Multa recorde de 14 mil milhões afunda Deutsche Bank na bolsa

Nils Bremer / Flickr

Sede do Deutsche Bank em Frankfurt, na Alemanha

Sede do Deutsche Bank em Frankfurt, na Alemanha

A cotação das ações do Deutsche Bank está a cair 8% na Bolsa de Frankfurt, depois do Departamento de Justiça norte-americano ter aplicado uma multa recorde, de 14 mil milhões de dólares, ao maior banco alemão.

Depois de se ter desvalorizado quase 8% pouco logo depois da abertura, os papéis do maior banco alemão já cediam 8,05% para 12,05 euros às 11h14 em Lisboa, na sequência do pedido da justiça norte-americana de uma multa recorde de 14 mil milhões de dólares para saldar o litígio imobiliário desencadeado no início da crise financeira em 2008.

O banco já anunciou “não tem a intenção de saldar esses potenciais processos civis em montante próximo do número citado”, que totalizam cerca de 14 mil milhões de dólares.

Esta multa seria a mais elevada alguma vez infligida a um banco estrangeiro nos Estados Unidos, bem à frente dos 8,9 mil milhões de dólares aplicados em 2014 ao francês BNP Paribas, por violação de embargos aplicados pelos EUA.

O banco norte-americano Goldman Sachs pagou uma multa de 5,06 mil milhões de dólares em meados de abril por um caso similar.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos convidou o banco alemão a apresentar uma contraoferta, precisou o Deutsche Bank, sublinhando que as negociações “apenas acabam de começar”.

O Deutsche Bank é acusado, à semelhança de outros grandes bancos, de ter vendido a investidores antes do início da crise financeira de 2007/08 empréstimos hipotecários residenciais, que são créditos imobiliários convertidos em produtos financeiros complexos (batizados RMBS), sabendo que os mesmos eram tóxicos, ou seja, que não tinham qualidade.

A denominada titulação, tática, utilizada abundantemente pelos grandes bancos para converter carteiras de empréstimos em títulos financeiros que cedem depois nos mercados, é considerada a responsável pelas perdas registadas em 2008 por numerosos investidores, incluindo os que compraram os títulos associados às famosas “subprimes”, créditos imobiliários de baixa qualidade.

O Deutsche Bank constituiu, a 30 de junho, provisões de 5,5 mil milhões de euros (6,2 mil milhões de dólares) para resolver litígios em curso, segundo documentos bolsistas.

As suas previsões, para este caso, apontam para o pagamento de um multa entre dois mil milhões e três mil milhões de dólares.

As negociações entre o Departamento da Justiça dos EUA e os advogados do Deutsche Bank poderiam ser influenciadas pelo atual clima anti-Wall Street que prevalece na campanha eleitoral para a Casa Branca.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Tenho de “tirar o chapéu” aos americanos. Cada vez tenho menos duvidas do que sempre defendi. Esta crise foi “montada” e “desenhada” para aniquilar e empobrecer Estados europeus, primeiro os mais frageis, como o nosso ( e atribuindo culpa aos governos de então, que no nosso caso era Socrates. É, sem duvida, um plano muito inteligente) e agora repercutem-se nos mais fortes. O objectivo foi sempre destruir a UE. É a velha máxima do “dividir para reinar”. Alguma vez interessou aos EUA uma europa forte? Que lhes faça frente economica e monetariamente? NUNCA. No dia em que perderem a capacidade de ser moeda de referencia,sendo substituídos pelo EURO, a economia americana afunda. Recordo que, neste momento, a América está falida
    A “teia” que montaram ( há países na europa que ajudaram ao circo por conveniencia politica,visto que, governos socialistas numa europa dominada por liberais na época, os governos socialistas eram para abater), desde a crise de 2008, que afundou uma serie de países, entre eles o nosso, tenho de reconhecer que é muito inteligente. Tenho pena é que na UE, alemães, holandeses, finlandeses e outros, tenham andado mais entretidos a “punir” outros Estados membros, em vez de se preocuparem com o futuro da UE e com os “ataques” vindos de fora da UE.
    Durão Barroso esteve à frente da UE no perìodo da crise, que começou em 2008 ( estamos em 2016 ), agora é colocado como presidente (palhaço ) do Goldman Sachs, um Banco gigante Americano, na minha modesta opinião, o principal responsável pelo descalabro financeiro e economico numa escala mais global. Tirem-se conclusões!

  2. Apenas um comentário… já contactou o advogado do Socrates? pode ser que a sua teoria ajude na defesa… quem sabe alguém acredita em mais um disparate!

  3. Pensei que o comentário de V. Exa. viesse acrescentar algo ou, no direito que lhe assiste de discordar, apresentar um outro ponto de vista sobre a notícia. É uma conduta triste e já habitual. Desejo-lhe “as melhoras”.

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …

Brexit: Hoje era o Dia D (mas afinal, fica tudo na mesma)

Devia ter sido o dia decisivo para o Brexit no Parlamento do Reino Unido, mas o processo foi mais uma vez adiado.  Foi aprovada uma emenda que obriga o primeiro-ministro Boris Johnson a pedir um novo …

"Mais Siza e menos Centeno". Emprego e salários são as chaves do novo Governo de Costa

O novo Executivo para a próxima legislatura, que António Costa apresentou esta terça-feira ao Presidente da República, tem como chaves de governação o emprego e os salários, escreve este sábado o Expresso. De acordo com …

FBI já apurou a causa da morte de três turistas na República Dominicana

Testes toxicológicos apresentados esta semana pelo FBI determinaram que a morte de três turistas norte-americanos na República Dominicana se deveu a causas naturais, avança o jornal New York Times. De acordo com o diário, no caso …