MP encontra 635 mil euros sem explicação em contas da produtora de Moita Flores

O Ministério Público detetou movimentos de dinheiro sem explicação em contas bancárias relacionadas com Moita Flores, o antigo presidente da Câmara de Santarém acusado na última semana de três crimes de prevaricação e dois de participação económica em negócio.

Ao todo, segundo a acusação lida pela TSF, são 635 mil euros sem explicação depositados na conta da empresa de Moita Flores e da mulher, a produtora Antinomia, que fez várias séries para a RTP. O MP analisou perto de 150 contas bancárias, nomeadamente as que estavam na “esfera de influência” de Moita Flores.

Foram encontrados 135 movimentos a crédito com origem não identificada por, na sua maioria, se tratarem de depósitos em numerário ou em cujo descritivo apenas constava a designação “depósito”. A acusação diz que “se verificaram movimentações em numerário consideradas incomuns pelos montantes envolvidos e pela frequência dos mesmos”.

Em pouco mais de um ano, entre 2009 e 2010, as contas de Moita Flores receberam 18 depósitos em numerário no valor de 74 mil euros. Já as contas da mulher receberam 18.700 euros, dez mil euros acima do declarado em IRS.

Apesar de em nenhum dos montantes se ter encontrado uma relação com os factos investigados, o MP levanta uma série de interrogações. A maior interrogação encontra-se nas contas da produtora Antinomia que receberam, em 2009 e 2010, 902 mil euros, quase metade em dinheiro.

A magistrada responsável pela investigação exclui os montantes movimentados entre contas da empresa e dos sócios, e mesmo assim não consegue perceber como é que uma empresa com um volume de negócios a rondar os 61 mil euros nesses dois anos recebeu, além desses valores, mais 635 mil euros nas suas contas bancárias. Em causa poderia estar o crime de fraude fiscal ou fraude fiscal agravada, mas a acusação sublinha que o prazo de prescrição já passou pelo que o eventual processo não avançou.

Moita Flores garantiu à TSF que a empresa sempre foi gerida pela esposa que diz, por sua vez, que em causa, nestes montantes que levantam dúvidas ao MP, estão empréstimos avançados por familiares para pagar a fornecedores e salários numa altura em que a Antinomia passava por dificuldades económicas.

Admitindo alguma ingenuidade nestas questões, Filomena Moita Flores explica que o objetivo era apenas cumprir as obrigações da empresa, esperando que a situação melhorasse e que o Estado pagasse aquilo que devia à produtora que fez várias séries para a televisão pública.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Este individuo destruiu, entre decisões e negociatas, a cidade de Santarém para sempre. Desde crimes contra a natureza com abate de centenas de árvores adultas em avenidas e jardins, em projetos paisagísticos altamente polémicos, a endividamento em negócios com estacionamentos e edifícios em zonas privilegiadas que se encontram hoje em ruínas. Um catástrofe. FLORES era uma déspota, e conta se, esclavagista sexual das tarefeiras jovens da câmara. . Relembra se que MFlores concorreu à CMSantarem e foi eleito, derrubando o PS.

RESPONDER

É a quantidade de alimento que determina quem se torna a abelha-rainha

Um novo estudo sugere que é a quantidade de alimento, e não a sua qualidade, como se pensava até agora, que determina quem se torna a abelha-rainha. Quais são os fatores que determinam qual é a …

Em Miami e Nova Iorque, os polícias ajoelharam-se por George Floyd

Em Miami e em Nova Iorque, alguns agentes da autoridade juntaram-se aos manifestantes por breves momentos, para mostrar o seu respeito pela memória de George Floyd. Nos Estados Unidos, os protestos pela morte de George Floyd …

A Nova Zelândia está em cima de uma enorme bolha de lava

A Nova Zelândia situa-se no topo dos restos de uma pluma vulcânica gigante. Este processo é o responsável pela atividade vulcânica e desempenha um papel fundamental no funcionamento do nosso planeta. Nos anos 70, vários cientistas …

Petição busca estatuto de vítima para crianças em contexto de violência doméstica

Uma petição lançada na sexta-feria que reivindica a criação do estatuto de vítima para as crianças que vivem em contexto familiar de violência doméstica já foi assinada por mais de 1300 pessoas, entre elas personalidades …

Assimétrica e flutuante. A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai "nascer" em 48 horas

A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai estar pronta no próximo mês para demonstrar a velocidade e a eficácia de uma técnica de construção que será sete vezes mais rápida e terá …

Anonymous garantem que princesa Diana foi assassinada para abafar caso Epstein

O movimento internacional de ciberativistas Anonymous - ou alguém que alega operar em seu nome - garante que a princesa Diana, que morreu num acidente de viação em agosto de 1997, foi, na verdade, assassinada …

Empresa de mineração pede desculpa por destruir cavernas sagradas aborígenes

A empresa mineira Rio Tinto admitiu que destruiu as cavernas pré-históricas que eram locais de culto para os aborígenes australianos e pediu desculpa. As cavernas de pedra Juukan Gorge 1 e 2 – dois locais de …

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …