Morreu Kumba Ialá, ex-Presidente da Guiné-Bissau

Nammarci

Kumba Ialá, ex-Presidente da Guiné-Bissau

Kumba Ialá, ex-Presidente da Guiné-Bissau

O ex-Presidente da Guiné-Bissau Kumba Ialá morreu esta sexta-feira vítima de doença cardíaca, disse à agência Lusa fonte diplomática em Bissau.

O corpo encontra-se no Hospital Militar da capital da Guiné-Bissau, no edifício da morgue, guardado por vários militares, mas sem que haja esclarecimentos adicionais por parte da unidade de saúde.

Ao mesmo tempo, várias pessoas estão a concentrar-se junto à casa do ex-Presidente à medida que a notícia vai sendo conhecida, constatou a agência Lusa no local.

Segundo fontes ligadas ao governo de transição, deverá ser convocado para esta manhã um conselho de ministros extraordinário.

Kumba Ialá, que fez 61 anos a 15 de março deste ano, renunciou à vida ativa política a 1 de janeiro deste ano, alegando “haver um tempo para tudo”. A Guiné-Bissau vive um período de campanha eleitoral com vista às eleições gerais (presidenciais e legislativas) de 13 de abril, nas quais Kumba Ialá apoiava um dos candidatos independentes à presidência, Nuno Nabian.

Sepultamento só depois das eleições

O corpo do ex-presidente da Guiné-Bissau, Kumba Ialá, só deve ser sepultado após a proclamação dos resultados das eleições gerais de 13 de abril, defendeu hoje o seu médico e sobrinho, Martinho Nhanca.

Questionado sobre as causas da morte ocorrida cerca da meia-noite passada, Martinho Nhanca, que assistiu o ex-presidente, afirmou apenas Kumba lhe pediu que fosse sepultado “depois das eleições”.

O médico contou que o político guineense lhe terá pedido para não morrer em casa, à frente dos filhos, pelo que, adiantou, foi assistido na clínica do sobrinho no bairro de Bôr, arredores de Bissau.

Mesmo após a insistência dos jornalistas, Martinho Nhanca recusou-se a adiantar as causas prováveis da morte de Kumba Ialá: “não se fala do diagnóstico de um fulano publicamente, enquanto médico pessoal”, disse.

No entanto, várias fontes familiares referiram esta manhã aos jornalistas, à porta da residência de Kumba Ialá, no Bairro Internacional, que o ex-presidente morreu de crise cardíaca.

Segundo descreveram, o político guineense sentiu-se mal quando regressou a Bissau na quinta-feira, depois de ter participado numa ação de campanha de Nuno Nabian, candidato independente à presidência da Guiné-Bissau, no sul do país.

Face à indisposição, decidiu deslocar-se a partir de casa ao encontro de Martinho Nhanca para lhe pedir assistência, mas acabaria por não resistir.

Segundo os mesmos familiares, Kumba vivia a um ritmo mais acelerado e com menos descanso desde o início da campanha eleitoral, alimentando-se mal e sujeito a várias doses de medicamentos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …

Documentos de vacinas roubados por hackers também foram "manipulados"

A Agência Europeia do Medicamento, entidade reguladora da União Europeia (UE), informou este sábado que os documentos da vacina contra a covid-19 roubados e colocados na Internet por hackers foram também "manipulados". A manipulação aconteceu depois …

Há 11 anos que não se consumia tanta eletricidade num só dia. A culpa é do frio

O país está a bater recordes de energia, tanto em termos de pico como de consumo diário. A culpa é da vaga de frio que assolou Portugal neste Inverno. O consumo de eletricidade bateu, na quarta-feira, …

Dymka, a gata que perdeu as patas e recebeu próteses de titânio impressas em 3D

Dymka, uma gata russa, ganhou um novo estímulo na sua vida depois de um grupo de veterinários realizar uma cirurgia para substituir as suas patas por próteses feitas de titânio impressas em 3D. A universidade revelou …

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …