Moçambique. Mulheres vítimas de abuso sexual a troco de comida

Há mulheres moçambicanas a serem forçadas a atos sexuais em troca de ajuda humanitária, na sequência do ciclone Idai.

Uma reportagem do Jornal de Notícias em Moçambique mostra como numa aldeia a 80 quilómetros da Beira há mulheres a ser forçadas a atos sexuais para receberem os donativos enviados para o país.

O jornal conta a história de uma mulher, mãe de três filhos entre os 2 e os 12 anos de idade, e cuja identidade foi ocultada, que já foi violada pelo menos três vezes por um dos chefes da aldeia de Lamego. Como contrapartida, a moçambicana recebeu um saco de 10 quilogramas de arroz, o único alimento que ela e os filhos têm comido nas últimas semanas.



Os donativos que têm chegado ao país através de Governos e organizações não governamentais são distribuídos pelos chefes das aldeias. No entanto, estão a registar-se em Moçambique vários casos de corrupção, e haverá, de acordo com o JN, uma grande quantidade de bens a serem desviados para mercearias, que cobram pelos produtos alimentares.

São os chefes das aldeias quem decide quem tem direito aos donativos e, segundo a reportagem, é frequente que várias mulheres sejam deixadas sem acesso a comida.

O chefe da aldeia terá dito a LIG (nome que o JN dá à mulher pata proteger a sua identidade) que ela não tinha direito a comida: “Tu não. Tu não levas comida. Vai para casa. Eu depois logo chego lá e dou-te o saco”, disse-lhe. Nesse mesmo dia, o chefe da aldeia deslocou-se a casa da mulher e violou-a, deixando-lhe o saco de arroz.

Mas este não é caso único e várias mulheres da aldeia relataram ao diário situações semelhantes, inclusivamente com uma menor de 14 anos. “Exigem sexo com a menina em troca de sacos de 10 quilos de feijão ou de arroz”, contou uma mulher.

Ao JN, o chefe da aldeia negou todas as acusações e assegurou ainda que nenhum donativo foi vendido. “Mas que violações? O senhor viu alguma coisa? Não viu porque não há. Negro africano gosta muito de difamar, É tudo mentira”, afirmou.

O ciclone Idai fez mais de 600 mortos, cerca de 1600 feridos e afetou mais de 1,5 milhões de pessoas, de acordo com o mais recente balanço realizado.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Agora a culpa também é dos ex-colonizadores portugueses? Se nem eles próprios se entendem exploram, e não só, o seu próprio povo… Haja paciência para estes africanos.

RESPONDER

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …