Multa recorde de 14 mil milhões afunda Deutsche Bank na bolsa

Nils Bremer / Flickr

Sede do Deutsche Bank em Frankfurt, na Alemanha

Sede do Deutsche Bank em Frankfurt, na Alemanha

A cotação das ações do Deutsche Bank está a cair 8% na Bolsa de Frankfurt, depois do Departamento de Justiça norte-americano ter aplicado uma multa recorde, de 14 mil milhões de dólares, ao maior banco alemão.

Depois de se ter desvalorizado quase 8% pouco logo depois da abertura, os papéis do maior banco alemão já cediam 8,05% para 12,05 euros às 11h14 em Lisboa, na sequência do pedido da justiça norte-americana de uma multa recorde de 14 mil milhões de dólares para saldar o litígio imobiliário desencadeado no início da crise financeira em 2008.

O banco já anunciou “não tem a intenção de saldar esses potenciais processos civis em montante próximo do número citado”, que totalizam cerca de 14 mil milhões de dólares.

Esta multa seria a mais elevada alguma vez infligida a um banco estrangeiro nos Estados Unidos, bem à frente dos 8,9 mil milhões de dólares aplicados em 2014 ao francês BNP Paribas, por violação de embargos aplicados pelos EUA.

O banco norte-americano Goldman Sachs pagou uma multa de 5,06 mil milhões de dólares em meados de abril por um caso similar.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos convidou o banco alemão a apresentar uma contraoferta, precisou o Deutsche Bank, sublinhando que as negociações “apenas acabam de começar”.

O Deutsche Bank é acusado, à semelhança de outros grandes bancos, de ter vendido a investidores antes do início da crise financeira de 2007/08 empréstimos hipotecários residenciais, que são créditos imobiliários convertidos em produtos financeiros complexos (batizados RMBS), sabendo que os mesmos eram tóxicos, ou seja, que não tinham qualidade.

A denominada titulação, tática, utilizada abundantemente pelos grandes bancos para converter carteiras de empréstimos em títulos financeiros que cedem depois nos mercados, é considerada a responsável pelas perdas registadas em 2008 por numerosos investidores, incluindo os que compraram os títulos associados às famosas “subprimes”, créditos imobiliários de baixa qualidade.

O Deutsche Bank constituiu, a 30 de junho, provisões de 5,5 mil milhões de euros (6,2 mil milhões de dólares) para resolver litígios em curso, segundo documentos bolsistas.

As suas previsões, para este caso, apontam para o pagamento de um multa entre dois mil milhões e três mil milhões de dólares.

As negociações entre o Departamento da Justiça dos EUA e os advogados do Deutsche Bank poderiam ser influenciadas pelo atual clima anti-Wall Street que prevalece na campanha eleitoral para a Casa Branca.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Tenho de “tirar o chapéu” aos americanos. Cada vez tenho menos duvidas do que sempre defendi. Esta crise foi “montada” e “desenhada” para aniquilar e empobrecer Estados europeus, primeiro os mais frageis, como o nosso ( e atribuindo culpa aos governos de então, que no nosso caso era Socrates. É, sem duvida, um plano muito inteligente) e agora repercutem-se nos mais fortes. O objectivo foi sempre destruir a UE. É a velha máxima do “dividir para reinar”. Alguma vez interessou aos EUA uma europa forte? Que lhes faça frente economica e monetariamente? NUNCA. No dia em que perderem a capacidade de ser moeda de referencia,sendo substituídos pelo EURO, a economia americana afunda. Recordo que, neste momento, a América está falida
    A “teia” que montaram ( há países na europa que ajudaram ao circo por conveniencia politica,visto que, governos socialistas numa europa dominada por liberais na época, os governos socialistas eram para abater), desde a crise de 2008, que afundou uma serie de países, entre eles o nosso, tenho de reconhecer que é muito inteligente. Tenho pena é que na UE, alemães, holandeses, finlandeses e outros, tenham andado mais entretidos a “punir” outros Estados membros, em vez de se preocuparem com o futuro da UE e com os “ataques” vindos de fora da UE.
    Durão Barroso esteve à frente da UE no perìodo da crise, que começou em 2008 ( estamos em 2016 ), agora é colocado como presidente (palhaço ) do Goldman Sachs, um Banco gigante Americano, na minha modesta opinião, o principal responsável pelo descalabro financeiro e economico numa escala mais global. Tirem-se conclusões!

