A mulher mais velha de sempre pode, afinal, ter falsificado a sua identidade

E se o recorde de longevidade da francesa Jeanne Calment fosse uma mentira? A nova teoria apresentada por investigadores russos está a gerar interesse e controvérsia na comunidade científica.

“Deus esqueceu-se de mim.” Esta era uma das frases favoritas de Jeanne Calment, oficialmente falecida aos 122 anos e 164 dias em 1997, um recorde mundial de longevidade para homens e mulheres.

No entanto, nada disto convence o matemático Nikolai Zak que, apoiado pelo gerontologista Valeri Novosselov, analisou durante meses biografias, entrevistas, fotografias, arquivos de Arles (a cidade de França onde viveu) e escutou testemunhos de muitos que a conheceram.

“A análise de todos estes documentos leva-me à conclusão de que a filha de Jeanne Calment, Yvonne, assumiu a identidade da sua mãe“, afirmou Zak, citado pela France-Presse.

Nikolai Zak, integrante da Sociedade de Naturalistas da Universidade de Moscovo, publicou recentemente um estudo (Jeanne Calment: the secret of longevity) que, apesar de ser considerado tendencioso pelos críticos, foi bem recebido por alguns cientistas, que sublinharam, contudo, a necessidade de verificações mais detalhadas nos registos de longevidade.

Desta forma, o matemático sugere que em 1934 não foi a filha de Calment, Yvonne, que morreu de pleurisia, mas sim Jeanne. Yvonne terá, segundo esta teoria, assumido a identidade da mãe para evitar o pagamento do imposto sobre a herança. Assim, segundo Zak, a mulher que faleceu em 1997 tinha, afinal, 99 anos.

Segundo o HuffingPost, o investigador apresenta 17 elementos, sendo que um deles é uma cópia do documento de identidade de Jeanne Calment, que data dos anos 1930, no qual a cor dos olhos (pretos), a sua estatura (1,52 metros) e a forma da testa (descrita como “baixa”) não correspondem às características da decana francesa nos últimos anos de vida.

A.D. / Wikimedia

Jeanne Calment com 20 anos

Sempre tive dúvidas sobre a sua idade“, afirmou Novosselov. “O estado dos seus músculos era diferente daqueles de outros longevos. Ela conseguia sentar-se sem nenhum apoio. Não tinha sinais de demência.”

Quando (supostamente) Jeanne Calment morreu, os cientistas lamentaram que não tenha sido realizada qualquer autópsia para explicar a longevidade desta centenária. Por outro lado, Calment ordenou que parte das suas fotografias antigas fosse queimada quando ficou conhecida.

Texto tendencioso

Jean-Marie Robine, um gerontologista francês que participou na validação da idade da centenária pelo Livro Guinness, afirmou à AFP que “nunca houve nenhuma dúvida sobre a autenticidade dos documentos”, considerando o texto de Zak tendencioso, “que em nenhum momento examina os factos a favor da autenticidade da longevidade da senhora Calment”.

Também Michel Vauzelle, prefeito de Arles quando Jeanne Calment morreu, considerou esta teoria “completamente impossível e inverossímil” dado que a idosa foi atendida por vários médicos.

O diretor de pesquisa do Instituto Nacional de Estudos Demográficos (INED) da França, Nicolas Brouard, adianta que um simples teste de ADN será capaz de finalmente resolver a dúvida que ainda paira no ar.

LM, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …

Nova espécie de planta fóssil descoberta em Gondomar

Annularia noronhai foi encontrada no meio da cidade de Gondomar. Tem 300 milhões de anos, é um parente muito afastado da cavalinha e diz muito sobre o clima da época. Uma nova espécie de planta já …

Há um ano, 12 jovens ficaram presos numa caverna da Tailândia. Hoje, é um local turístico

Há um ano, 11 meninos foram explorar a província de Chiang Rai, na Tailândia, com o seu treinador de futebol, e acabaram presos no fundo de uma caverna sob uma montanha. Depois de terminar o …

Alemães compraram toda a cerveja de Ostritz para "secar" neonazis

Os habitantes de Ostritz, na Alemanha, impediram os participantes de um festival neonazi de beber álcool, esvaziando todas as prateleiras dos supermercados. Num protesto inédito contra a comemoração do aniversário de Hitler naquela localidade, os habitantes  …