Este julho foi o que teve mais mortes em 12 anos. E covid-19 só explica 1,5%

Em julho deste ano, morreram 10.390 pessoas em Portugal. É o valor mais alto registado neste mês nos últimos 12 anos.

De acordo com o jornal Público, que recolheu dados do sistema nacional de Vigilância da Mortalidade (eVM), morreram 10.390 pessoas em Portugal em julho, o valor mais alto registado nos meses de julho dos últimos 12 anos.

Segundo os mesmos dados, morreram mais 2137 pessoas do que no mesmo período do ano passado, ou seja, houve um aumento de 26%.

O matutino refere que esta subida não se explica pelos efeitos da covid-19, uma vez que, em julho, morreram apenas 159 mortes com o novo coronavírus, ou seja, 1,53%.

Em resposta às questões do diário, a Direção-Geral da Saúde (DGS) acredita que este aumento da mortalidade se deve aos dias de calor extremo que se verificaram no mês passado.

A entidade garante que os dados serão analisados de forma mais detalhada, mas refere que a codificação das causas de morte de 2020 está em curso e só será conhecida em 2021.

Especialistas de saúde ouvidos pelo jornal defendem que a elevada mortalidade de julho pode também ser um efeito secundário do confinamento, período em que o acesso ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi fortemente condicionado.

Em declarações à rádio Renascença, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, não tem dúvidas de que o excesso de mortalidade registado em julho deve-se aos doentes não-covid que “ficaram para trás”.

“O excesso de mortalidade deve-se aos doentes não-covid que claramente ficaram atrasados. Ponto. Não vale a pena arranjar outras explicações”, afirmou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Apenas metade dos jovens desempregados recebe subsídio da Segurança Social

A atribuição da prestação a quem tem até 34 anos continua a manter baixa a taxa de cobertura do subsídio de desemprego no país. As consequências económicas da pandemia têm afetado grande parte da população, mas …

Ministro da Administração Interna diz que praxes vão ser fiscalizadas

O ministro da Administração Interna alertou, esta quarta-feira, que as praxes académicas vão ser fiscalizadas no âmbito da pandemia de covid-19 e apelou à moderação dos estudantes do Ensino Superior nesta altura. "As tradicionais praxes, este …

Suspensão do corte de serviços essenciais acaba na próxima semana

O prazo de suspensão que tem impedido o corte de bens essenciais como a água, a eletricidade, o gás ou as telecomunicações a pessoas em dificuldades financeiras vai deixar de estar em vigor na próxima …

Doentes com covid-19 só recebem baixa a 100% em outubro

Os doentes que estiveram infetados com covid-19 ou que estiveram em isolamento profilático só vão receber a 100% os respetivos subsídios em outubro. O Correio da Manhã avança esta quarta-feira que os doentes que estiveram infetados …

Putin oferece futura vacina russa contra covid-19 a funcionários da ONU

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, antecipou na terça-feira, perante a Organização das Nações Unidas (ONU), o rápido desenvolvimento no seu país de uma vacina contra o novo coronavírus, oferecendo-a gratuitamente à organização, para que …

Défice dispara para os 5,4% do PIB no 1.º semestre. Governo prevê défice de 7% para 2020

O défice situou-se em 5,4% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro semestre deste ano, em contas nacionais, acima dos -1,2% registados no período homólogo de 2019, divulgou o Instituto Nacional de Estatística (INE). "O saldo …

Mais um atraso. Estado publica (e suspende) lista para colocar 435 médicos de família

A Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), tutelada pelo Governo, publicou esta segunda-feira a lista final de candidatos aceites para preencher as 435 vagas em aberto para médicos de família nos centros de …

Quarentena de Charles Michel obriga a adiamento do Conselho Europeu

O Conselho Europeu foi adiado para 1 e 2 de outubro, depois de Charles Michel ter estado em contacto com um caso positivo de covid-19. O Conselho Europeu devia decorrer entre quinta e sexta-feira, mas foi …

Navalny tem alta de hospital na Alemanha

“O estado de saúde do paciente melhorou tanto que o tratamento médico foi interrompido”, disse o hospital num comunicado. “Os médicos consideram que uma recuperação total é possível”, referiu a nota, mas médicos sublinham que, …

Cai período de nojo para governantes que vão para o BdP. Privados têm que esperar três anos

A que poderá ser a nova regra para as nomeações futuras para a liderança do Banco de Portugal (BdP) indica que os governantes podem entrar diretamente enquanto personalidades do sector privado da banca ou empresas de …