  2. Apenas um comentário… já contactou o advogado do Socrates? pode ser que a sua teoria ajude na defesa… quem sabe alguém acredita em mais um disparate!

  3. Pensei que o comentário de V. Exa. viesse acrescentar algo ou, no direito que lhe assiste de discordar, apresentar um outro ponto de vista sobre a notícia. É uma conduta triste e já habitual. Desejo-lhe “as melhoras”.

RESPONDER

Muito mais do que só um divórcio milionário. "Perseguições a mulheres" e má fama ameaçam legado de Bill Gates

O mediático e multimilionário divórcio de Bill Gates é muito mais do que apenas a separação de um casal ao cabo de 27 anos de vida em comum. A ruptura com Melinda está a colocar …

Marcelo na Guiné Bissau

Banho de multidão e "pedras" do PAIGC e de Ana Gomes. Marcelo em visita histórica à Guiné Bissau

Marcelo Rebelo de Sousa está na Guiné-Bissau na primeira visita de um chefe de Estado português ao país em mais de 30 anos. A população recebeu Marcelo em delírio, mas a visita está a causar …

Reservas nos voos da TAP entre Portugal e Reino Unido "mais do que duplicam"

As reservas de passageiros nos voos da TAP entre Portugal e Reino Unido "mais do que duplicaram" desde que Portugal entrou na lista verde de destinos de Inglaterra, adiantou a transportadora em comunicado. "De 7 a …

Diego Costa outra vez na rota do Benfica

O avançado brasileiro, naturalizado espanhol, estará outra vez na rota dos encarnados, segundo avança a imprensa brasileira. Segundo o portal brasileiro Yahoo Esportes, o Atlético Mineiro terá abordado Diego Costa, que está livre para assinar por …

"A perceção da opinião pública é que a decisão da Operação Marquês colocou em causa o prestígio do sistema judicial"

A ex-procuradora-geral da República (PGR) deu uma entrevista, publicada esta segunda-feira, na qual abordou temas como a Operação Marquês e as novas propostas anti-corrupção. Na entrevista ao jornal online Observador, Joana Marques Vidal considerou que a …

United e City preparam guerra de licitações por Nuno Mendes

Manchester United e Manchester City estão interessados na contratação de Nuno Mendes e preparam-se para entrar numa guerra de licitações. Está cada vez mais difícil a tarefa do Sporting de manter Nuno Mendes em Alvalade. O …

Secretário de Estado confirma: final da Taça não vai ter público

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto confirmou, esta segunda-feira, que a final da Taça de Portugal entre Sporting de Braga e Benfica, que será disputada este domingo em Coimbra, não terá público. João …

Número de funcionários públicos cresceu 3%. É o maior aumento em quase uma década

No primeiro trimestre deste ano, em comparação com o período homólogo, há mais 21 mil funcionários públicos. É o maior aumento em nove anos, atingindo um total de 725.775 trabalhadores. O número de funcionários públicos aumentou …

Rúben Dias eleito o melhor do ano da Premier League pelo The Athletic

Rúben Dias foi escolhido pelo The Athletic como o melhor jogador do ano da Premier League. O central português foi campeão ao serviço do Manchester City. A qualidade de Rúben Dias não tem passado despercebida em …

Profissionais de saúde já podem deixar o SNS. Limitação terminou com o estado de emergência

Durante a pandemia, foi criada uma limitação às transferências entre unidades e saídas para o privado, que terminou com o fim do estado de emergência. O fim do estado de emergência implica o término da limitação …