presidentes americanos menos racistas que existiram foram Kennedy e Teddy Roosewelt, juro que não consigo entender as motivações do prefeito de Nova Iorque ter feito essa imensa burrice. Considerar um dos maiores presidentes da história, reduzindo-o a insignificância desse prefeito é realmente atroz. Quando se fala em escravos, o termo deriva de eslavos, que eram povos russos, poloneses e ucranianos que eram explorados e muitas vezes escravizados na Europa Oriental, principalmente pelos Hunos!

  6. Tem uma passagem em apocalipse que diz: vão mandar destruir todas as bíblias do mundo, e que nunca mais se propague a palavra. Todos buscarão sequiosamente por Deus, mas jamais irão encontrá-lo. A burrice das pessoas que mandar fazer uma coisa dessas com a estátua de um dos maiores defensores da igualdade racial da História dos Estados Unidos, é realmente atroz!

  7. Que eu saiba, muitos dos perfeitos das cidades que estão a retirar os símbolos históricos, também descendem de gente que participou na colonização logo, … Também tem de ser retirados, …
    Cambada de oportunistas, …

RESPONDER

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …

Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois …

Luz verde para reabertura de centros de dia. DGS sugere dois metros de distância entre idosos

Os centros de dia vão poder reabrir a partir de 15 de agosto, mas de forma faseada e condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local sempre que funcionem juntamente …

Vacina russa para a covid-19 preocupa cientistas. País pode estar a saltar etapas

Países de todo o mundo continuam na corrida por uma vacina contra a covid-19. A Rússia diz estar prestes a anunciar a vacina, deixando preocupada a comunidade científica, ao passo que Itália avança para os …

Bastonário dos Médicos sugere uso obrigatório de máscara na rua (e em todo o país)

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, sugere que o Governo pondere decretar o uso obrigatório de máscara no espaços exteriores de todo o país, à semelhança do que fez a Região Autónoma da …